Novo salário mínimo aumento parcelas do seguro desemprego e abono do PIS

O Governo do presidente Michel Temer fez um aumento do salário mínimo abaixo da inflação, o que fez com que na prática, esse reajuste não fosse o suficiente para o cidadão comum manter as contas em dia.

Foi a primeira vez em mais de 10 anos que esse aumento não acompanhou o nível de inflação, já que o reajuste foi de 6,47%, enquanto que a inflação no período foi de 6,5%, ou seja, um pouco acima do que foi esse reajuste.

Carteira de trabalho e previdência Social
Carteira de trabalho e previdência Social

Com isso, os trabalhadores perdem um pouco do poder de compra, já que a inflação dos alimentos e dos produtos está acima do que eles recebem em seus empregos, o que é negativo para a economia do país.

Novo salário mínimo modificações

O reajuste do salário mínimo não altera somente o quanto os patrões devem pagar às empregadas, pois existe uma série de benefícios que leva o teto do salário mínimo para estabelecer o quanto se vai pagar.

Por exemplo, na questão do seguro desemprego, o aumento do salário mínimo também fez com que esse benefício social do Governo sofresse um reajuste de 6%. Além disso, outros complementos com Pis e Confins também sofrem um aumento.

Aumentos parcelas do seguro desemprego

Devido a difícil situação que vive o Brasil, as pessoas vem ficando cada vez mais tempo desempregadas e isso fez com que o Governo modificasse as regras do seguro desemprego, como por exemplo, aumentando as parcelas pagas aos beneficiários.

Dessa forma, ao invés dos beneficiários receberem três parcelas como era até atualmente, o Governo Federal passa a pagar cinco dessas parcelas, dando um tempo maior até que o trabalhador encontre um emprego e saia dessa situação incômoda, não precisando mais desse recurso estatal para sobreviver.

Além do aumento das parcelas pagas, também houve um reajuste do valor pago, graças a elevação do salário mínimo. Nesse caso, o seguro desemprego passa a pagar o valor de 850 reais, ao invés dos 800 que era feito até atualmente.

Com isso, as pessoas terão uma maior possibilidade de terem uma qualidade de vida maior, já que esse valor ajuda a milhares de desempregados.

Abono do PIS

Assim como o seguro desemprego 2018 e o salário mínimo 2018, o abono do PIS também teve um aumento, seguindo a faixa do salário mínimo. Esse benefício pago a todos os trabalhadores de empresas privadas, que possuam pelo menos três anos na mesma empresa e que não tenham outros tipos de ajuda do Governo, tem direito a receber esse benefício.

Que é uma espécie de décimo quarto salário, já que ele é pago ao final de cada ano, junto com o décimo terceiro salário. Por conta da crise, o abono do PIS, está sendo pago de forma parcelada, durante todo o ano de 2017.

Para saber quando você vai receber, basta ir até uma agência da Caixa Econômica Federal, junto com o seu cartão cidadão e perguntar para o atendente qual a data que esse benefício irá cair em sua conta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *