Policial voltar para a home

Mãe e filho são presos acusados pela morte de homem no Monte Castelo Mãe e filho são presos acusados pela morte de homem no Monte Castelo

Flausio Furtado de 63 anos foi morto com dois tiros na cabeça, na noite de sexta-feira (5), em Campo Grande.

Mulher mandou matar marido para ficar com herança Foto: Reginaldo Coelho/Capital News

A Polícia Civil prendeu a mulher dele, Aparecida Fernandes de Souza, de 42 anos, acusada de ser a mandante do assassinato, o filho dela, Thionatan Custódio da Silva, de 20 anos e apreendeu um adolescente de 17 anos, suspeitos de envolvimento no crime.

De acordo com o delegado Tiago Macedo, os dois jovens confessaram participação, mas a mulher nega.

O adolescente e Thionatan contaram ao delegado que o crime foi feito a pedido de Aparecida que queria ficar com a herança do marido.

Em pagamento pela morte de Flausio, o adolescente receberia uma moto da vítima e Thionatan ficaria com um carro dele. A parte da herança que ficaria com Aparecida seria uma casa de Flausio.

O crime aconteceu às 22h, no bairro Monte Castelo. De acordo com a polícia, a vítima estacionou o carro na rua Rio de Janeiro e foi atingido na cabeça. Aparecida estava com Flausio no momento do crime. Ela disse que passou mal e chamou o filho, que a levou para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Coronel Antonino. A Polícia Civil foi acionada.

Testemunhas residentes no local do crime disseram aos policiais que ouviram os disparos e uma moto com barulho muito alto. Outra equipe da polícia foi até o UPA para interrogar a mulher e estranharam o fato de, estando tão próxima, não ter visto ninguém ou fornecido algum detalhe, como o barulho da moto.

A mulher, o filho dela e o adolescente foram ouvidos em ambientes diferentes e todos entraram em contradição. Na UPA, os policiais encontraram uma moto usada pelo filho da suspeita. O veículo foi levado ao local do crime e as testemunhas reconheceram o barulho.

Os policiais confrontaram os suspeitos e o filho da mulher confessou participação. De acordo com o delegado, inicialmente, o adolescente negou envolvimento, mas acabou confessando e disse que atirou na cabeça da vítima.

O adolescente morava na casa da família há seis meses, segundo a polícia.

Conforme a polícia, ela morava com a vítima há dois anos e entregaria outro moto ao adolescente como pagamento por ter matado o idoso. O filho dela, segundo o delegado, deu apoio material, conduzido a moto para que o jovem pudesse atirar.
Mãe e filho estão detidos na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e o adolescente também prestou depoimento na delegacia e será encaminhado para uma Unidade Educacional de Internação (Unei).

Aparecida e Thionatan continuam na cela da delegacia e devem ser transferidos para a 2ª DP, onde o caso será repassado.

Com Informações do G1
Polícia apura se ossada achada perto de estrada é de Eliza Samudio Polícia apura se ossada achada perto de estrada é de Eliza Samudio

A Polícia Civil mineira investiga se uma ossada encontrada na cidade de Nova Serrana (133 km de Belo Horizonte) seria de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, desaparecida desde junho de 2010.

Foto Divulgação

A Justiça de Minas Gerais determinou a expedição da certidão de óbito da moça, no final de janeiro deste ano, a um cartório da cidade de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo o delegado Rodrigo Noronha, titular da Delegacia de homicídios de Nova Serrana, algumas coincidências o induziram a associar a ossada encontrada em uma vala, em entroncamento da BR-262, no final de janeiro deste ano, ao caso Eliza Samudio.

O policial aguarda um exame de DNA, que provavelmente ficará pronto na próxima semana, para checar se a ossada seria da moça. Esse exame será feito pelo IC (Instituto de Criminalística), da Polícia Civil, em Belo Horizonte.

O órgão já havia coletado, em 2010, material da mãe de Eliza para posteriormente comprovar que sangue encontrado em uma Land Rover, pertencente ao goleiro, era de Eliza.

Segundo o delegado de Nova Serrana, isso vai acelerar o procedimento.

Quatro pessoas já foram julgadas pelo crime e duas foram condenadas a penas em regime fechado, Bruno e o seu ex-braço direito dele Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão.

Vala

Conforme o policial, o corpo teria sido inicialmente enterrado, mas com as chuvas, houve uma erosão no local que evidenciou a existência dos ossos.

Noronha afirma ter recebido nesta semana um laudo do setor de Antropologia do IML (Instituto Médico Legal), de Belo Horizonte, confirmando que a ossada era de uma mulher, com aproximadamente 1,70m de altura e com a arcada dentária em “perfeitas condições”.

“Eu não descarto a possibilidade [de a ossada ser de Eliza]. A arcada dentária dela não é uma arcada comum de ser encontrada nas nossas vítimas de homicídio aqui na cidade. A dentição encontrada é perfeita”, afirmou.

Segundo ele, ainda foram localizados um cinto de boa qualidade e uma sandália número 37 que, conforme o delegado, era o mesmo número usado por Eliza.

“Está faltando parte da ossada. Está faltando o braço direito completo e boa parte da ossada das pernas. Pode ser que algum animal tenha levado, mas segundo as investigações, parte do corpo dela foi jogada para cachorros”, destacou o delegado.

Noronha ainda relembrou que havia um afundamento no lado esquerdo do crânio. O policial aludiu ao fato de que Eliza havia sido supostamente agredida por coronhadas desferidas por um primo do goleiro, ainda no Rio de Janeiro, quando teria sido sequestrada para ser levada a Minas Gerais.

Parentes

O policial disse ainda que a mulher de Macarrão, condenado a 15 anos de prisão pela morte da moça, tem parentes em uma cidade próxima a Nova Serrana.

“A família da mulher do Macarrão é de um distrito aqui perto chamado Alberto Isaacson. O trajeto mais fácil para quem vem da região metropolitana [de Belo Horizonte] é passando pela estrada onde esse corpo foi encontrado”, afirmou.

Conforme a investigação da Polícia Civil mineira, Eliza teria sido morta no dia 10 de junho de 2010 pelo ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, na casa do homem, que fica na cidade de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. A Polícia afirma que Eliza teria sido morta por esganadura.

Já conforme o delegado Rodrigo Noronha, foram identificados e comprovados pelo laudo a existência de dois orifícios provocados por disparos de arma de fogo no crânio e na coluna vertebral encontrados da ossada localizada na cidade.

“Vamos pedir para que seja feita a determinação do calibre. Mas acreditamos que não sejam de armas de grosso calibre”, disse.

Ele afirmou ter repassado as informações ao delegado Wagner Pinto, um dos responsáveis pelas investigações feitas sobre o sumiço de Eliza, e para o promotor de Justiça Henry Castro, representante do Ministério Público que atua no caso.

UOL Notícias
Adolescente é suspeito de matar menino envenenado no Itamaracá Adolescente é suspeito de matar menino envenenado no Itamaracá

Um adolescente é o principal suspeito de ter sido o assassinado o menino Kauan Sena Golube de 6 anos, encontrado amarrado, amordaçado e com um frasco de veneno ao lado, no Jardim Itamaracá em Campo Grande, no final da tarde de ontem.

Foto Reprodução TV Morena

De acordo com as informações preliminares, a suspeita é porque o adolescente há dias furtou R$ 50 da casa da mãe da criança e, no dia do crime, mudou-se e até agora não foi localizado.

A polícia esteve na casa da vítima. Conforme a perícia, foram encontradas marcas no pescoço de Kauan, principalmente na nuca, o sangue coletado estava escuro e grosso, a língua tinha cor diferenciada, o que indica a ingestão de produto químico.

Na casa não há sinais de arrombamento, quase nada foi levado apenas um aparelho de DVD. O frasco do veneno foi apreendido pela polícia assim como algumas roupas que teriam sido usadas para imobilizar a criança, uma camiseta desconhecida que teria aparecido ao lado de Kauan, também foi encaminhada para análise.

O corpo do menino já foi liberado do Instituto Médico Odontológico Legal (Imol) e o velório de Kauan, está previsto para começar hoje e o enterro será realizado amanhã.

CASO

A mão do menio a auxiliar de serviços gerais Aparecida de Sena Golube, 40 anos, estranhou quando Kauan não foi até o portão para encontrá-la, ao chegar do trabalho, na tarde de quinta-feira (4), em Campo Grande.

Foto Reprodução TV Morena

Ao entrar na casa, Aparecida encontrou o menino no corredor da casa, de bruços, com as mãos amarradas para trás e amordaçado. A mãe chamou pelo filho, que não respondeu. “Achei que ele estava brincando”. Kauan estava morto e a polícia suspeita que tenha sido sufocado.

Aparecida explicou que costuma sair de casa para trabalhar às 5h e retornar às 16h. De manhã, o menino ficava na escola e, à tarde, ficava sozinho, já que a irmã, de 10 anos, estuda no período vespertino. Segundo a Polícia Civil, a última pessoa da família a ver Kauan vivo foi a irmã, por volta das 12h50, antes de ir para escola.

O caso será repassado à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Menino é encontrado amordaçado e morto dentro de casa na Capital Menino é encontrado amordaçado e morto dentro de casa na Capital

A Polícia Civil investiga o caso de um menino, de 6 anos, encontrado morto dentro de casa na tarde de quinta-feira (4), no Jardim Itamaracá, em Campo Grande. Segundo a Polícia Civil, a mãe, de 40 anos, chegou do trabalho, por volta das 16h, e encontrou o filho deitado no chão, com as mãos amarradas com uma mordaça na boca.

A mãe relatou à polícia que saiu de casa para trabalhar por volta das 5h e deixou o menino com a irmã, de 10 anos. Por volta das 7h, a menina levou o irmão para a escola e, por volta das 11h, buscou o menino e o levou para casa. À tarde, a irmã saiu e o garoto ficou sozinho na casa.

No local do crime foram apreendidos uma camiseta – utilizada para amarrar as mãos da vítima, uma peça de roupa feminina – utilizada para amordaçá-la, um recipiente de inseticida e um pote de plástico. Não foram encontrados sinais de arrombamento na casa.

Uma das suspeitas da polícia é que o garoto tenha morrido sufocado. A outra possibilidade é de que a vítima tenha sido envenenada. A polícia também investiga se o garoto sofreu violência sexual.

A Polícia Civil aguarda o resultado dos exames periciais e os laudos do Instituto de Medicina Legal e Odontológico (Imol). O caso foi registrado como morte a esclarecer e deve ser investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

G1
Polícia prende quadrilha que furtava aparelhos eletrônicos na Capital Polícia prende quadrilha que furtava aparelhos eletrônicos na Capital

Sete pessoas foram detidas acusadas de envolvimento no roubo de uma casa no bairro Vilas Boas, em Campo Grande, na quinta-feira (4).

Foto Divulgação

 

Segundo informações da Companhia De Gerenciamento de Crises e Operações (Cigcoe), dois jovens – Luciano Mendes Reis, 18 anos, e um adolescente de 17anos – arrombaram o portão da casa e levaram dinheiro, joias, televisão e notebook. A proprietária, que conseguiu se esconder no banheiro, chamou a polícia.

O roubo aconteceu por volta das 16h, segundo dados da polícia. A vítima relatou que os suspeitos chegaram a tocar a campainha para verificar se tinha alguém na casa. Como ela não atendeu, arrombaram o portão. Eles tentaram forçar a porta do banheiro, onde a mulher se escondeu, mas não conseguiram.

A vítima informou ainda que a casa tinha sistema de segurança e o alarme disparou com a entrada dos suspeitos. Ela conseguiu pedir socorro pelo telefone celular e os policiais chegaram cerca de dez minutos depois.

Durante a investigação, a polícia recebeu denúncia anônima de que os suspeitos estariam circulando com o carro da vítima, um Celta ,no bairro Tiradentes.

Por volta da 1h desta sexta-feira (5), Fabio Henrique Negri Iudesneider, 22 anos, conhecido como ‘pereba’ e Fábio Henrique Negri Iodeslender, de 22 anos foram localizados. Eles confessaram o crime e levaram os militares até uma residência na rua Manoel de Oliveira Gomes, bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande.

O local funcionava como depósito de eletrônicos furtados pela quadrilha. Lá, foram apreendidos sete televisores, um videogame, três notebooks e uma furadeira.

Estavam na casa à namorada de Paulo, Milleny Alves Cantalice, 21 anos, e também Michel Weverton Rodrigues dos Santos, 20 anos, além do irmão de Milleny, um adolescente de 16 anos. Todos, segundo a Polícia, faziam parte da quadrilha.

Os dois rapazes que furtaram os eletrônicos na casa do Vilas Boas foram detidos nos bairros Estrela Dalva e Tiradentes durante a madrugada.

Os sete integrantes da quadrilha foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piraninga.

 

Três brasileiros são presos com arsenal de armas na fronteira Três brasileiros são presos com arsenal de armas na fronteira

‘Três brasileiros foram presos pela Senad, Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, em flagrante ontem. O chefe da família, de 60 anos, e seus dois filhos, de de 27 e de 26 anos, estavam em uma casa no bairro Mariscal Estigarribia, em Pedro Juan Caballero, próximo a linha de fronteira com o Brasil, quando foram surpreendidos pela equipe de agentes antidrogas. O local fica bem próximo à fronteira com Ponta Porã.

A casa é a mesma onde aconteceu um assassinato ano passado
Foto : Leo Veras

Durante as buscas na residência um verdadeiro arsenal foi encontrado: duas metralhadoras calibre nove milímetros; uma metralhadora calibre 45; um fuzil M1 calibre 765; duas escopetas calibre 12; duas pistolas calibre 9 milímetros com carregadores e vários cartuchos de munição de diversos calibres e uma granada. Também foram apreendidos um quilo de cocaína e dois rádios de comunicação .

Os trabalhos foram acompanhados pelo promotor antidrogas do Ministério Público do Paraguai, Justiniano Cardoso que determinou a apreensão dos materiais encontrados e a prisão dos brasileiros.Uma caminhonete marca Sanyong com placas paraguaias PUE-364, também foi apreendida.O material apreendido ficou à disposição do Ministério Público do Paraguai.

Dois membros da família presa ontem foram assassinados no ano passado. Um era segurança do sobrinho de um empresário de Pedro Juan Caballero, ambos foram executados no centro de Ponta Ponta Porã. Dias depois desses assassinatos, o outro membro da família foi morto fuzilado em frente a mesma casa onde ontem o Senade encontrou as armas e a droga.

Com informações do Dourados Agora

 

Motorista que matou passageiro de táxi paga R$ 101,7 mil de fiança Motorista que matou passageiro de táxi paga R$ 101,7 mil de fiança

O administrador de fazenda Diogo Machado Teixeira, 36 anos foi solto na última terça-feira, após pagar fiança de 101.700,00.

Diogo Machado Teixeira/Foto: Vitor Chileno

 

Ele estava preso desde o dia 11 de fevereiro, por provocar a morte de um passageiro de um táxi e ferir mais duas pessoas em aciden na avenida Afonso Pena.

Segundo decisão do juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Carlos Alberto Garcete, que concedeu a liberdade provisória, a quantia de 150 salários mínimos é para resguardar o pagamento de indenização às vítimas em caso de condenação.

Teixeira também vai pagar pensão temporária mensal de R$ 3 mil para os dois sobreviventes. O magistrado ainda determinou que ele tenha a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa até o fim do processo. O documento deve ser entregue ao Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito).

O Juiz decidiu ainda que Teixeira também vai pagar pensão temporária mensal de R$ 3 mil para os dois sobreviventes. O magistrado ainda determinou que ele tenha a CNH suspensa até o fim do processo. Ele também deverá permanecer em casa no período noturno, compreendido entre as 20h e 6h horas, incluindo feriados e fins de semana.

Diogo Teixeira foi preso em flagrante no dia 11 de fevereiro. Ele dirigia a caminhonete Mitsubishi L-200 que atingiu um táxi, modelo Siena, no cruzamento da Afonso Pena com a Bahia.

O passageiro do táxi, José Pedro Alves da Silva Júnior, de 22 anos, morreu na hora. O amigo dele, Ramon Rudney Tenório Souza e Silva, de 21 anos, e o taxista Sebastião Mendes da Rocha, de 51 anos, ficaram feridos. Ramon deixou o hospital. Já o taxista segue internado na Santa Casa.

O condutor da caminhonete admitiu após ser preso ter bebido, mas atribuiu o acidente ao fato de estar mexendo no aparelho celular. O teste de alcoolemia registrou 0,59 mg/l. A perícia indica que a caminhonete estava entre 60 km/h e 70 km/h. Conforme a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), a velocidade máxima permitida na Afonso Pena é de 50 km/h.

Na decisão, o juiz observou que o acusado estava a apenas 10 km/h acima da velocidade permitida e que esta circunstância, apesar de ter agravado o acidente, não foi sua causa determinante. Além disso, afirmou o juiz, “apesar de a conduta do acusado – de dirigir sob efeito de álcool – ser reprovável, sob o ponto de vista administrativo, criminal e social, depreende-se dos depoimentos constantes nos autos, até o momento, que o acusado permaneceu no local, tentou socorrer os feridos e colaborou com os policiais e bombeiros”.

Desse modo, explicou o juiz, estas circunstâncias, somadas ao fato de que o acusado tem residência fixa, não possui antecedentes criminais e trabalha na propriedade rural da família, demonstram a desnecessidade da manutenção da prisão preventiva.

Ordem de roubo a caminhões em Campo Grande saiu de presídio Ordem de roubo a caminhões em Campo Grande saiu de presídio

Dois homens foram presos por suspeita de roubo a caminhões em Campo Grande. Odimar Guilherme dos Santos, 35 anos, vulgo ‘carioca’ e Gustavo Zavalo, vulgo ‘charada’, foram apresentados, na tarde desta terça-feira (2), na Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (Defurv) e a polícia acredita que a ordem para os crimes tenha partido de um presídio.

Carioca e Charada Foto Midiamax.com

Segundo a delegada Maria de Lourdes Souza Cano, “Charada”, que já estava preso, é apontado como mentor de uma série de sequestros e assaltos envolvendo veículos. Ele seria especialista em roubo de caminhões e é apontado como responsável por um roubo que aconteceu em 27 de fevereiro. “Carioca” promoveu uma noite de terror em Campo Grande, no dia 13 de março, com três roubos de veículos, dois estupros e seqüestros,

A ação nos assaltos é semelhante, de acordo com a titular da Defurv. Em ambos os crimes, as vítimas eram contratadas para realizar um transporte e, em determinado ponto, se encontravam com os suspeitos, que renderam as vítimas e roubaram os caminhões. As vítimas foram deixadas amarradas no mato.

Ainda segundo Maria de Lourdes, pelo modo como ocorreu os crimes, provavelmente o preso fazia o primeiro contato se passando por um cliente e os suspeitos executavam o roubo. Ela destacou que os caminhões são alvos por conta do alto valor de revenda.
“Carioca” disse à Polícia que a ordem não partiu do presídio e que o plano foi traçado por ele. Segundo ele, a intenção não era matar ou machucar as vítimas, apenas roubar o veículo.

Roubos

No dia 27 de fevereiro, a vítima foi contratada para fazer um transporte de areia e, no contato telefônico, ficou combinado que uma pessoa encontraria o transportador e indicaria o local para a descarga do produto. Na saída para Sidrolândia, o suspeito a rendeu com uma revólver calibre 38. O condutor do caminhão foi amarrado e deixado em um matagal por aproximadamente cinco horas. O veículo foi levado e vendido no Paraguai. Cada suspeito recebeu R$ 3 mil pelo crime.

Em outro assalto, no dia 13 de março, um caminhão que tinha um trator como carregamento foi roubado da mesma forma. Uma pessoa entrou em contato pedindo o transporte e rendeu o motorista e o manobrista que estavam no veículo com um revólver. Eles foram amarrados e deixados no matagal. O motorista foi contratado pelos supeitos para fazer o transporte do trator, mas como demorou a chegar no local, o veículo foi abandonado na região do distrito de Quebra Coco, próximo a Rochedo, a 89 km de Campo Grande.

Com Informações do G1
Presos dois que tentavam obter CNH com documento falso Presos dois que tentavam obter CNH com documento falso

Em Terenos (MS), na manhã desta terça-feira (02), policiais civis da Corregedoria de Trânsito prenderam, em flagrante, um homem que tentava utilizar declaração falsa de residência para renovar a sua habilitação (CNH) junto à agência de trânsito local.

Na ocasião, estava ocorrendo correição dos trabalhos na agência de trânsito, oportunidade em que os Investigadores foram avisados por um servidor do local.

Na sequência, os policiais realizaram o levantamento do suposto endereço de residência e constataram a falsidade do documento apresentado.

Na oportunidade também foi preso o proprietário do Centro de Formação de Condutores que orientou o candidato a agir de tal maneira.

Os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Terenos, onde está sendo lavrado o flagrante.

Papagaio é apreendido em casa de traficante na Capital Papagaio é apreendido em casa de traficante na Capital

A Polícia Civil cumpria mandado de busca e apreensão, e realizava a prisão de uma mulher por tráfico de drogas nesta segunda-feira (2), no bairro Dalva de Oliveira, em Campo Grande, quando acionou a Polícia Militar Ambiental (PMA), em razão de ter encontrado, no local, um animal silvestre da espécie papagaio, que seria mantido em cativeiro ilegalmente.

Ave foi apreendida durante cumprimento mandado de prisão por tráfico de drogas Foto: Divulgação:PMA

A ave e a gaiola foram apreendidas pela PMA e encaminhadas ao Centro de Reablitação de Animais Silvestres (Cras), da Capital. A acusada responderá pelo crime ambiental de manter animal silvestre em cativeiro sem autorização ambiental. A pena para este crime é de seis meses a um ano de detenção. Ela também foi multada administrativamente em R$ 500,00.

Em cumprimento ao mandado de prisão pelo crime de tráfico de drogas, a acusada encaminhada para a Delegacia Especializada em Repressão ao Narcotráfico (Denar).

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares