Policial voltar para a home

De cueca, ladrão furta carro de luxo em loja de veículo em Campo Grande De cueca, ladrão furta carro de luxo em loja de veículo em Campo Grande

Um jovem de 23 anos foi preso depois de furtar um carro de luxo de dentro de uma concessionária na manhã deste domingo (18), na avenida Gury Marques, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, o rapaz entrou na loja vestindo apenas cueca e usou o próprio veículo, avaliado em cerca de R$ 180 mil, para arrombar uma das portas de vidro e fugir do local.

Foto Divulgação Polícia Militar

Ele foi preso minutos depois de praticar o crime, quando acabou o combustível do carro, a cerca de um quilômetro da concessionária. De acordo com o delegado Carlos Delano Gehring, que estava de plantão na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga, o homem foi encontrado aos prantos dentro do veículo.

O furto aconteceu por volta das 7h (de MS). Conforme a autoridade policial, a suspeita é que o rapaz tenha entrado na loja depois de forçar uma das portas. Depois disso, ele perambulou por alguns minutos no local e, em seguida, entrou no carro que estava com a chave na ignição.

José Robson foi preso minutos depois de praticar o crime Foto Polícia Militar

Nesse momento, um dos vigias da concessionária viu o suspeito e tentou abordá-lo, mas o rapaz ligou o carro e acelerou em direção à porta de vidro. Durante a fuga, ele também atingiu um dos suportes da corrente de segurança do pátio da loja.

Para tentar conter o suspeito, o vigia efetuou disparo com arma de fogo na direção do carro, de acordo com Delano. A Polícia Militar (PM) foi acionada e prendeu o rapaz em uma rotatória, que fica na mesma avenida da concessionária.

Em vistoria à loja, os policiais não encontraram peças de roupas que possam ser do suspeito. O rapaz foi encaminhado para a Depac Piratininga, onde foi autuado por furto qualificado mediante arrombamento. O rapaz não tinha passagens policiais, e a suspeita é que ele tenha problemas psiquiátricos. O veículo foi devolvido para a loja.

G1
Corpo é achado na Chácara dos Poderes; vítima teria sido morta a golpe de faca Corpo é achado na Chácara dos Poderes; vítima teria sido morta a golpe de faca

Moradores do bairro Chácara dos Poderes, em Campo Grande, acionaram a Polícia Militar (PM) na manhã deste sábado (17), após encontrarem o corpo de um homem em um matagal na Rua EW7 .

Policiais Militares atenderam a ocorrência Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

Segundo a PM, os cachorros latiam muito e os moradores, ao verificarem o que chamava atenção dos animais, encontraram o corpo.

Uma equipe de perícia da Polícia Civil esteve no local. Com o corpo, foram encontrados um maço de cigarros, um boné e um par de chinelos. Os objetos foram apreendidos.

Ainda segundo a PM, a vítima está sem documentos, aparenta ter entre 25 e 30 anos e ainda não foi identificada.

De acordo com a perícia, o corpo já estava em estado de rigidez, o que indica que ele estava há algumas horas no local. Ele estava com um ferimento na região do tórax, do lado direito.

A polícia suspeita que o homem foi morto com uma facada, em outro lugar e depois foi jogado no matagal na Chácara dos Poderes.

O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol). O caso será registrado como homicídio doloso na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e será investigado.

Linchamento: Família de pedreiro confundido com estuprador pede justiça Linchamento: Família de pedreiro confundido com estuprador pede justiça

O pedreiro Hugo Neves Ferreira, de 45 anos, que morreu ontem (15), linchado por populares, depois de ter sido confundido com estuprador, no Jardim Aero Rancho, em Campo Grande (MS), foi sendo velado em uma igreja evangélica, na Rua Graciliano Ramos e o.sepultamento ocorrerue às 13h, no Cemitério Cruzeiro. Os familiares da vítima estão inconformados.

Pai da vítima tenta entender o que realmente ocorreu Foto Arlindo Florentino

O pai, Bruno de Oliveira Ferreira, de 66 anos, pediu justiça e disse não saber como as pessoas agridem as outras sem ter certeza do que aconteceu. A mãe, Rosa Tacian Correia, 60, veio de Corumbá (MS) para o sepultamento. A esposa de Hugo contou que ele era um bom homem e trabalhava como pedreiro, mas ficava violento quando bebia e as brigas eram constantes. Ele deixa um filho de 18 anos que morava com a avó e duas filhas, de 8 e 12 anos, com a atual esposa.

“Meu filho morava nos fundos da minha casa, era casado há 14 anos e jamais fez esse tipo de coisa. O único problema que ele possuía era com o álcool. No dia dos fatos, ele tinha brigado com a esposa e pulou do muro para sair de casa, já que ela trancou o portão e não o deixou ir embora”, afirma o pai da vítima, Bruno de Oliveira Ferreira, 66 anos.

O pai conta que ouviu a discussão e pediu a eles para “pararem de escândalo”. Ele ainda estava aguardando um telefonema, de outro filho hospitalizado e que precisaria de uma cirurgia de apendicite, às pressas. “Assim que falei para acabarem com a discussão, eles ficaram em silêncio. Mas foi o instante em que meu filho pulou o muro e enganchou o short, inclusive ferindo a virilha neste momento”, explica o pai.

Segundo o pai da vítima, Hugo voltou para casa com ferimentos na cabeça, tórax e demais regiões. Uma testemunha informou à polícia, que populares viram o homem nu e o agrediram por acharem que ele seria um estuprador. Hugo chegou a ser socorrido, porém não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso de homicídio doloso é investigado pela 5ª Delegacia de Polícia. “A Polícia está na rua para localizar e identificar os possíveis suspeitos”, diz o delegado João Reis Belo. Qualquer denúncia pode ser feito pelo telefone (67) 3323 – 6700.

Homem corre nu pela rua e morre após ser linchado por populares no Aero Rancho Homem corre nu pela rua e morre após ser linchado por populares no Aero Rancho

Ontem (15), um homem de 45 anos foi espancado até a morte ao ser confundido com estuprador. Hugo Neves Ferreira chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu. O caso aconteceu por volta das 11h45 da manhã na rua Berta Lúcia, no Jardim Aero Rancho, em Campo Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, a pai disse que o filho havia ingerido bebida alcoólica após uma briga com a esposa. De acordo com o pai, ele morava nos fundos de sua casa. Logo após a confusão, ele saiu pulando os muros e uma grade de ferro e que seu short e cueca teriam ficado enroscados nas grades que havia pulado. Saindo andando nu pelas ruas do bairro.

Ao retornar para casa, pessoas que estavam em um bar o confundiram com um estuprador e o agrediram. Hugo chegou a sua residência todo machucado na cabeça, tórax e várias regiões do corpo.

Vendo o estado do filho, o pai imediatamente acionou o Corpo de Bombeiros e a vítima foi encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

O caso foi registrado como homicídio doloso, quando há intenção de matar, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do bairro Piratininga e será investigado pelo 5º DP.

Operação “Contra o Crime” prende duas pessoas no Sul do Estado Operação “Contra o Crime” prende duas pessoas no Sul do Estado

Deflagrada na manha desta quinta feira em vários municípios de Mato Grosso do Sul, a operação ‘Pacto Contra o Crime’, coordenada pela Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), sediada na capital e que reuniu integrantes dos diferentes organizações de segurança, prendeu duas pessoas em Mundo Novo.

Fabio Rogério e Rogério Pacheco, ambos presos durante a operação policial em Mundo Novo – Foto: Divulgação

De acordo com as informações policiais, Fábio Rogério Bigoto e Rogério Pacheco Leite acabaram detidos durante a ação.

Ambos já cumpriram pena por tráfico de drogas e tentativa de homicídio. Eles receberam mandados de prisão pela Segunda Vara de Execução Penal de Campo Grande.

De acordo com as informações da polícia, eles ocupam cargos importantes numa quadrilha que age dentro e fora dos presídios do Estado. Três mandados de busca e apreensão também foram cumpridos, resultando na apreensão de drogas, celulares e anotações contábeis alusivas ao tráfico.

Ação contra o crime quer prender 85 integrantes do PCC só no Estado Ação contra o crime quer prender 85 integrantes do PCC só no Estado

A Polícia Civil deflagrou a operação “Pacto contra o Crime” na manhã desta quinta-feira (15) em seis cidades de Mato Grosso do Sul. O objetivo é o cumprimento de 85 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão de pessoas suspeitas de envolvimento com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que age dentro e fora fora dos presídios.


Operação Pacto Contra o Crime aconteceu em Campo Grande e também no interio Foto: Divulgação

Todos os suspeitos foram indiciados pela Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco), que coordenou a ação. De acordo com o delegado João Eduardo Davanço, foram 10 meses de investigação.

Ainda segundo o delegado, a investigação apontou que os integrantes da facção criminosa conseguem dinheiro com a prática de diversos crimes como tráfico de drogas, comércio ilegal de armas de fogo, roubos e homicídios. As ações são executadas pelos integrantes em liberdade e comandadas pelos líderes do grupo, de dentro dos presídios.

O objetivo da operação é o cumprimento de mandados em Campo Grande, Corumbá, Dourados, Dois Irmãos do Buriti, Mundo Novo e Três Lagoas. Mais de 100 policiais

CRIMES

De acordo com a Polícia Civil, essa facção criminosa obtém lucro por meio de crimes, como tráfico de drogas, associação para o tráfico, comércio ilegal de armas de fogo, roubos e homicídios. Todos esses crimes são cometidos por foragidos ou integrantes do PCC que estão em liberdade, a mando dos líderes das facções, a maior parte deles presos, que dão ordens de dentro das penitenciárias.

A maioria das pessoas identificadas durante a operação tem passagens por tráfico de drogas, roubo, homicídios e porte ilegal de arma de fogo.

A Operação Pacto Contra o Crime conta com apoio das unidades da Polícia Civil subordinadas ao Departamento de Polícia Especializada (DPE), Departamento de Polícia da Capital (DPC), Departamento de Polícia do Interior (DPI), Departamento de Inteligência Policial (DIP) e Acadepol, bem como a Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo (CGPA) da Sejusp e Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

O balanço da Operação será divulgado às 14h30min de hoje, em entrevista coletiva, que acontecerá na Delegacia-Geral de Policia Civil, no Parque dos Poderes em Campo Grande.

Presos  por assalto a posto e balear vigia consumiram droga antes de cometerem o crime Presos por assalto a posto e balear vigia consumiram droga antes de cometerem o crime

Três pessoas foram responsabilizadas pela tentativa de roubo e disparo de arma de fogo contra o vigia Nivaldo José da Silva, de 52 anos, que segue internado em coma na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa, desde a noite de 26 de abril.

Brenno Menezes Dias de 23 anos, e Clayton Pereira Arantes de 35 anos foram presos Foto:Gerson Walber

Dois deles foram apresentados na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), na manhã desta quarta-feira (14). Brenno Menezes Dias, de 23 anos, e Clayton Pereira Arantes, de 35 anos, confessaram à polícia, que eles, um adolescente de 16 anos e um outro rapaz estariam numa praça consumindo droga antes do crime.

O grupo decidiu assaltar o posto de combustíveis, porém apenas Brenno desceu do carro e anunciou o assalto. Armado com um revólver calibre .38, Brenno anunciou o assalto ao caixa do estabelecimento. O vigia do local, Nivaldo José da Silva, 52 anos, tentou impedir o crime e foi atingido por um tiro no rosto.

O menor de 16 anos chegou a ser ouvido pela polícia, mas na ocasião foi liberado porque não havia ordem de apreensão. Ele está sendo procurado desde que o mandado judicial foi expedido. Um outro maior também está sendo procurado pela polícia.

De acordo com o delegado Fabiano Nagata, que conduziu as investigações, o primeiro a ser preso foi Brenno. “É ele quem aparece nas imagens efetuando o tiro contra o vigia. Como ele estava de ‘cara limpa’ e já tem passagem, conseguimos chegar até ele”, ressalta.

Com a prisão de Brenno em sua residência, ele delatou os demais, que também foram encontrados em casa. Já a arma usada no assalto não foi localizada.

Brenno já tem passagem pela polícia por posse e porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas , roubo, desacato e homicídio. Já Clayton há histórico de porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e lesão corporal. E o adolescente já foi responsabilizado por lesão corporal.

Polícia prende dois acusados de assaltar posto e balear vigilante na Capital Polícia prende dois acusados de assaltar posto e balear vigilante na Capital

A polícia prendeu dois suspeitos de assaltar um posto de combustíveis e balear um vigia, em Campo Grande (MS). O crime ocorreu no dia 26 de abril, no cruzamento das ruas Padre João Crippa e Eduardo Santos Pereira, no Bairro Monte Castelo.

Os assaltantes, um adolescente de 16 anos e Clayton Pereira Arantes, de 35 anos se passaram por clientes e exigiram dinheiro do caixa. O vigia Nivaldo José da Silva, de 52 anos, que tentou impedir o crime, foi baleado no rosto por um dos bandidos.

Os criminosos fugiram e não levaram nada.

Clayton foi detido pela equipe do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar), na noite desta segunda-feira (12).

As imagens do circuito de segurança do local foram encaminhadas à Delegacia Especializada, onde mostra que o suspeito entrou no estabelecimento, pediu uma latinha de cerveja, que foi pega pelo vigia, mas na hora de pagar pela bebida, tentou anunciar o assalto. Ocasião que houve que a vítima lutou com o suspeito e foi atingido. Não foi informado quem entrou no estabelecimento

Segundo informações da assessoria de comunicação da Santa Casa, Nivaldo está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), desde o dia seguinte do crime. Seu estado de saúde é estável, porém grave. Ele teve melhora clínica e não passou por cirurgia, pois a bala está alojada na cervical.

A apresentação dos suspeitos será amanhã (14), às 9h, na Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos (Derf).

Quatro menores são acusados de espancar e matar jardineiro no Panorama Quatro menores são acusados de espancar e matar jardineiro no Panorama

Quatro adolescentes, sendo dois de 14 anos e dois de 16 foram apreendidos ontem (12) acusados de participação na morte de Pedro Sebastião de Souza, de 59 anos.

A vítima foi encontrada pelo amigo que teria ido à casa devolver o documento que a mesma havia perdido. (Foto: Simão Nogueira)

O crime aconteceu no interior da casa onde a vítima morava na Rua Tibagi, próximo a Rua Três Poderes, no Bairro Jardim Panorama, em Campo Grande. Dentre os infratores está uma garota, que seria namorada de um dos menores.

O pai de um dos garotos de 14 anos levou o filho ontem até a Delegacia de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij). O menino foi ouvido e indicou a participação de outros três adolescentes. Todos moram na mesma região onde o crime aconteceu.

O grupo contou para a polícia que Pedro estava sentado no meio-feio, próximo a sua casa, por volta das 5h, quando foi abordado e agredido pelos adolescentes, que queriam roubar o aparelho celular do homem.

Depois de agredir a vítima na rua, os menores a levaram para a casa, onde procuraram dinheiro, mas não acharam. Pedro então foi novamente agredido.

Temendo ser reconhecido pelo morador, um dos menores resolveu matá-lo. No entanto, para a polícia, um adolescente acusa o outro de ter praticado o assassinato.

Já o facão, de aproximadamente 45 centímetros de lâmina, estava num campo de futebol, que fica entre as ruas Tibagi e Três Poderes.

O caso continua sendo apurado por investigadores da Deaij.

Correio do Estado
Cliente é baleado durante tentativa de assalto a banco dentro do CMO Cliente é baleado durante tentativa de assalto a banco dentro do CMO

Um homem foi baleado na perna em tentativa de assalto, em frente a agência do Banco do Brasil, por volta de 13h, localizada no Comando Militar do Oeste (CMO), na Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande.

Mesmo com segurança reforçada, agência do Banco do Brasil do CMO registrou assalto nesta segunda-feira (Foto: Marcelo Vitor)

Segundo a asessoria do CMO, um comerciante com um malote para o banco quando começou a ser seguido por dois homens em uma moto.

Notando a perseguição, o homem, parou na agência e correu para evitar o assalto, momento no qual os criminosos atiraram duas vezes. Um dos tiros acertou a perna de um cliente da agência que tentava ajudar o comerciante.

Os bandidos fugiram em direção à Avenida Prefeito Lúdio Martins Coelho sem levar o malote e estão sendo procurados pela polícia.

AUDÁCIA

Segundo o chefe da comunicação social do CMO, Luis Fernando Barbosa Ribeiro, é a primeira vez que o ponto, com segurança reforçada e munido de câmeras de vigilância, registrou assalto.

Para ele, o comerciante, vítima do assalto, “já vinha sendo perseguido há um bom tempo”. “Acreditamos que o plano dos bandidos era abordar no semáforo, mas como não conseguiram, continuaram a perseguição”, analisou.

A motocicleta Falcon preta com detalhes cinza, guiada pela dupla, foi roubada há uma semana em Campo Grande. O assalto tumultuou o trânsito na região e mobilizou policiais do batalhão da área central, do Bairro Coophatrabalho e da Vila Popular. A perícia está no local e a agência do Banco do Brasil foi fechada.

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares