Postagens com as tags: Capital voltar para a home

Comerciantes poderão opinar sobre projeto de revitalização do Centro da Capital Comerciantes poderão opinar sobre projeto de revitalização do Centro da Capital

Associação Comercial convida empresários para analisarem e contribuírem com o projeto nesta terça-feira.

A Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) promove nesta terça-feira (30), às 19h, uma reunião com empresários para apresentar o projeto de revitalização da região central. Será uma grande oportunidade para lojistas opinarem sobre alterações e melhorias do será executado pelo poder público.

Imagem Ilustrativa

Na semana passada, o projeto que prevê transformar a Rua 14 de Julho num autêntico shopping a céu aberto, com arborização, sombreamento, ampliação das calçadas, proibição de estacionamento (entre Afonso Pena e Cândido Mariano) e criação de baias para embarque e desembarque, cargas e descargas, além de vagas para portadores de necessidades especiais, foi apresentado à Associação Comercial e outras entidades do setor em um encontro com o prefeito Olarte, na Esplanada Ferroviária.

“Gostamos do projeto, mas identificamos alguns pontos a serem melhorados. Vamos discutir com os empresários do centro e sugerir complementos, o que passará também pela avaliação dos técnicos. Estamos pensando nessa região como um grande centro comercial e queremos conforto e segurança para a população”, esclarece o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro.

De acordo com o diretor da ACICG, Luiz Afonso Assumpção, entre as sugestões que serão discutidas estão: implantação de postos policiais, ambulatorial e do Corpo de Bombeiros, câmeras de segurança, lixeiras, quiosques, entre outras necessidades que poderão ser apontadas pelos participantes.

Para poderem contribuir, todos os empresários estão sendo comunicados sobre a reunião. “Enviamos convites e anunciamos diversas vezes no último sábado – durante o evento Moda na Rua que aconteceu na 14 de Julho. Queremos unir o maior número de pessoas para que participem do que será feito no Centro”, disse o presidente do Conselho do Comércio Central da ACICG.

Após o encontro de amanhã, a ACICG vai enviar à Prefeitura um documento com o resultado do levantamento feito pela classe empresarial, com o objetivo de melhor atender os consumidores e manter vivo o comércio na região – o maior patrimônio cultural do Centro.

Bancários cruzam os braços hoje e 40 agências devem fechar na Capital Bancários cruzam os braços hoje e 40 agências devem fechar na Capital

Bancários de bancos públicos e privados decidiram em assembleias realizadas na segunda-feira (29) entrar em greve a partir desta terça (30), por tempo indeterminado, segundo informou em nota a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro).

Hoje, serviço bancário deve ficar prejudicado em MS
(Foto: Paulo Ribas / Correio do Estado)

Até as 22h desta segunda, 20 estados confirmaram adesão à greve, além do Distrito Federal: Acre, Amapá, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe.

O que para e o que funciona

Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT, informou que a greve será iniciada apenas em agências bancárias. Caixas eletrônicos, serviços de teleatendimento e centros administrativos continuam funcionando.

Porém, segundo Cordeiro, existe a possibilidade de estender a greve a outros setores se as negociações com a Fenabran (Federação Nacional dos Bancos) demorarem.

“A nossa greve sempre começa pelas agências bancárias. A cada dia que passa que isso [acordo entre a categoria e os bancos] não ocorre, a greve tende a crescer e atingir setores mais estratégicos”, diz Cordeiro.

Na Capital a greve começou com 80% das 40 agências bancárias do Centro fechadas, segundo o Sindicário (Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região). De acordo com a entidade, as agências que não abrirem ao público, a partir das 11h, têm planos emergenciais e por isso não deve faltar atendimento ou dinheiro nos caixas eletrônicos nos primeiros dias de paralisação.

Reivindicações dos bancários

Os trabalhadores que decidiram pela greve pedem reajuste salarial de 12,5%, além de piso salarial de R$ 2.979,25, PLR de três salários mais parcela adicional de R$ 6.247 e 14º salário.

A categoria também pede aumento nos valores de benefícios como vale refeição, auxílio creche, gratificação de caixa, entre outros.

Além do aumento de salário e benefícios, os bancários também pedem melhores condições de trabalho com o fim de metas consideradas abusivas, combate ao assédio moral, igualdade de oportunidades, entre outras demandas.

No sábado (27), o Comando Nacional dos Bancários confirmou o indicativo de greve mesmo após uma nova proposta da Fenabran (Federação Nacional dos Bancos).

As instituições financeiras elevaram o reajuste de 7% a 7,35% para os salários, enquanto o aumento no piso da categoria foi de 7,5% para 8%.

No entanto, os novos índices foram considerados insuficientes pelos bancários em reunião realizada em São Paulo.

Em 2013, os trabalhadores do setor promoveram uma greve de 23 dias, que foi encerrada após os bancos oferecerem reajuste de 8%, com ganho real de 1,82%.

A duração da greve na época fez a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) pedir um acordo para o fim da paralisação, temendo perdas de até 30% nas vendas do varejo do início de outubro.

Bandidos ‘tocam terror” na Capital, com assaltos, tiros e arrombamentos Bandidos ‘tocam terror” na Capital, com assaltos, tiros e arrombamentos

Os marginais ”tocaram o terror” em Campo Grande em apenas nove horas, em pontos diferentes da cidade, conforme registros policiais.

Os bandidos agiram em pontos de ônibus, residências, e em frente a locais de balada, disparando contra as vítimas (sem atingi-las), agredindo outras com coronhadas.Além disso, foram registrados arrombamentos em casas e veículos.

Um dos casos ocorreu às 23h deste sábado quando uma mulher chegava em casa, na Vila Marli, em sua caminhonete Hillux e percebeu dois homens na esquina, próximo à residência. Ela até que por medida de precaução passou direto mas, depois, decidiu retornar e ao entrar em casa e o abrir o portão, foi rendida.

Um dos marginais apontou a arma para sua cabeça e exigiu o veículo. A vítima disse que ficou calma e entregou as chaves e sua bolsa para os assaltantes. Eles queriam entrar na casa, mas acabou convencidos pela mulher de que o bem mais valioso era justamente a caminhonete.

O marginal que assumiu o volante chegou a atingir o muro ao dar marcha-ré. A dupla fugiu em seguida.
A polícia foi avisada e encontrou a caminhonete abandonada nas proximidades. Os policiais foram informados ainda que, quando abandonaram o carro, tentaram parar o motorista de um Celta que não obedeceu. Diante disso, os marginais fizeram disparos, mas não atingiram a vítima.

Motociclista

Horas antes, mais precisamente às 21h30min, um motocilista saiu da igreja na Vila Nasser (região da Vila Marli onde ocorreu o roubo da Hillux) quando, ao parar num, quebra-mola, ouviu dois disparos e logo em seguida um veículo surgiu em alta velocidade parando ao seu lado.

”Só quero a moto!”, gritou um dos homens de dentro do carro apontando a arma. A vítima entregou a moto e ouviu a ordem para que corresse imediatamente, sob pena de ser morto a tiros.

”Tapa na cara”

Outra ação de marginais foi registrada, às 22h, no Jardim Mansur quando pai e filha foram abordados por um homem que anunciou o assalto. O homem reagiu desferindo um tapa no rosto do bandido que caiu e fez um disparo sem atingir ninguém. Em seguida, o bandido correu e fugiu em uma moto onde seu comparsa o esperava.

Coronhadas

No Bairro Jockey Club, às 21h, uma mulher desceu do ônibus quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta. Um deles desferiu-lhe uma coronhada e fugiu com sua bolsa.

Dez mil

Às18h, no Jardim Canguru, um comerciante que estava acompanhado do pai e um empregado, ao descer do carro foi rendido por três homens. Sob ameaça de armas, ele foi roubado em R$ 10 mil que estava no porta-luvas e, ainda, uma lâmina de cheque de R$ 1 mil. Seu funcionário também foi obrigado a entregar o aparelho celular.

Arrombamentos

Às 03h25min quando chegava em casa, no Jardim Tijuca, um morador viu dois homens saindo de moto e um deles disse: “Perdeu! Perdeu!”, fugindo em alta velocidade.

Ele verificou que os marginais tinham arrombado a porta de sua residência, roubando notebook, televisão e pares de tênis.

Até fogão

Na Coophasul, às 19h, morador encontrou sua casa arrombada de onde os marginais levaram certa importância em dinheiro, filmadora, TV e até fogão. Um dos vizinhos disse que acionou três vezes o 190 quando viu dois homens agindo na região uma vez que tinham tentado entrar em outra casa e, ainda, furta um carro.Os marginais chegaram a isolar a cerca elétrica para poder entrar.

Carros arrombados

Às 03h da madrugada deste sábado, ao sair de uma casa noturna nos altos da Avenida Afonso Pena, uma mulher encontrou o vidro de seu carro quebrado. Sua bolsa que estava no veículo foi furtada.

Na Vila Gomes, ao sair de uma palestra às 22h de ontem, também uma mulher teve o vidro do carro quebrado e, do interior do veiculo, os marginais levaram a bolsa da vítima.

Com Informações Coreio do Estado
Comitê político de Valdir Cardoso será inaugurado neste sábado na Capital Comitê político de Valdir Cardoso será inaugurado neste sábado na Capital

Neste sábado (27), acontecerá em Campo Grande a inauguração do comitê do candidato a Deputado Federal, Valdir Cardoso, tem um encontro marcado, as 19 horas, na Avenida Calógeras nº 91 em frente ao cemitério Santo Antônio.

Reinaldo e Valdir juntos nesta jornada

Com o apoio de várias lideranças, amigos e correligionários, Valdir Cardoso representará uma grande força na luta pela na concretização de propostas que venham contribuir para o fim da corrupção em Mato Grosso do Sul e no Brasil.

Construindo sua candidatura dentro do PSDB, Valdir Cardoso acredita e apoia a candidatura de Reinaldo Azambuja ao governo do Estado, pessoa que possui um legado positivo na melhoria da qualidade de vida das pessoas e além disso é um candidato FICHA LIMPA.

De acordo com, Jackson Nogueira, uma das coordenadoras da campanha, o candidato a Deputado Federal, Valdir Cardoso será uma voz que ecoará pelo Congresso Nacional refletindo mudanças significativas nas Políticas Públicas, um inimigo voraz dos corruptos e um grande defensor do seu povo. “Seu curriculo de vereador, prefeito de Campo Grande e deputado estadual o credencia a lutar por essa vaga na Câmara Federal. Ele é um exemplo de que é possivel fazer política trabalhando para o conjunto das pessoas, sem sujas as mãos com essa roubalheira que muitos políticos estão envolvidos, com casos divulgados todos os dias pela impressa local e nacional”, disse Nogueira.

Caminhão desgovernado ‘atropela’ veículos e atinge casa na Capital Caminhão desgovernado ‘atropela’ veículos e atinge casa na Capital

Uma carreta desgovernada arrastou um carro e uma motocicleta e invadiu uma casa na região central de Campo Grande na tarde desta terça-feira (23). O acidente ocorreu na Rua Saldanha Marinho, por volta das 14 horas.

De acordo com Amarildo Arantes, de 30 anos, ele trabalha em uma empresa de baterias para veículos e, no momento do acidente, trocava a bateria da carreta. O caminhão, segundo o homem que estava responsável pelo veículo no momento, está carregado com uma tonelada de produtos de um supermercado da Capital. A carreta, Mercedes-Benz, placas DJC-0850 de Rancharia (SP) estava estacionada em uma esquina da Rua Saldanha Marinho.

Caminhão derrubou portão de residência
(Foto: Aline Gabriela Barbosa Peres)

Segundo Amarildo, o responsável pela carreta tentou dar partida no veículo após a troca da peça, mas o caminhão não funcionou. Na segunda tentativa, o veículo ligou e o responsável saiu da carreta para  assinar a nota do serviço de troca de bateria. Nesse momento, a carreta começou a andar sozinha e desceu a rua.

De acordo com Amarildo, a Pampa branca, placas HRC-8326, de Campo Grande (MS) e a motocicleta Yamaha Factor YBR, roxa, placa HTR-1647, estavam estacionadas na frente do caminhão e foram atingidos. A carreta passou por cima da motocicleta e arrastou a Pampa até parar em uma casa. Antes de parar, o veículo subiu na calçada e atingiu um escritório de advocacia, um sobrado e uma outra casa, mas sem causar grandes danos.

Com o impacto da batida na última casa, os muros e o portão caíram, mas ninguém ficou ferido. A Pampa ficou presa embaixo do caminhão e o Corpo de Bombeiros foi acionado, pois houve derramamento de combustível. Uma equipe do BPTran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito) também esteve no local.

Midiamax
Menina que mobilizou famosos em campanha por doação de medula morre na Capital Menina que mobilizou famosos em campanha por doação de medula morre na Capital

Caroline de Leno, de 12 anos, que lutava contra há leucemia há três anos e mobilizou artistas em campanha por doação de medula óssea, morreu na noite de sábado (20), no Hospital do Câncer Alfredo Abrão, em Campo Grande, vítima de uma infecção.

História de Caroline mobilizou Thais e Michel Teló (Foto: Reprodução)

A menina foi internada na última sexta-feira (19), com pneumonia, e estava sendo tratada com antibióticos. No entanto, o quadro se agravou e ela passou a respirar por aparelhos. Famosos como Michel Teló, a namorada dele, Thais Fersoza, e a dupla Munhoz e Mariano, se envolveram na causa.

O velório acontece no Jardim das Palmeiras, perto da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), e o sepultamento será nesta segunda-feira (22), às 9h30min.

Homem leva tiro na boca ao tentar escapar de assalto na Capital Homem leva tiro na boca ao tentar escapar de assalto na Capital

O motorista de um carro, de 60 anos, foi alvejado na boca por um disparo de arma de fogo após tentar fugir de dois assaltantes no bairro Carandá Bosque, em Campo Grande.

De acordo com informações do registro policial, a vítima conduzia seu veículo pela rua Vitório Zeolla, por volta das 22h30 de ontem (18) , quando foi abordada por dois ladrões armados em uma motocicleta.

Quando eles anunciaram o assalto, o homem acelerou o veículo e foi atingido na boca. Uma testemunha prestou socorro à vitima e a levou para o hospital.

O caso foi registrado na Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Chamamé tem museu e ganha festival totalmente dedicado ao gênero na Capital Chamamé tem museu e ganha festival totalmente dedicado ao gênero na Capital

É impossível ficar parado ou não soltar ao menos um grito animado aos primeiros acordes do som marcante do chamamé. Para os que vivem na fronteira, como os sul-mato-grossenses, o estilo musical é familiar, mas com origens pouco exploradas pelos mais jovens. Com o medo da cultura se perder entre os netos e bisnetos, um grupo de chamamezeiros de Campo Grande fundou em 2009, o Museu do Chamamé, localizado no bairro Chácara Cachoeira, região central de Campo Grande. Além de funcionar como um centro cultural, o grupo responsável pelo local conquistou neste ano oportunidade de realizar o 1º Festival de Chamamé de Campo Grande, na intenção de fortalecer ainda mais a cultura no estado.

Sede do centro cultural foi feito em formato de oca. (Foto: reprodução Facebook)

A celebração desta sexta-feira (19) será em dobro, pois além do pré-lançamento do festival é comemorado do Dia do Chamamé. A conquista ocorre depois de anos de intercambio com as cidades argentinas de Corrientes e de Puerto Tirol, reconhecidas internacionalmente como tradicionais centros desse estilo musical. “O estilo nasceu nesta região, a partir de uma mistura entre o batuque dos índios Guaranis e a teoria musical trazida pelos padres jesuítas”, explica Orlando Rodriguez, 72 anos, um dos criadores do Centro Cultural, que em 2012 recebeu o título de Sub-Sede dos Festivais de Corrientes e de Puerto Tirol, com direito a indicar representantes oficiais.

Nunca esquecendo as origens indígenas do estilo, os tijolos que compõem a casa do chamamé na capital sul-mato-grossense ganharam formato de oca. Com espaço suficiente para abrigar 86 pessoas, o local sempre acaba tendo mais convidados que o previsto nos saraus ocorridos mensalmente no dia 19, independente de cair em uma segunda-feira ou domingo. “O chamamé é uma festa improvisada. É sinônimo de boa vontade e oportunidade para compartilhar. Por isto, onde as pessoas tiverem reunidas é suficiente para fazer o baile”, afirma.

Com os primeiros registros musicais datados de 1930, o chamamé teve suas primeiras nuances ainda na Guerra do Paraguai, ocorrida na segunda metade do século 19, entre o cessar fogo das batalhas entre índios e portugueses. No Brasil, os estados de Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul são onde o estilo é mais apreciado. O músico Zé Corrêa é considerado o principal representante do estilo no estado, juntamente como nomes como Zezinho do Bandoneon.

Casal de bailantes de chamamé. (Foto: reprodução/Flickr)

As reuniões improvisadas são acompanhadas de toda uma cultura que envolve bem mais que o compasso 6×8, característico do estilo. Mas também roupa, dança, instrumento e comida específicas para tal celebração. O bandoneon é o instrumento musical que marca o estilo. De palhetas livres, utilizado principalmente na região do Rio da Prata, Uruguai e Argentina, o instrumento funciona como uma espécie de acordeom.

Som com dança marcante, o chamamé é feito para ser executada a dois, os bailantes ainda se inspiram nas origens do som para se vestir. Mulheres com saias longas e homens com chapéu na cabeça, como os trajes utilizados para trabalhar na roça. A indumentária não é regra para cair do chamamé, mas bastante folego é indispensável. Por isto, pratos como o milho, bori-bori e locro são recomendados aos que querem varar a madrugada na pista de dança.

Para quem quiser experimentar está animação de pertinho, o 1º Festival de Chamamé de Campo Grande se realiza nos dias 20, 21 e 22 de novembro, no Armazém Cultural, com a presença de destacados músicos argentinos, paraguaios e sul-mato-grossenses e conta com a parceria da Fundação Municipal de Cultura. Para quem não aquentar esperar, o pré-festival acontece nesta sexta-feira (19), às 20h, em sua sede à Rua Alfazema, 33, Chácara Cachoeira, e é aberto ao público.

Top Mídia News
Preso que fugiu de delegacia na Capital diz que tinha ‘fobia’ de ficar sozinho Preso que fugiu de delegacia na Capital diz que tinha ‘fobia’ de ficar sozinho

Medo de ficar sozinho em local fechado foi o motivo apontado por Gilberto Almeida Faria, 33 anos, para a justificar a fuga da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, no dia 6 de maio de 2014.

Suspeito fugiu de delegacia por medo de ficar sozinho (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)

Ele é acusado de matar um jovem a tiros em abril deste ano, no bairro Estrela do Sul, e foi recapturado pela polícia no último sábado (13), depois de ficar quatro meses foragido.

“Eu tenho [medo]. Sozinho eu fico com uma fobia, ainda mais com essa preocupação de gente querendo pegar meu neném”, explicou o suspeito, referindo-se ao filho recém-nascido, que, segundo ele, estaria sendo ameaçado por criminosos junto com outros membros da família.

Faria confessou o homicídio e alegou que agiu em legítima defesa porque a vítima estava ameaçando a família dele.

O crime aconteceu na madrugada do dia 13 de abril, na saída de uma festa no centro comunitário do bairro, após uma briga entre suspeito e vítima. “Mataram meu sobrinho, podiam matar qualquer um da minha família. Não atirei nas costas de ninguém. Ele estava ‘enjaquetado’ quando começou a briga, não sabia o que tinha na mão, por isso agi em legítima defesa”, justificou.

Execução

Conforme o delegado responsável pelas investigações, Weber Luciano de Medeiros, o acusado atirou seis vezes contra a vítima. Medeiros também informou que, conforme laudo pericial anexo ao inquérito, alguns dos tiros foram disparados quando a vítima estava de costas, fato que configura execução.

“Ele é perigoso e mentiroso também, inverteu toda a situação aqui. Ele e outras pessoas agrediram a vítima de forma covarde, na frente de dezenas de pessoas, e isso está provado nos autos. Após isso, ele mandou buscar a arma, porque ele era meio que um chefinho ali [no bairro], tanto é que ele tem o apoio de setores poderosos ali”, explicou.

Segundo o delegado, a morte do sobrinho atribuída por Gilberto à vítima não procede. “Realmente o sobrinho dele [suspeito] foi morto, mas na época quem matou foi um menor de idade, não a vítima”, afirmou.

Alarme

No dia 2 de maio, Faria foi preso e fugiu quatro dias depois, quando conseguiu quebrar o cadeado da cela onde estava sozinho. Ele alega que usou uma barra de ferro achada no telhado da delegacia para arrebentar o cadeado e fugir pela porta dos fundos da delegacia.

O suspeito nega que tenha tinha ajuda de outras pessoas para fugir e diz que a fuga não foi planejada. “Sai de uma forma que nem eu acreditei que sai”, afirmou.

No dia seguinte à fuga do preso, a delegacia instalou alarme com sensor de presença e câmeras de segurança dentro e fora da unidade policial. No momento da fuga havia apenas um policial de plantão, segundo Medeiros.

Conforme Medeiros, agora o suspeito vai responder pelos crimes de homicídio e fuga. Ele deve ser transferido para um presídio da capital sul-mato-grossense nos próximos dias.

G1
Funtrab abre 35 vagas em loja que será inaugurada na Capital Funtrab abre 35 vagas em loja que será inaugurada na Capital

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) informa no começo desta semana a abertura de 35 vagas em uma grande loja que vai ser inaugurada em Campo Grande. Todas as ocupações exigem ensino médio completo e não é preciso ter experiência anterior.

Funtrab abre 35 vagas em loja que será inaugurada na Capital

A loja está em fase de construção no Centro da cidade e oferece oportunidades para caixa (3 vagas); reserva (1 vaga); visual merchandising (5 vagas); reposição/ arrumação (4 vagas); venda (2 vagas); fiscais (10 vagas); manutenção (1 vaga); auxiliar de faturamento (1 vaga); atendimento e recebimento (5 vagas); promotor de cartão (3 vagas).

Mais detalhes sobre a empresa e os benefícios que serão concedidos aos trabalhadores contratados podem ser consultados no site da Funtrab.

Os interessados devem se inscrever diretamente na Fundação, com a apresentação de RG, CPF e Carteira de Trabalho, na rua 14 de Julho, 992. O atendimento é feito de segunda a sexta, das 7h30 às 17h30.

No Painel de Vagas no site também estão disponíveis informações sobre outras vagas de empregos intermediadas pela Funtrab.

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares