Policial voltar para a home

Jovem baleado com dois tiros nas costas em escritório na Vila Ieda morre Jovem baleado com dois tiros nas costas em escritório na Vila Ieda morre

Um homem não identificado invadiu na tarde desta terça-feira (18), por volta das 15 horas, uma casa na Rua Monte Negro, na Vila Ieda, e atirou contra João Ricardo Gervásio Junior, de 28 anos. O homem foi atingido por dois disparos nas costas, um deles atingiu o pulmão.

Vítima não resistiu aos ferimentos (Foto: Cleber Gellio)

O jovem morreu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário), do Bairro Universitário, logo depois de ser socorrido. Amigos suspeitam que o crime ocorreu por engano.

De acordo com uma das vizinhas do imóvel, Evelyn Freitas, de 42 anos, foi possível ouvir três disparos e um pedido de socorro vindo de dentro da residência. Segundo ela João, era natural de Mato Grosso, estava morando em Campo Grande há um ano e é noivo da irmã do dono da casa.

A vizinha ainda disse que o jovem, que trabalhava no escritório com o irmão da namorada, foi atender um chamado pelo cunhado. Ao se deparar com o criminoso, ele viu a arma e, assustado, saiu correndo. O bandido que chegou a pé e não se sentiu intimidado pela presença de alguns pedreiros que trabalhavam em uma obra próxima do local.

Evelyn afirmou ainda que viu o autor dos disparos entrar em um carro que o estava aguardando do lado de fora da casa.

Segundo o cunhado de João, um dos suspeitos é um homem identificado como Caíque, que de acordo com o irmão da noiva da vítima teria roubado a moto de um amigo da família na última sexta-feira (14) e a polícia chegou a prender o suspeito, que acabou sendo liberado.

Atirador invade escritório na Vila Ieda e atinge homem com dois tiros nas costas Atirador invade escritório na Vila Ieda e atinge homem com dois tiros nas costas

Um homem não identificado invadiu na tarde desta terça-feira (18), por volta das 15h, uma casa na Rua Monte Negro, na Vila Ieda, e atirou contra João Ricardo Gervásio Junior, de 27 anos que foi atingido por dois disparos na região das costas, sendo que um deles atingiu o pulmão.

Estado de saúde da vítima é grave, avaliam bombeiros (Foto: Cleber Gellio)

De acordo com uma das vizinhas do imóvel Evelyn Freitas, de 42 anos, um homem vestindo bermuda e camiseta regata entrou no local de trabalho de João, efetuou dois disparos e saiu correndo e foi possível ouvir um pedido de socorro vindo de dentro da residência. Segundo ela João, que seria natural de Mato Grosso, estaria morando em Campo Grande há cerca de um ano e é noivo da irmã do dono da casa.

A vizinha ainda disse que o portão da casa estava aberto no momento em que o crime aconteceu e que o atirador chegou a pé e não se sentiu intimidado pela presença de alguns pedreiros que trabalhavam em uma obra próxima ao local.

A vítima estava consciente e caída no chão do imóvel quando o Corpo de Bombeiros chegou para atender a ocorrência.

João foi encaminhado, inconsciente, para a UPA Universitário. De lá, após passar por exames, ele deve ser transferido para um hospital.

Conforme uma testemunha que não quis se identificar, duas pessoas são as possíveis autoras dos disparos que acertaram João. A testemunha diz que é amiga de um cunhado da vítima e que uma moto roubada poderia ter motivado o crime.

Com Informações midiamax.com.br
Homens são rendidos por quadrilha armada e têm caminhonete roubada na Capital Homens são rendidos por quadrilha armada e têm caminhonete roubada na Capital

Quatro homens foram rendidos por pelo menos seis pessoas, sendo quatro homens e duas mulheres, em Campo Grande, para roubar uma caminhonete.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), as vítimas, com idade entre 20 e 25 anos, moram em Uberaba (MG) e estavam e estão em Campo Grande para fazer um curso. Eles saíram de uma cachaçaria localizada no cruzamento das ruas José Antônio Pereira e Fernando Corrêa da Costa e seguiram para o hotel que fica na saída para Cuiabá. No caminho foram rendidos por seis pessoas, quatro homens e duas mulheres, dentro de um veículo Monza

Segundo relato das vítimas à polícia, dois homens armados entraram na caminhonete e renderam o grupo. Eles foram levados para o macroanel rodoviário, próximo à avenida Três Barras, e foram amarrados e deixados em uma estrada vicinal, à beira dos trilhos que cruzam a região. Os suspeitos roubaram a caminhonete e fugiram.

Ainda segundo a PM, os rapazes conseguiram se soltar por volta das 5h30. Eles foram até uma chácara que fica na região e pediram socorro. O morador acionou a polícia.

As vítimas registraram boletim de ocorrência na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac). O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (Defurv). Nenhum suspeito foi preso.

Polícia Civil procura advogado acusado de atropelar e matar adolescente de 16 anos Polícia Civil procura advogado acusado de atropelar e matar adolescente de 16 anos

Segundo o delegado, testemunhas reconheceram o homem como condutor do Peugeot 307

A Polícia Civil tenta encontrar o advogado Ciliomar Marques Filho, 27 anos, acusado de atropelar e matar Alisson Cristian Valter Bueno, de 16 anos, na noite do último sábado (15), na Avenida Afonso Pena com a Ceará, em Campo Grande, e fugir do local sem prestar socorro.

Foto Vicenzzo Vicchiatti/midiamax.com

O delegado responsável pelo caso, Dimitri Palermo, da 3ª DP, está tentando entrar em contato com o advogado, que será interrogado e indiciado por homicídio culposo, qualificado pela omissão de socorro no trânsito e evasão do local.

De acordo com o delegado, testemunhas reconheceram Ciliomar como condutor do Peugeot 307 que atropelou a vítima, através de fotos.

O carro foi apreendido pela polícia e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro.

Dentro do Peugeot 307 foram encontrados dois cascos de cerveja, que estavam vazios, e uma embalagem de bebida isotônica, contendo uma pequena quantidade de líquido em seu interior.

Para conter rebelião na Unei, Choque usa granadas de efeito moral e cassetete Para conter rebelião na Unei, Choque usa granadas de efeito moral e cassetete

O Batalhão de Choque foi obrigado a utilizar granadas de efeito moral e ”uma carga de cassetete” para conter os internos da Unei Dom Bosco (Casa de Guarda Educacional), em Campo Grande, que fizeram motim na noite de ontem (14) e passaram a atirar pedras, ferros e madeira – retirados de janelas e portas – contra os policiais.

A reação dos menores infratores, do Pavilhão B,  ocorreu porque funcionários descobriram que eles estavam prestes a fugir.

Eles arrebentaram os cadeados com haste de ferro dos ventiladores e aguardavam os servidores adentrarem no pavilhão para rendê-los.

Com a descoberta do plano, os internos se revoltaram e passaram a quebrar janelas, portas e colocaram fogos nos colchões e roupas. Deixando um rastro de destruição (veja vídeo abaixo)

A Polícia Militar e equipes dos bombeiros foram chamados, além da equipe Rocam e Rotac.

Com a chegada do Batalhão de Choque os menores não se intimidaram e se recusaram a entrar nas celas, xingando os policiais de ”porcos”.

Com o fogo controlado pelos bombeiros, foi dada ordem para que os policiais adotassem formação de invasão e entrassem no pavilhão. Estes foram recebidos a pedradas, tendo a tropa utilizado granadas de efeito moral.

Mesmo assim os internos continuaram a reagir contra o Batalhão de Choque. Foi, então, dada ordem para uma ”carga de cassetete”, sendo atingido cinco dos rebelados.

Os menores acataram a ordem e entraram na cela. Feita a conferência, verificou-se que não havia ocorrido nenhuma fuga. Os líderes do motim foram levados para a delegacia.

Dupla rouba veículo foge da PM e para ao bater em árvore Dupla rouba veículo foge da PM e para ao bater em árvore

A Polícia Militar perseguiu e chegou a revidar a disparo de dois assaltantes – um deles seria menor – que renderam o estudante Frederico Barreto Novaes na Rua Marques de Lavradio, Jardim São Lourenço, próximo à uma conveniência e roubaram sua caminhonete e um celular, às 21h de ontem (14), em Campo Grande.

Caminhonete ficou danificada ao bater em árvore (Foto: Gustavo Monge)

Os marginais foram localizados na Três Barras e entraram com a caminhonete no pasto de uma fazenda depois de arrebentar a cerca com o veículo.

Na perseguição, foi feito um disparo pelos assaltantes e a polícia revidou.

O veículo acabou colidindo em uma árvore e os assaltantes fugiram deixando um celular e dois bonés.

O assalto

De acordo com o estudante à polícia, ele estacionou a caminhonete para comprar água na conveniência quando foi rendido pelo assaltante armado e que ele acredita ser menor de idade. O marginal exigiu as chaves do veículo e o celular

Em seguida, outro homem se aproximou e assumiu o volante. Os marginais fugiram em seguida em direção ao Anel Rodoviário.

A polícia foi acionada e conseguiu localizar os marginais, dando então início à perseguição.

Assaltante que matou Policial Civil foi baleado pela PM, chegou a ser socorrido, mas morreu na Santa Casa Assaltante que matou Policial Civil foi baleado pela PM, chegou a ser socorrido, mas morreu na Santa Casa

Paulo Vieira Torrete Junior, de 22 anos, ficou conhecido nos últimos dias como o “Ladrão Mascarado”, matou na noite de ontem (12) o policial civil, Weslen de Souza Martins, de 36 anos, na Vila Nova Bandeirantes, em Campo Grande, morreu em troca de tiros com a polícia.

Paulo Vieira Torrete Junior havia saído há pouco tempo do presídio Foto Divulgação

De acordo com a PM, durante abordagem ao rapaz houve a troca de tiros. Ele foi ferido, levado para a Santa Casa, deu entrada às 22h58 e morreu 23h35. Um segundo suspeito identificado apenas como “Thiago Palhaço é procurado., Até um helicóptero da polícia é usado nas buscas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o policial civil foi atingido por um tiro no coração quando estava em uma farmácia localizada na rua Brilhante. Militares e socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu ao ferimento.

A primeira informação divulgada pela Polícia Civil era de que o suspeito do crime fugiu levando o celular do policial. No entanto, o delegado Fábio Peró, confirmou que o telefone roubado era do proprietário do comércio.

Ainda conforme o delegado, com “o Ladrão Mascarado” foi apreendido um revólver calibre 38 e uma máscara. De acordo com Peró, na fuga do comércio, o assaltante seguiu pela Rua Argemiro Fialho, em direção à Avenida Bandeirantes. Na esquina com a Rua Alexandre Fleming, no bairro Taquarussu, ele roubou um veículo Gol preto e continuou a fuga.

Depois disso, Paulo foi localizado e trocou tiros com a Polícia. Ele foi baleado e encaminhado em uma viatura da Polícia Civil para a Santa Casa, onde morreu.

Segundo divulgado pela Polícia Civil, Souza, como era chamado no meio policial, estava na instituição há quase 10 anos e era lotado na Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo.

Ele se formou na 8ª turma do Curso de operações Aéreas do Grupo de Operações Táticas, em São Luiz, capital do Maranhão, em maio de 2012. Na ocasião, segundo nota da assessoria de imprensa da Polícia Civil na época, o investigador se destacou em 1º lugar no grupo.

Policial civil é morto a tiros por assaltante em farmácia na Rua Brilhante Policial civil é morto a tiros por assaltante em farmácia na Rua Brilhante

O policial civil, Weslen de Souza Martins, 35 anos, da Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo (CGPA morreu na noite de hoje (12) depois de ser baleado com três tiros por um assaltante mascarado, em uma farmácia na Rua Brilhante, na Vila Bandeirantes, em Campo Grande.

Policial morreu no local. Socorristas tentaram reanima-lo

A tentativa de roubo ocorreu na farmácia Econômica 2066, às 19h40. Conforme as primeiras informações, o ladrão saiu correndo pela Rua Argemiro Fialho, em direção à Avenida Bandeirantes, quando encontrou o policial e trocou tiros.

O agente foi baleado com três tiros e o assaltante manteve a fuga. Na esquina das ruas Argemiro Fialho e Alexandre Fleming, no Bairro Taquarussu, ele roubou um veículo Gol preto e empreendeu fuga.

O Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço Móvel de Urgência), tentaram reanimar o policial, que estava a paisana no local, mas ele morreu no local.

Ele é irmão de um sargento do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Segundo a polícia, a irmã do bandido o teria denunciado, mas o homem ainda não foi preso.

Pai de menina carbonizada no Los Angeles acredita que morte não foi acidente Pai de menina carbonizada no Los Angeles acredita que morte não foi acidente

“Eu não acredito em acidente”. A frase é do pai da menina Ketlyn de 1 ano e 8 meses que morreu queimada na tarde de domingo (9), em Campo Grande. Abalado com a situação, ele não deu mais declarações sobre o caso.

Casa onde menina morava no Los Angeles (Foto: Juliana Aguiar/G1 MS)

Segundo a polícia, o fato aconteceu na casa em que a vítima morava, na rua Mansour Contar,.no Jardim Los Angeles, região sul da cidade. Na ocasião, a delegada plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Gabriela Stainle detalhou que, de acordo com testemunhas, a garota foi encontrada dentro de um chiqueirinho, de bruços, desfigurada, com os pés carbonizados e o restante do corpo queimado.

Vizinhos chegaram a socorrê-la, mas a criança não resistiu e morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Universitário.

As causas do incêndio ainda serão investigadas. No local, policiais civis e peritos encontraram muitas latas de cerveja e bitucas de cigarro no chão, inclusive perto do local em que a menina estava. O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

A mãe da criança, de 27 anos, foi autuada em flagrante por abandono de incapaz que resultou em morte. Ela não estava na casa quando a menina foi carbonizada. De acordo com a polícia, estavam na residência um irmão da vítima; a avó, que é cadeirante e não fala, e o namorado da mãe.

PRISÃO

A mãe da menina foi presa em flagrante em Campo Grande. A titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Regina Márcia Rodrigues, afirmou nesta segunda-feira (10), que a suspeita foi detida por abandono de incapaz que resultou na morte.

Na manhã desta segunda-feira, a equipe da Depca esteve na casa da vizinha que ajudou a socorrer a criança.

Regina explicou que precisa tentar contato com a avó da garota, que não fala por conta de um derrame cerebral que sofreu, para ela descrever de alguma forma o que ocorreu.

G1

Dupla rouba Hilux e morre em troca de tiros com a polícia no Coophavila II Dupla rouba Hilux e morre em troca de tiros com a polícia no Coophavila II

Thiago da Silva Botelho, de 21 anos, e Neri Faustino Rodrigo, de 16 anos, morreram após troca de tiros com policiais militares, na madrugada desta segunda-feira (10), no bairro Coophavila II, em Campo Grande. Segundo a Polícia Militar (PM), os dois foram atingidos durante uma abordagem. Eles eram suspeitos pelo roubo de caminhonete Hilux, no bairro Parati, na noite de domingo (9).

Caminhonete roubada na noite de domingo (9), com marca de tiro na porta (Foto: Tatiane Queiroz/ G1 MS)

O roubo ocorreu por volta das 21h. Na ocasião, de acordo com a PM, o dono do veículo, que é motorista e tem 69 anos chegava em casa, na Rua Amilcar Araújo Falcão e ao parar no portão, ele foi abordado por dois homens armados que anunciaram o assalto

Por volta da 0h30 desta segunda-feira, policiais da Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam) encontraram a caminhonete na Travessa Biju, no Coophavila II. Após algumas horas de buscas, de acordo com a PM, os dois suspeitos chegaram ao local, em um veículo um Prisma, com mais um casal, Wescley Ulias Santana, de 30 anos, e uma adolescente de 16 anos.

A troca de tiros ocorreu no momento em que o jovem e o adolescente entraram na caminhonete e os policiais fizeram a abordagem. Segundo a PM, durante a perseguição, o rapaz foi atingido por dois disparos no tórax e o garoto, por um tiro no abdômen e outro no tórax. Os dois foram socorridos por uma viatura da PM, foram levados para o Hospital Regional, mas não resistiram aos ferimentos.

O homem de 30 anos foi preso e a adolescente de 16 anos foi apreendida. Os dois foram levados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga. O caso foi registrado como roubo e formação de quadrilha.

A caminhonete foi recuperada e encaminhada à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga – área sul. Mesmo local onde foi registrado o crime.

Ainda de acordo com a PM, todos fazem parte de um grupo criminoso especializado em roubo de veículos, principalmente caminhonetes, que são revendidos no Paraguai e na Bolívia.

Os dois mortos têm diversas passagens pela polícia, desde roubo, homicídio, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e receptação. Em janeiro deste ano, o bando já havia sido autuado pelo roubo de um outro veículo.

Com os suspeitos mortos, foram apreendidos dois revólveres calibre 38, a caminhonete roubada e o carro usado pelo grupo para ir até o local.

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares