Interior voltar para a home

Mulher casa-se com assassino de ex-marido e é ameaçada de morte em Três Lagoas Mulher casa-se com assassino de ex-marido e é ameaçada de morte em Três Lagoas

Uma mulher, de 27 anos, identificada apenas como A.S.Q, foi vítima de ameaças de morte por parte do seu atual marido. O fato ocorreu em Três Lagoas, município localizada na região do Bolsão de Mato Grosso do Sul.

Foto Ilustrativa

Segundo boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), policiais militares foram acionados para ir até uma residência na noite desta terça-feira, dia 15 de julho, para atender a ocorrência de violência doméstica. Na casa, foi constatado que a vítima é casada com o homem que assassinou seu ex-marido em 2012, mas ele não estava no local.

De acordo com o site Midiamax, a mulher disse que o autor das ameaças, de 32 anos, tinha ingerido bebida alcoólica e ficou agressivo. A vítima ainda afirmou que o homem a culpou pelo assassinato de seu ex-marido e disse que iria buscar uma arma de fogo para matá-la.

Os policiais fizeram rondas pela região em busca do homem, mas ele não foi encontrado. O caso foi registrado como ameaça, qualificado por violência doméstica.

Com Informações Dourados News
Condutor perde controle da direção em curva e tomba caminhonete na MS-134 Condutor perde controle da direção em curva e tomba caminhonete na MS-134

O motorista de uma caminhonete perdeu o controle da direção e acabou tombando o veiculo na MS-134, rodovia que liga a cidades de Nova Andradina e Batayporã, ambas na região sul de MS. O acidente aconteceu ontem à noite (15).

O veículo só não capotou porque o motorista estava em baixa velocidade Foto:Nova News

Segundo informações do site Nova News, o condutor estava sozinho no veículo e sofreu apenas ferimentos leves.

Algumas pessoas que presenciaram o acidente disseram que a caminhonete seguia sentido Batayporã/Nova Andradina. Ao fazer uma curva, o motorista perdeu o controle e tombou.

Ainda de acordo com as testemunhas, o motorista estava em baixa velocidade, razão pela qual evitou que a caminhonete capotasse.

O carro parou próximo ao Residencial Jardim Tropical. A Polícia Militar Rodoviária foi até o local para atender a ocorrência.

Bando armado invade empresa de ônibus, rende funcionários e rouba cofre Bando armado invade empresa de ônibus, rende funcionários e rouba cofre

Quatro bandidos mascarados invadiram uma garagem da empresa de transporte coletivo Canarinho, fizeram os funcionários reféns e levaram o cofre. O crime aconteceu por volta das 19 horas de ontem (15), em Corumbá (MS), região sudoeste do Estado.

Sede da filial 4 da Canarinho, no bairro Popular Velha Fotos: Ricardo Albertoni

De acordo com o registro policial, uma das vítimas, de 53 anos, disse que trabalhava no momento em que os quatro homens chegaram ao local num Celta branco e usando máscaras.

Ainda segundo o funcionário, dois assaltantes entraram no escritório armados com um revólver e uma espingarda e seguravam um rádio de comunicação, possivelmente na mesma frequência das viaturas da PM.

A vítima afirmou que os assaltantes ordenaram que os funcionários colocassem o cofre da empresa dentro do carro e fugiram em seguida. Os outros dois homens que ficaram do lado de fora também estavam armados, mas o funcionário não soube identificar que armas eram.

Os policiais fizeram buscas pelos assaltantes, mas eles não foram encontrados. O caso foi registrado como roubo majorado pelo emprego de arma.

Com Informações diarionline
Polícia prende homem e detém 4 menores por estupro e morte de menina de 12 anos Polícia prende homem e detém 4 menores por estupro e morte de menina de 12 anos

Cinco foram autuados pela morte da adolescente de 12 anos, estuprada e morta pelo grupo, na cidade de Dourados. Segundo noticiado pelo Douradosagora, o corpo foi encontrado na tarde de quinta-feira passada, numa lavoura na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados.

Foto Dourados Agora

Na tarde de ontem, policiais do Serviço de Investigação Geral (SIG) com apoio de lideranças indígenas cumpriram os mandados de prisão e apreensão dos menores. Foi preso, Arlindo F.R, de 28 anos e apreendidos, em flagrante, quatro adolescentes de 15 anos. A polícia procura por mais três rapazes.

Segundo a polícia, entre a noite de sábado e madrugada de domingo da semana passada, a vítima foi abordada por um dos adolescentes que tentou manter relações sexuais com ela, que recusou e tentou escapar.

Ela foi imobilizada pelo grupo e estuprada pelos rapazes. Na delegacia, envolvidos contaram que decidiram matar a menina, a golpes de faca e foice, para evitar que ela contasse para alguém.

Algumas apunhaladas foram desferidas contra os braços da vítima, aparentando que ela tentou se defender. As roupas da jovem estavam a uma distância de 10 metros do corpo.

Segundo noticiou o Douradosagora, o corpo da menina foi encontrado, semana passada, com a cabeça, pescoço e peito estraçalhados, provavelmente por cães que perambulam pela aldeia.

O corpo estava no meio de uma plantação de milho já colhida, próximo a escola Agostinho. Um morador da região acionou lideranças da aldeia, que comunicaram a Polícia Civil sobre o crime. Familiares da vítima disseram que a adolescente saiu de casa no sábado à noite e não mais retornou.

Com Informações Dourados Agora
Sem acordo, professores da rede municipal de Dourados mantêm greve Sem acordo, professores da rede municipal de Dourados mantêm greve

A categoria está frustrada com a reunião. “Esperávamos que a Prefeitura fosse propor alguma contraproposta, mas isso não aconteceu”, explica o presidente.

Servidores da Educação e técnicos administrativos podem iniciar greve com assembleia na sede do Simted

Na manhã de terça-feira, os professores se reúnem no Simted para formalizar a greve, embora ainda aguardam a última proposta, que deve ser enviada pela prefeitura. As aulas na rede municipal estão marcadas para retornarem na quinta-feira, dia 17.

Segundo João Vanderly, o governo municipal não vem cumprindo com os acordos firmados com os trabalhadores da Educação.

Os professores e técnicos administrativos não receberam reajuste salarial e Dourados não tem cumprido com a lei nacional do piso, que garante R$ 1.697 para uma carga horária de 40 horas.

A categoria reivindica este valor para uma carga horária de 20 horas, como já se aplica em Campo Grande.

Ainda de acordo com ele, a prefeitura já deveria ter concedido reajuste de 8,32% para os professores e 6,15% para o administrativo. A data base das categoria é abril, porém até agora nada foi repassado.

Durante a reunião, o principal argumento dado aos professores é de que a atual administração não teria condições de atender ao reajuste.

Saúde

Outra categoria que pode deflagrar greve esta semana é dos profissionais da saúde básica. Eles cobram melhores condições de trabalho e reajuste anual da inflação de 6,28%, que também não foi concedido. Na sexta-feira, os profissionais foram às ruas com faixas e cartazes protestar.

Homem desaparecido é encontrado degolado e com facadas no peito Homem desaparecido é encontrado degolado e com facadas no peito

Emilson Venâncio da Silva, de 35 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira na cidade de Rio Brilhante, foi encontrado morto na tarde de hoje.

Corpo da vítima estava escondido em baixo de uma lona, aos fundos de uma edícula Foto Rio Brilhante News

O corpo dele estava aos fundos de uma edícula na rua Carlos Barbosa Martins, no bairro Pró-moradia XIV.

Segundo o perito criminal André Kiyoshi, a vítima tem três perfurações de faca no peito e um profundo corte no pescoço. O corpo estava escondido em baixo de uma lona.

O delegado de Rio Brilhante, André Fernandes, esteve no local e constatou que a cozinha da residência está ensaguentada. No quintal ainda foi encontrado duas facas com manchas de sangue.

A polícia suspeita que Emilson pode ter sido assassinado na cozinha e o corpo arrastado para o quintal da residência.

Populares disseram à polícia que no local moram pai e filho – nomes ainda não divulgados – e que na sexta-feira eles consumiam bebida alcoólica na residência junto com a vítima.

Pai e filho estão desaparecidos e até o momento eles são apontados pela polícia como os principais suspeitos pela morte de Emilson.

Dourados Agora
Motorista morre em acidente entre duas carretas e carro de passeio Motorista morre em acidente entre duas carretas e carro de passeio

Osnir Antônio da Silva, 40 anos, morreu na noite de ontem (14), vítima de um acidente de trânsito na MS-141, próximo ao município de Naviraí (MS).


Com o impacto da colisão, o veículo ficou com a frente totalmente destruída Foto: Umberto Zum/Tá na mídia Naviraí

Duas carretas seguiam sentido Naviraí, quando o condutor de uma delas tentou fazer uma ultrapassagem e colidiu com o veículo Montana conduzido por Osnir, que transitava no sentido contrário da rodovia.

De acordo com informações do condutor da carreta, que colidiu com o veículo Montana, ele tentou voltar para a pista, porém um caminhão seguia a sua frente com velocidade reduzida.
Com o impacto da colisão, Osnir perdeu o controle da direção e colidiu na lateral da segunda carreta.

De acordo com informações de testemunhas, o condutor não usava cinto de segurança e foi arremessado para fora do veículo. O Corpo de Bombeiros foi acionado, porém Osnir morreu no local.

Os motoristas das carretas não tiveram ferimentos.

Com informações Tá na Mídia Naviraí
Motorista de veículo de luxo morre ao bater em Fusca perto do Bolicho Seco Motorista de veículo de luxo morre ao bater em Fusca perto do Bolicho Seco

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal de Campo Grande se deslocou até a BR-060, na região do Bolicho Seco, onde foi registrado um acidente com morte na tarde desta segunda-feira (14).

Os dois veículos seguiam no sentido Sidrolândia/Campo Grande. Morreu no acidente o motorista da Hyundai Foto: Franciane Trindade/Região News

Um motorista ainda não identificado morreu por volta das 15h45min, após colidir o veículo Hyundai Santa fé, placa OMO 7096, de Florianópolis, contra um Volkswagen Fusca, CIK 1165, de Campo Grande. Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do Santa fé estava morando em Mato Grosso do Sul.

Os dois veículos seguiam no sentido Sidrolândia/Campo Grande, momento que o Fusca fez a conversão para entrar no Bolicho Seco e o Snta Fé bateu na traseira do mesmo, vindo a capotar e atingir uma arvore que fica as margens da rodovia.

No Fusca havia um casal de idosos. O carro parou no canteiro entre a rodovia e o contorno da entrada do bar. O motorista, um senhor, com aparência de mais de 70 anos, não quis se identificar. Ele afirmou estar muito abalado em ver um pai de família morrer e não soube dizer como foi o acidente. “Nem vi de onde veio o carro. Eu já estava quase entrando na lanchonete quando tudo aconteceu”, relata.

O senhor afirmou apenas morar em Campo Grande e contou ter batido a cabeça com o impacto da colisão.

Com Informações Região News
Cantor sertanejo de MS morre em acidente de trânsito em rodovia de Goiás Cantor sertanejo de MS morre em acidente de trânsito em rodovia de Goiás

Um acidente ontem à noite (13) na BR-060, no município de Guapo, região metropolitana de Goiânia (GO), matou o cantor sertanejo Dombar, cujo nome de batismo era Ibar Luiz dos Santos Bastos. Ele tinha de 64 anos.

Dombar morreu em acidente de trânsito, aos 64 anos

Segundo o registro policial, o cantor conduzia uma caminhonete Blazer e capotou na pista, morrendo no local do acidente. Ele estava só no veículo.

Dombar morava em uma chácara em Paranaíba (MS) e estava no Estado de Goiás realizando shows.

Natural de Ituiutaba (MG), ele fez carreira na música sertaneja de raiz em Mato Grosso do Sul, mas a música o fez conhecido também ao longo dos 30 anos de carreira nos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais.

Dombar iniciou a vida na música fazendo dupla com o cantor Dalvo, depois com o cantor Donizeth, na sequência com Delei e, por último, com Donizete.

O canto fez mais sucesso nas décadas de 70 a 90 quando fazia parte da dupla sertaneja chamada Dombar e Delley.

Segundo informações, o velório e o sepultamento serão realizados na cidade de Votuporanga, interior de São Paulo, onde mora a maioria dos seus familiares. O corpo ainda não chegou à cidade paulista.
Veja o vídeo de uma das músicas da dupla de MS

Em seis meses, oito renais crônicos morrem na fila de espera Em seis meses, oito renais crônicos morrem na fila de espera

Com o serviço de transplantes parado em Mato Grosso do Sul desde o início do ano, pacientes morrem na fila de espera. Em Dourados, 8 renais crônicos perderam suas vidas de janeiro a junho. Apesar de Dourados ter duas clínicas particulares dispostas a oferecer o serviço, 40 pacientes continuam enfrentando verdadeiro “calvário” para fazer o tratamento em Ponta Porã, já que em Dourados as vagas estão esgotadas. Para a abertura de novas vagas, a prefeitura precisa de recursos do Estado e da União.


Em 6 meses, 11 pacientes de Dourados morreram na fila do transplante no ano passado Foto: Hédio Fazan / Dourados Agora

O secretário de Saúde de Dourados, Sebastião Nogueira, disse ao Dourados Agora que como a obrigação é tripartite (Estado, União e Município), está recorrendo aos governos Federal e Estadual em busca de mais investimentos para o setor. Ambos estão avaliando a contratação da Cassems, que teria 36 vagas para oferecer, ou da Clínica do Rim, com mais de 150 vagas. Por enquanto, sem uma resposta, os pacientes continuam se deslocados para Ponta Porã.

A dona de casa Cleide da Silva Santos é irmã do renal crônico José Barbosa. Ela conta que o irmão passa 3 horas numa máquina de hemodialise e cansado ainda precisa enfrentar a estrada a caminho de Dourados, já que faz o tratamento em Ponta Porã. “É um sofrimento sem fim. Um verdadeiro castigo”, conta.

A demanda de novos pacientes cresce a cada dia. Em 11 de outubro do ano passado, a Clínica do Rim ampliou o serviço com 5 máquinas de hemodiálise, garantindo 30 novas vagas.

O problema é que elas não foram suficientes para atender a demanda. A Clínica do Rim abriu uma filial e está habilitada para oferecer o serviço, mas depende da contratação do serviço pela prefeitura através do Hospital Evangélico.

Transplantes

Para agravar o problema, os transplantes de rins estão parados em Mato Grosso do Sul e deixam 400 pacientes na fila de espera. A suspensão do serviço ocorreu no início desde ano e, por isso, nenhum transplante de rins foi realizado no Estado. O problema é ainda mais grave porque as equipes de transplante que realizavam o serviço foram descredenciadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e ainda não há previsão de quando o serviço será restabelecido.

De acordo com a coordenadora da Central de Transplantes, Claire Miozzo, a Santa Casa, que é a responsável pelo serviço, está formando novas equipes para buscar o credenciamento, mas ainda não existe uma previsão de quando esta etapa será finalizada. Enquanto fica suspenso o serviço, os mais de 400 pacientes que precisam de um transplante ‘amargam’ à espera. Em Dourados, 230 pacientes estão cadastrados e prontos para o transplante, mas não têm previsão de quando poderão realizar a cirurgia.

Tratamento em outros estados

Na busca pela vida, 21 pacientes de Dourados foram para São Paulo e Curitiba com a finalidade de realizarem os procedimentos clínicos para transplantes. O problema é que a assistência prestada pelo Estado é limitada e os pacientes precisam arcar com altas despesas devido à locomoção.

Recentemente a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Dourados, Berenice de Oliveira Machado Souza,disse que sente na “pele” a desassistência em relação aos pacientes renais. Ela luta há quase 5 anos pelo transplante de rim do filho de 32 anos. Fato que chama a atenção é que o jovem tem o doador vivo, que é o pai, o que demonstra que a cirurgia não é fácil de ser conseguida nem para quem tem o doador.

Berenice diz que a cada ida para São Paulo ela gasta em torno de R$ 1 mil, despesa que arca com o próprio bolso. Segundo ela, o Estado fornece a passagem de voo e uma diária de quase R$ 25 para que o paciente e o acompanhante se mantenham. “O problema é que uma diária em qualquer hotel próximo do Hospital do Rim não sai por menos de R$ 180. Ai vêm as despesas de locomoção e a refeição, que custa muito mais do que R$ 25. A cada viagem tenho que ir para cuidar do meu filho e o pai dele, que é o doador, vai junto para os exames rotineiros”, explica.

Conforme Berenice, em média, são 4 dias em São Paulo. “São exames de compatibilidade e uma infinidade de consultas e acompanhamentos que precisam ser feitos pelo menos uma vez por mês no Estado vizinho”, disse.

Ela conta que o Estado fornece as passagens de ida e o costume é que quando terminam as consultas os pacientes entram em contato para pedir as passagens de volta. “O problema é que o serviço do Estado funciona somente pela manhã e, muitas vezes, o paciente só termina as consultas à tarde. Então, temos que pagar mais uma diária em hotel, ou então, quando não se tem, temos que ir para o aeroporto e esperar por lá.

“Será que alguém sabe o que é ficar 13 horas num aeroporto com um paciente renal crônico que acabou de passar por uma série de tratamentos e, por conta disso, está debilitado?”, indagou. Berenice disse que os pacientes reclamam e que afirmam estar morrendo aos poucos. “É muito triste ver como os pacientes renais são tratados. Em Dourados, o Conselho de Saúde está aguardando a prefeitura assumir a gestão do Hospital da Vida para iniciar a formação da equipe de captação de órgãos. O Conselho também aprovou a contratualização do SUS no Hospital da Cassems para o tratamento de hemodiálise e luta para que o serviço de transplante seja implantado em Dourados, o que vai depender do Hospital Evangélico”, destaca.

O presidente da Associação dos Renais Crônicos de Dourados (Renasul), José Feliciano Paiva, disse que os pacientes estão revoltados com a suspensão do serviço. Segundo ele, o transplante é a única chance do renal crônico sobreviver à doença. “Para os transplantados, como eu, é muito difícil ver que os companheiros que ainda precisam da cirurgia não vão sair da máquina de hemodiálise. Muitos desistem do tratamento, entram em depressão e desistem de esperar; desistem de viver este verdadeiro calvário, que é fazer o tratamento em Mato Grosso do Sul”, lamenta, pontuando que, em 6 meses, 11 pacientes de Dourados morreram na fila do transplante no ano passado.

Dourados Agora

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares