Policial voltar para a home

Julgamento de Beira-Mar em Caxias é suspenso após ameaças de resgate Julgamento de Beira-Mar em Caxias é suspenso após ameaças de resgate

Decisão vale até o pronunciamento do Supremo Tribunal de Justiça.
Traficante, já preso por outros crimes, será julgado por homicídio.

O julgamento do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, que estava marcado para o dia 26 de agosto, foi suspenso nesta quinta-feira (31) pela Justiça do Rio.

O motivo é a possibilidade de que haja uma tentativa de resgate durante o julgamento em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, área dominada pela facção comandada por Beira-Mar.

Fernandinho Beira-Mar está preso no Paraná
(Foto: Reprodução / GloboNews)

A Justiça do Rio aceitou um pedido do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, que havia solicitado a mudança do local após ameaças recebidas sobre uma suposta tentativa de resgate que seria realizada.

A decisão da desembargadora Nilza Bittar diz que a suspensão vai durar até o pronunciamento do Superior Tribunal de Justiça (SJT). A audiência é pelo assassinato de Michel Anderson Nascimento dos Santos, de 21 anos, que ocorreu em dezembro de 1999, na Favela Beira-Mar, em Caxias.

Segundo o MP, na ocasião a vítima foi submetida a sessão de tortura, em que teve pés, mãos e orelhas decepadas.
A medida também busca impedir que a influência de Fernandinho Beira-Mar na região intimide os jurados. Beira-Mar está preso desde 2002 no Presídio Federal de Catanduvas, no interior do Paraná, e já tem mais de 200 anos de penas somadas.

G1
Mulher diz que matou homem por ter sido vítima de tentativa de estupro Mulher diz que matou homem por ter sido vítima de tentativa de estupro

Vanessa dos Santos Coutinho, de 23 anos, acionou a Polícia Militar por volta das 2h20min de hoje (31), com a informação de que, após sofrer uma tentativa de estupro, havia esfaqueado um cliente de seu comércio, um bar na Rua Afonso Pena, Bairro São Bento, em Sidrolândia (MS).

Foto: José Pereira – Sidrolândia News
Socorristas do Samu constataram a morte do homem

Ao lado de uma motocicleta, os policiais encontraram o homem caído, com perfurações no pescoço. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e esteve no local, onde constatou que José Aparecido Ferreira, de 51 anos, estava morto.

Vanessa disse que ele estava no bar, consumindo bebida alcoólica, quando ficou alterado e saiu do local, dizendo que voltaria armado. Ainda de acordo com a mulher, o homem retornou com uma faca e investiu contra ela, na intenção de manter relações sexuais. A jovem afirmou que deu uma garrafada na cabeça dele, que caiu. Ela então pegou a faca e o golpeou cinco vezes no pescoço.

A mulher tem inúmeras passagens pela polícia, incluindo uma tentativa de homicídio contra Salmo Soares, em 2013. José também tem várias passagens e cumpria pena no regime semi-aberto.

Correio do Estado

 

PRF apreende mais de 29 quilos de maconha na BR-163 PRF apreende mais de 29 quilos de maconha na BR-163

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu mais de 29 quilos de maconha, por volta das 19h40 desta quarta-feira (30) no quilometro 577 da BR-163, no Distrito de Congonhas.

Os policiais realizavam fiscalização de rotina quando abordaram um microônibus de transporte de passageiros. O entorpecente estava dividido em duas malas.

Foto: Divulgação PRF

Um soldador, de 25 anos, foi preso e uma adolescente apreendida. Eles contaram que cada um receberia R$ 1.700 pelo transporte da droga de Campo Grande para Cuiabá-MT.

Ambos foram encaminhados, juntamente com o entorpecente, para a Delegacia de Polícia Civil de Bandeirantes, onde o caso foi registrado.

Edicao MS
Polícia prende rapaz que roubou caminhão e foi parar dentro do pátio de escola Polícia prende rapaz que roubou caminhão e foi parar dentro do pátio de escola

Alessandro Ribollis Pereira, de 24 anos, foi preso esta manhã (30) pela Polícia Militar na avenida Vitor Meireles, esquina com a rua Pontalina, no bairro Universitário, em Campo Grande.

O rapaza tentou escapar, mas foi contido pela PM Foto: Gerson Oliveira – Correio do Estado

 

No último dia 16, ele roubou um caminhão-guincho e foi reconhecido pela proprietária de uma padaria, onde havia praticado um assalto na noite anterior. Ela e o marido passaram a persegui-lo. Ele percebeu a movimentação e entrou em um depósito e lá roubou o veículo.

Durante o trajeto, o rapaz bateu o caminhão em vários carros. Depois, atravessou o portão da escola estadual Flavina Maria da Silva, colidiu no muro dos fundos e foi parar no pátio de outra escola estadual, a Luiz Cavallon.

Nesta manhã, mais uma vez, a vítima viu o ladrão e fez a denúncia. Ele tentou fugir ao ser abordado, mas acabou preso por policiais do 10º Batalhão das Moreninhas.

Quadrilha de estelionatários nordestinos é presa na Capital Quadrilha de estelionatários nordestinos é presa na Capital

Grupo se fazia de “coitadinhos” para aplicar golpes na cidade

Uma quadrilha de estelionatários foi presa ontem (29), na Capital.

Diego da Silva dos Santos, 29 anos, Edivaldo Santos Costa, 30 anos, Mário Diego Santos Bezerra, 26 anos, Denisson Santos Fontes, 26 anos, José Paulo da Silva dos Santos, 25 anos, Waltsom José dos Santos, 21 anos, Alexsandra Costa dos Santos, 25 anos e Ana Carolina da Silva Santos, 21 anos, eram todos da cidade de Laranjeiras, no Sergipe, e aplicavam golpes em várias cidades do país e, em Campo Grande, estavam agindo há um mês.

Grupo aplicava golpe na Capital há um mês (Foto: Luciano Muta)

De acordo com o delegado titular do 5º DP, Jairo Carlos Mendes, o grupo vendia livros com preços superfaturados. “Eles contavam várias histórias para convencer as pessoas de comprarem os livros.

Uma hora falavam que o dinheiro seria usado para pagar faculdade e, outra, falavam que eram ex-usuários de drogas e que precisavam de uma oportunidade, por isso vendiam os livros. Eles se faziam de coitadinhos”, explicou.

Ainda segundo o delegado, eles usavam da boa fé das pessoas para aplicarem o golpe. “Através de supostas histórias de vida tristes, eles acabavam fazendo as pessoas pagarem os valores altíssimos dos livros. O livro mais barato, que tinha o preço de R$ 100, eles conseguiam vender por até R$ 900. Induzir as pessoas e mantê-las no engano, é crime”, contou.

A quadrilha, que era muito organizada, fazia gráficos de desempenho de cada integrante e metas a serem cumpridas por cada um. “O esquema era muito bem armado, eles tinham até uma página na internet com o nome da suposta empresa, que se chamava PDL- Papelaria e distribuidora de Livros de Laranjeiras.

Eles abordavam as pessoas porta-a-porta, usavam uniformes e crachás, tudo para não levantar suspeitas. Também aceitavam cheque e cartão de crédito e débito”, explicou o delegado.

Os integrantes da quadrilha moravam todos na mesma casa, no bairro Tijuca e pretendiam permanecer na cidade até o final do ano. Ontem, eles foram presos em flagrante, no momento em que tentavam aplicar golpes no Jardim São Bento.

A Polícia Civil está investigando quantas pessoas caíram no golpe na Capital. Em Sergipe, o grupo já estava sendo procurado pela aplicação do mesmo crime.

Diário Digital
Polícia apresenta um dos cinco suspeitos de participar do latrocínio de policial militar Polícia apresenta um dos cinco suspeitos de participar do latrocínio de policial militar

Cinco pessoas são suspeitas de matar o policial militar Valdir Antunes de Oliveira, de 41 anos, na quarta-feira (23), no bairro União, em Campo Grande. De acordo com a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos (Derf), um dos envolvidos no latrocínio é Bruno Allef Bibiano Cristaldo, de 20 anos, preso na sexta-feira (25), no Jardim Colibri, e apresentado à imprensa nesta segunda-feira (28).


Bruno quem manteve os reféns no banheiro da loja de materiais de construção Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

O rapaz confessa o crime. Ao G1 e à polícia o jovem disse que foi ele quem manteve a esposa do policial, o filho do casal, a funcionária da loja de materiais de construção e um cliente do local, trancados no banheiro do comércio sob a mira de uma arma de fogo.

Bruno Cristaldo foi preso por volta das 22h (de MS) quando saía da casa do avô, junto com o pai, no Jardim Colibri. Com ele estava o celular roubado da esposa do militar. Na residência do rapaz, no Jardim Balsámo, os policiais encontraram a arma usada por ele e também a utilizada para matar Valdir Oliveira.

Rapaz foi preso na casa do avô e armas estavam na residência dele, em outro bairro (Foto: Mirian Machado/ G1 MS)

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Fábio Peró, o latrocínio envolveu Bruno Cristado, outras duas pessoas que estão foragidas e outros dois que ainda não foram identificados.

Um dos suspeitos que estão com prisão preventiva decretada, conforme Peró, é o homem que deu fuga aos rapazes que entraram na loja onde aconteceu o crime. Ele ficou com o carro, flagrado por câmeras de segurança do bairro, a aproximadamente uma quadra do local, e levou os jovens até a casa dele, no Jardim Aeroporto. Ele seria ex-convivente de uma mulher acusada de roubos no Mato Grosso.

Do Jardim Aeroporto, fala Bruno Cristaldo, ele foi para a casa do avô no Jardim Colibri. Quem o o levou foi outro rapaz que também está foragido. Esta seria a única participação dele.

Na versão do preso à polícia, o homem que deu fuga aos rapazes ligou para ele e contou que a arma roubada do policial havia sido vendida em Corumbá, distante 415 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com Corumbá. O carro também já estaria com outra pessoa.

De acordo com Peró, o suspeito preso fala também que a escolha pela loja de materiais de construção da família do policial foi aleatória e que o grupo não sabia que ele era militar. O delegado não acredita nesta versão. Foram roubados do comércio aproximadamente R$ 250, celulares e a arma do policial.

G1
Quadrilha que tentava cometer crimes a mando do PCC é presa na Capital Quadrilha que tentava cometer crimes a mando do PCC é presa na Capital

Cinco integrantes de um grupo que pretendia cometer crimes a mando do PCC (Primeiro Comando da Capital) foram presos na madrugada de hoje (28), na BR-262, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande.

Cinco integrantes do bando foram presos pela polícia Foto: divulgação PM

Com eles a polícia encontrou dois revólveres calibre 38, uma pistola 765 e mais 15 munições. Dois carros também foram apreendidos.

Os presos são Reginaldo José de Lima, de 41 anos, Dilson Aparecido Almada, de 37, Jandair da Cruz Rodrigues, de 23, Geziel Lucas de Carvalho, de 22, e Fabiano Emanuel dos Santos, de 20.

Armas e munições apreendidas em poder do grupo Foto: Divulgação da PM

Fabiano disse aos PMs que o grupo foi contratado pelo PCC para levar as armas até o município de Água Clara (MS), região leste do Estado. Lá, segundo o depoimento, o bando iria praticar vários crimes.

Três deles moram em Maracaju e chegaram ontem (27) em Campo Grande em um veículo Gol branco, apreendido em uma casa do bairro Vilas Boas.

Fabiano confessou, também, que antes de vir para Campo Grande tentou matar a irmã na tarde de ontem.

No momento da abordagem, feita por policiais do 10º Batalhão, os cinco elementos estavam em um veículo Fiat/Palio. Dos cinco, quatro tinham passagem pela Polícia.

No veículo foram encontrados cordas, capas de chuva, capuz e luvas. Os presos foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do Centro.

Rapaz baleado por garupa de moto no Jardim Montevidéu morre na Santa Casa Rapaz baleado por garupa de moto no Jardim Montevidéu morre na Santa Casa

O jovem Adair José Gonçalves Batista, de 21 anos, morreu no fim da tarde de ontem (27) na Santa Casa durante uma cirurgia. Ele foi baleado por um homem que estava na garupa de uma motocicleta no Jardim Montevidéu.

Foto ilustrativa

Segundo informações da ocorrência policial, Adair estava em companhia da mulher na rua Panonia, quando dois homens passaram em uma moto Honda Bros e o garupa disparou contra ele, o acertando no abdômen.

Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o posto de saúde do bairro Nova Bahia, sendo transferido depois para a Santa Casa. Por volta das 17h30, o jovem não resistiu aos ferimentos e morreu durante cirurgia após sofrer uma parada cardíaca.

A mulher da vítima contou à polícia que um jovem de 18 anos, identificado como Edvan Batista, é o suspeito pelo disparo. No entanto, não soube explicar a motivação do crime.

O caso foi registrado como homicídio doloso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro da Capital.

Por dia, um homem é preso na capital de MS por violência contra mulher Por dia, um homem é preso na capital de MS por violência contra mulher

Polícia Civil registrou 245 prisões em 2014 em Campo Grande.
Socióloga diz que existe desigualdade e preconceito por parte dos homens.

Em média, um homem é preso por dia em Campo Grande depois de praticar algum tipo de violência contra a mulher. Reportagem do Bom Dia MS desta segunda-feira (28) mostrou que, desde o início de 2014, a polícia fez 245 prisões por esse tipo de crime na capital sul-mato-grossense. A estatística de mulheres assassinadas também impressiona quando os números do primeiro semestre são comparados com os casos registrados em 2013.

Foto: G1

Do total de presos, 207 foram em flagrante. Segundo a polícia, são 3.080 boletins de ocorrência registrados. Desses, 1.755 viraram inquéritos encaminhados ao poder Judiciário; outros estão em andamento.

A quantidade de assassinatos registrados neste período de 2014 na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) chama atenção. São seis mortes, o mesmo número de 2013 inteiro. Segundo a delegada Rosely Molina, esses casos têm em comum o fato de que já havia um histórico de violência.

Em janeiro de 2014, Mauryane Melgarejo, de 29 anos, foi morta a tiros no Jardim Leblon. Ela era sobrinha da ex-mulher do suspeito do assassinato que estava inconformado com a separação e fazia ameaças a família da ex-companheira.

 

Também no começo do ano em Campo Grande, Dayane Silvestre Uliana, de 26 anos, foi assassinada dentro do carro. O ex-marido confessou o crime e se apresentou à polícia.

Este mês, um homem foi preso em flagrante suspeito de ter assassinado a facadas a ex mulher. Ele foi indiciado por homicídio qualificado. O suspeito cumpria pena por ameaça e lesão corporal contra a vítima.

A socióloga Dayana de Oliveira Arruda diz que ainda existe muita desigualdade e preconceito por parte dos homens. Por isso, a importância de conscientizá-los ainda na infância e na adolescência.

“Uma vez que nós oportunizamos diálogos, conversas e trazemos os homens também para esse discurso, para essa conversa, nós conseguimos começar a mudar o pensamento, mudar as atitudes, mudar essa cultura machista que mata as mulheres”, explicou a socióloga.

Mato Grosso do Sul é o 5º estado do país com maior número de denúncias de violência contra a mulher pelo ‘Disque 180′.

G1
Suspeito de matar policial militar é baleado em bairro de Campo Grande Suspeito de matar policial militar é baleado em bairro de Campo Grande

Policial foi vítima de latrocínio no dia 3 de junho, na capital de MS.
Um adolescente morreu e dois suspeitos estão presos.

Um suspeito de matar o policial militar Rony Mayckon Varoni de Moura da Silva no dia 3 de junho, em Campo Grande, foi baleado pelo Bope (Batalhão de Operações Especiais), neste sábado, no bairro Nova Lima. Ele foi ferido a tiros quando estava na rua Abda Nassar.

Policial foi alvejado dentro do carro, na saída para
Aquidauana (Foto: Maria Caroline Palieraqui/G1 MS)

O policial militar foi vítima de latrocínio, conforme investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos (Derf). Dois jovens suspeitos do crime estão presos e um adolescente morreu em confronto com a polícia.

O soldado da PM dirigia uma picape quando, às 15h30 (de MS) do dia 3, quatro pessoas em duas motocicletas se aproximaram. Segundo a PM, o adolescente e um jovem de 21 anos, que estavam na garupa, atiraram contra o veículo. O policial foi atingido nas costas e morreu no local.

Um cabo da PM que também estava no veículo não ficou ferido. Os suspeitos fugiram.
Conforme a PM, todos os envolvidos têm passagens pela polícia por tráfico de drogas, porte de arma de fogo de uso restrito, furto e tentativa de homicídio. O policial transportava malote de uma empresa.

G1

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares