PCC deu ordem para executar Policial Militar em MS, afirma polícia

» Arquivo Geral

A Polícia Civil prendeu dez suspeitos por envolvimento na morte de um policial militar da reserva Otacílio de Oliveira, 60 anos,, em Três Lagoas, a 338 km de Campo Grande. Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (22), o delegado do Grupo Armado de Repressão a Roubos Assaltos e Sequestros (Garras), Márcio Obara, afirmou que o crime foi encomendado e executado por integrantes de uma facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Foto Reprodução TV Morena

Foto Reprodução TV Morena

Segundo Obara, são 21 integrantes suspeitos por envolvimento no crime. Além dos dez presos, Wellington Rosa da Silva, 30 anos, vulgo ‘bodão” foi morto em um confronto com policiais, oito estão foragidos, um já estava detido e o último ainda não foi identificado pelos policiais.

“Ficou claro, com a investigação, que o crime foi uma demonstração de força da facção e uma afronta à polícia”, disse Obara. Segundo o delegado, os suspeitos teriam recebido ordens de integrantes da mesma facção em outros estados, principalmente São Paulo e Paraná, para matar um policial.

Ainda segundo o delegado, o policial militar aposentado foi escolhido por intermédio de um dos integrantes da facção, sobrinho da vítima, como Cleverson Messias Pereira dos Santos, 33 anos, vulgo ‘cabelo’, preso pelo crime. A investigação apontou que os suspeitos chegaram a planejar a morte de outros policiais militares e civis em Três Lagoas.

“Não era exatamente o Otacílio para ser escolhido, mas sim um alvo fácil, uma pessoa que não estivesse mais nas ruas diariamente.”, fala o delegado.

Segundo a investigação, os que de maneira mais direta participaram da execução são: o foragido do semi-aberto Cleverson, Jair Costa da Silva, 32 anos, vulgo ‘perturbado’, preso em Jales (SP), João Carlos Olegário da Silva, 19 anos, mais conhecido como ‘AK 47’, preso em Presidente Prudente (SP) e Maicon Gomes de Souza, 21 anos, vulgo ‘grego’, preso em Três Lagoas.

O sobrinho do policial, de 33 anos, foi preso no dia 11 de março, na BR-262. Ele foi flagrado pelos policiais em uma van que seguia de Campo Grande para Corumbá. Segundo a Polícia Civil, ele teria indicado o nome do tio para o crime porque ele não andava armado e já era de idade.

Outros suspeitos Thiago Cintas Bertalia, 29 anos, vulgo ‘Gianechini’, Fabrício da Silva Almeida dos Santos, 20 anos, vulgo ‘Do Nike’, Luiz Felipe Miranda Rios Saito, 20 anos, vulgo ‘Jamaica’, Douglas dos Santos Almeida, 20 anos, com a alcunha de ‘Dodo’, Fernando Rodrigues Monteiro, 21 anos, também chamado pelos comparsas de ‘Da Leste’ e Jonathan dos Santos Avelino, 22 anos, o ‘terrorista’, único destes homens que não foi pego em Três Lagoas, mas sim em Castilho (SP).

Os suspeitos foram indiciados pelos crimes de homicídio qualificado e formação de quadrilha. Obara afirmou que a investigação continua e enfatizou que os órgão de de segurança pública do estado já foram informados sobre o caso e estão atentos. “A policia vai agir preventivamente para evitar novos crimes”, disse.

Durante a investigação, a Polícia Civil conseguiu elaborar um esquema que indica a organização hierárquica dos integrantes da facção envolvidos diretamente e indiretamente na morte do policial militar. O suspeito de coordenar todas as ações criminosas é um detento, de 36 anos, do Presídio de Segurança Máxima, de Campo Grande.

Crime

O policial militar aposentado, que também trabalhava como mototaxista na cidade, foi morto com quatro tiros ao chegar em casa, por volta das 23h30 do dia 6 de março. Segundo relatos de testemunhas, ele foi abordado por quatro homens que chegaram em um carro. Eles efetuaram os disparos e, em seguida, fugiram do local. Nenhum objeto foi roubado do veículo e nem da casa da vítima.

Com informações do G1

0 nenhum comentáriovoltar para notícia

Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Site:
Comentário:

Current day month ye@r *


Artigo com as "tags": executar. Policial. Militar,  MS,  ordem,  PCC,  policiais, 

Outros artigosir para Home

Agência Penitenciária afirma que presas impediram socorro à colega

Agência Penitenciária afirma que presas impediram socorro à colega(0)

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) divulgou nota nesta terça-feira (21) sobre a morte da detenta Leda Barbosa Loredo, 38 anos, ocorrida na madrugada de domingo e que resultou em rebelião das demais internas do presídio Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande. De acordo com o documento, Leda – que estava no

Olarte aposta em três alternativas para pagar o reajuste de 8,46% aos professores

Olarte aposta em três alternativas para pagar o reajuste de 8,46% aos professores(0)

Além dos empréstimos, o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), disse nesta terça-feira (21) que aposta em outras duas alternativas para pagar o reajuste de 8,46% aos professores da rede pública de ensino. Os profissionais estão com indicativo de paralisação para o dia 3 de novembro, devido ao não pagamento do aumento. O prefeito

Homem que foi vítima de incêndio criminoso no Jardim Columbia segue em estado grave

Homem que foi vítima de incêndio criminoso no Jardim Columbia segue em estado grave(0)

O homem que sofreu queimaduras em um incêndio criminoso, ocorrido em uma casa do Jardim Colúmbia, continua internado em estado grave. Daniel Cândia, de 38 anos, ficou bastante queimado pelas chamas em tragédia ocorrida no último dia 13. Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a vítima está internada na UTI (Unidade de Terapia

7ª estapa doi Estadual de Jiu-Jitsu ferveu o Círculo Militar em Campo Grande

7ª estapa doi Estadual de Jiu-Jitsu ferveu o Círculo Militar em Campo Grande(0)

Foi realizado, no último domingo dia 19 de outubro o II Mega campeonato Estadual, onde aconteceu a 7ª etapa do Circuito da FJJD-MS (Federação de Jiu-Jitsu Desportivo do Estado do Mato Grosso do Sul). CLIQUE NA FOTO ABAIXO E VEJA O VÍDEO DA LUTA FINAL DOS PESOS LEVES (VETERANO), ONDE KINHO SAGROU-SE CAMPEÃO. O evento

Bisavó morre horas depois de criança de 2 anos ser assassinada	 na Capital

Bisavó morre horas depois de criança de 2 anos ser assassinada na Capital(0)

A idosa Irene Maria da Conceição Silva, de 72 anos, passou mal e morreu horas depois da morte da bisneta, Maria Clara Silva Santos, de dois anos. A criança foi baleada ontem à noite (19), durante uma festa na rua Israel, bairro São Jorge da Lagoa, em Campo Grande. Horas depois da confusão, que resultou

leia mais

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares