Postagens com as tags: Corpo voltar para a home

Corpo é encontrado em abismo no Inferninho em Campo Grande Corpo é encontrado em abismo no Inferninho em Campo Grande

O corpo de uma pessoa, ainda não identificada, foi encontrado na tarde de domingo (14) no abismo conhecido como “Inferninho”, localizado na zona rural de Campo Grande.

Abismo conhecido como Inferninho tem cachoeira
Foto Michel Lorãn/G1 MS

De acordo com a Polícia Militar, uma família de turistas foi até a cachoeira do local e encontrou o corpo. Em seguida, eles acionaram a polícia.

A PM disse que, segundo primeiras informações, o cadáver estava em um buraco, de aproximadamente 20 metros de altura, o que dificultou a retirada do corpo.

A PM também relatou que choveu no local durante os trabalhos de retirada do cadáver pelo Corpo de Bombeiros.

Ainda não há informações sobre causas da morte e em que circunstâncias o corpo foi parar no local. Equipes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, perícia e funerária estiveram no local.

G1
Pedreiro é encontrado morto em casa e com o corpo já em decomposição Pedreiro é encontrado morto em casa e com o corpo já em decomposição

Após denúncia de vizinhos, policiais civis e militares de Rio Brilhante, sul do Estado, se deslocaram até uma residência do bairro Pró-Moradia e lá encontraram uma pessoa morta.

O corpo foi transferido para o IML de Dourados Foto Divulgação

A vítima foi identificada como Francisco Simão Lopez, de 57 anos. O corpo já estava em adiantado estado de decomposição.

Segundo o site Rio Brilhante News, no início da noite de ontem (4), vizinhos de Francisco estranharam o período de sua ausência, que trabalhava como pedreiro, além de sentirem um forte cheiro exalado do imóvel.

Desconfiados, entraram no quintal e, através de uma das janelas da casa, visualizaram o corpo de Francisco em cima de um colchão na sala.

Uma equipe da PM foi acionada e, juntamente com a Polícia Civil e a perícia técnica de Dourados, constataram que na casa não havia sinais de arrombamento e nem sinal de violência no corpo da vítima.

Ainda de acordo o site, a última vez que moradores viram Francisco com vida foi no último dia dia 23 de novembro.

Como Francisco morava sozinho, o corpo só foi encontrado vários dias após sua morte, que de acordo com a perícia, pode ter ocorrida há mais de 10 dias.

Após a liberação do local, o corpo foi encaminhado ao IML de Dourados e o caso foi registrado como morte a esclarecer na delegacia de Rio Brilhante.

IMOL libera corpo errado e família vela e enterra desconhecido na Capital IMOL libera corpo errado e família vela e enterra desconhecido na Capital

A família do funileiro José Aparecido dos Santos, 49 anos, encontrado morto em casa na sexta-feira (21), enterrou, sem saber, o corpo de outra pessoa. Ninguém percebeu o erro no velório porque o cadáver estava em decomposição e o caixão permaneceu lacrado. A troca foi feita dentro do Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) de Campo Grande, que assumiu a culpa pelo ocorrido e informou ter aberto sindicância para apurar o caso.

Foto reprodução TV Morena

Quem foi sepultado no lugar de Santos foi o pedreiro Cícero Rosa, 55 anos, vítima de enfarto. “Ficamos todos perplexos. Todo mundo está indignado, revoltado e a situação está muito difícil para a família. O pessoal está inconformado”, diz o irmão de José Aparecido, Ademir Alves dos Santos.

Parentes do funileiro foram comunicados sobre o engano e o instituto providenciou a exumação. A família dele, que antes já havia reclamado da demora na liberação do corpo, agora vão ter que esperar a realização de uma nova perícia.

“Existe no Imol todo um procedimento padrão de realização de exame necroscópico em corpos em putrefação. Então existe uma série de exames que têm que ser realizados, inclusive o de raios-X, exame de DNA, exame necroscópico, exame interno do corpo”, afirma o diretor do órgão, Marco Antônio Araújo, justificando o longo tempo de espera.
O engano, segundo ele, foi cometido pelo agente funerário de plantão no momento de retirar o cadáver da câmara fria. “Houve um equívoco”, diz.

Com inforações do G1 e da TV Morena
Encontrado corpo de homem que desapareceu em pescaria Encontrado corpo de homem que desapareceu em pescaria

Militares das guarnições de Salvamento e Resgate do Corpo de Bombeiros encontraram o corpo de Maciel Vicente da Silva, 42 anos, também conhecido como Téo, boiando no Rio Aquidauana. As buscas permaneceram por quatro dias, desde quando ele desapareceu durante uma pescaria na região da Cachoeira do Morcego, distrito de Camisão. O corpo foi resgatado neste domingo (23), a poucos metros do local, após ser visto por moradores da região. A perícia da Polícia Civil também foi acionada.

Maciel Vicente da Silva tinha 42 anos Foto: Reprodução

No dia do desaparecimento, a mulher de Maciel relatou ao Corpo de Bombeiros que ele estava pescando à margem direita do Rio Aquidauana, acompanhado de outros ribeirinhos. Segundo ela, o marido se assustou ao perceber a aproximação da PMA (Polícia Militar Ambiental) e pulou nas águas. Desde então, os militares mobilizaram uma guarnição de salvamento aquático para realizar o trabalho de buscas.

De acordo com a PMA, a fiscalização ocorreu porque Maciel estava pescando em um local proibido para a atividade, além do agravante do período da Piracema, que começou no início deste mês. A unidade policial esclareceu que um dos homens, 23 anos, se entregou, enquanto outros dois – incluindo Maciel – pularam no Rio Aquidauana, no momento em que a equipe relatou ter ouvido um disparo vindo da margem oposta. Além da suspeita de tiro, a PMA alega que o barulho também pode ter sido de uma bomba, prática comum entre os pescadores para alertar sobre a presença de fiscalização.

Um dos homens que fugiu, 44 anos, acabou localizado pelos policiais militares ambientais. Ele estava sem camisa, muito molhado e negou a atividade ilegal no local, justificando que estava pescando em uma chácara. A equipe entrou em contato com o dono da propriedade, que disse desconhecer o homem. Os dois presos durante a operação foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, juntamente com três quilos de peixes e duas câmaras de ar de veículo, utilizadas como boias de flutuação.

Como o trecho da Cachoeira do Morcego é fundo e tem uma correnteza bastante elevada, as buscas por Maciel acabaram dificultadas. Antes do resgate, o corpo dele precisou ser amarrado pelos militares envolvidos no resgate.

O PANTANEIRO
Corpo de professor assassinado na Capital será sepultado em Pedro Gomes Corpo de professor assassinado na Capital será sepultado em Pedro Gomes

O corpo do professor Francisco Borges da Silva, 39 anos, mais conhecido como “Zico”, encontrado na tarde desta segunda-feira (17), às margens da BR-163 em Campo Grande será velado e sepultado em Pedro Gomes, onde mora sua família.

Foto: Via WhatsApp/Edição de Notícias

A família aguarda a liberação do corpo do educador, que passa por um exame necroscópico no IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para apontar as causas da morte e a arma utilizada no crime. A polícia descartou o uso de arma de fogo.

A previsão é de que, ainda nesta terça-feira (18), o corpo do docente deve ser levado para Pedro Gomes onde a família realizará uma celebração religiosa e em seguida o sepultamento no Cemitério Municipal. Os horários ainda não foram definidos.

Entenda o caso

“Zico” foi visto pela última vez por volta das 20 horas no domingo (9), saindo em seu veículo, um VW Gol branco placas 00L-9955, do condomínio Vale do Sol, onde morava, localizado no bairro Monte Castelo em Campo Grande. Depois de várias ligações para o celular dele sem nenhuma resposta, a família procurou a polícia.

Na quarta-feira (12), os investigadores que trabalham no caso teriam interceptado uma mensagem de texto recebida no celular do professor antes do desaparecimento. A polícia revelou que chegou até os envolvidos depois que as investigações revelaram que a mensagem havia sido enviada pelos autores, marcando um encontro com o professor em uma pousada, na região da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), onde foi executado.

Como ele foi executado na pousada e o barulho de disparos de tiros chamaria a atenção dos trabalhadores, a polícia descartou o uso de arma de fogo.

“Zico” teria sido morto no dia do desaparecimento e o corpo dele foi desovado às margens da BR-163 na saída para Cuiabá. O veículo foi encontrado no estacionamento de um supermercado a aproximadamente 6 quilômetros do local em que o corpo estava.

Pelo menos duas pessoas foram presas pelo crime e outras várias foram ouvidas. Os autores, que ainda não tiveram o nome revelado, confirmaram à polícia que conheceram o docente pela internet e trocavam mensagens com ele com a intenção de roubar o veículo.

Os autores disseram ainda, que não levaram o carro porque ele estava sem a documentação e sabiam que seria difícil retirar o veículo do Estado sem os documentos.

A polícia deve apresentar os envolvidos à imprensa ainda hoje.

Edição de Notícias
Fazendeiro foi morto no fim de semana, mas seu corpo ainda não foi achado Fazendeiro foi morto no fim de semana, mas seu corpo ainda não foi achado

O fazendeiro Péricles da Costa Marques, de 73 anos, dono da Fazenda Colorado, localizada na região do Abobral, no município de Aquidauana, sudoeste do Estado, foi morto a tiros neste fim de semana.

Segundo informações do registro policial, um trabalhador da região encontrou a casa da vítima aberta, revirada e com uma camisa suja de sangue no galpão. As marcas indicavam que um corpo havia sido arrastado pelo chão.

Algumas horas depois do crime, a Polícia Civil de Aquidauana recebeu a denúncia de que um homem esteve na casa de uma família, armado, anunciando que teria matado o proprietário da Fazenda Colorado, no Pantanal.

Os investigadores trabalham com os nomes de alguns suspeitos, que podem ser presos a qualquer momento. O corpo da vítima ainda não foi localizado.

O caso foi registrado como homicídio doloso.

Corpo de homem é localizado dentro de lago no Ibirapuera, diz GCM Corpo de homem é localizado dentro de lago no Ibirapuera, diz GCM

O corpo de um homem foi encontrado por agentes da Guarda Civil Metropolitana (CGM) dentro do lago do Parque do Ibirapuera, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo na tarde desta terça-feira (11). A localização ocorreu por volta das 13h20, próximo a uma área conhecida como Ladeira da Preguiça.

Segundo a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU), ainda não há informações sobre a identidade  da vítima. O local foi isolado para o trabalho da perícia e o caso será encaminhado ao 36º Distrito Policial, no Paraíso. A causa da morte é investigada.

Outros casos
Este não é o primeiro caso em de corpos localizados no parque. Em agosto de 2013, o corpo de um homem de 38 anos foi encontrado boiando dentro de um lago próximo ao portão 9. Em 2012, um cadáver em estado de decomposição também foi achado dentro do lago.

Em outubro de 2011, um homem entre 35 e 40 anos, foi encontrado e retirado do lago do Ibirapuera sem sinais de violência. O caso foi registrado no 35° Distrito Policial, no Jabaquara.

G1.com

 

Mulher põe fogo no próprio corpo em frente a Parlamento búlgaro Mulher põe fogo no próprio corpo em frente a Parlamento búlgaro

Uma mulher de 38 anos ateou fogo ao próprio corpo, na frente do Parlamento búlgaro em Sófia – anunciou o Ministério búlgaro do Interior nesta segunda-feira (3).

Com queimaduras em 90% do corpo, a vítima se encontra em estado crítico – informou o hospital no qual ela foi internada.

Mulher ateia fogo ao próprio corpo em frente ao parlamento búlgaro em Sófia, na segunda-feira (3) (Foto: AFP Photo/Romeo Cholakov)

Nem sua identidade, nem suas motivações foram divulgadas.

Segundo o Ministério do Interior, pelo menos seis pessoas puseram fogo no próprio corpo naBulgária, entre fevereiro e maio de 2013. Esse período foi o ápice de um forte movimento de protesto contra a corrupção e o alto custo de vida em um país, onde a média salarial chega a 400 euros, e uma família em cada cinco vive abaixo do limiar da pobreza.

A Bulgária é o país mais pobre da União Europeia.

Segundo um estudo recente, 69% dos búlgaros consideram que a situação do país é “insuportável”.

No ano passado, houve grandes manifestações no país, que levaram ao fim do governo de centro direita de Boiko Borissov. Ele voltou ao poder no início de outubro, porém, após um ano e meio de instabilidade política.

 

G1.com

Sobrinho de padre revela fotos ‘esquecidas’ de Che Guevara Sobrinho de padre revela fotos ‘esquecidas’ de Che Guevara

Oito fotos originais tiradas de Ernesto “Che” Guevara logo após a sua morte foram reveladas recentemente, quando se completa quase meio século (47 anos) da morte do revolucionário sul-americano.

Fotos ‘esquecidas’ de Che Guevara são encontradas na Espanha (Foto: AFP)

Elas foram mantidas em uma casa de família na aldeia Castilistar, na província espanhola de Zaragoza.

Foi Luis Cuartero, missionário espanhol na Bolívia naquela época, que levou as fotos para a Espanha, poucos dias após a morte do guerrilheiro.

Depois de ter sido fuzilado no vilarejo boliviano de La Higuera, na Bolívia, o corpo de Che foi levado em um helicóptero para o hospital em Vallegrande.

Lá, Che foi exposto na lavanderia do hospital, para que os jornalistas e correspondentes estrangeiros pudessem se certificar de que o revolucionário latino-americano estava efetivamente morto.

“Tinha uma barba negra e rala, cabelos longos e crespos e a sombra de uma cicatriz em seu rosto” descreveu o jornalista britânico Richard Gott, que conhecera Che na vida e conseguiu identificar o corpo.

As fotos guardadas por Luis Cuartero são desses dois dias em que o corpo de Che ficou exposto no local.

“Meu tio chegou a Espanha de barco para casar meus pais entre o fim de outubro e o começo de novembro de 1967″, lembra Imanol Arteaga, sobrinho de Cuartero, à BBC Mundo.

Che Guevara havia sido morto pelo Exército Boliviano alguns dias antes, em 9 de outubro de 1967. Ao chegar, o sacerdote contou à sua irmã que tinha dado as fotos a um jornalista francês.

Agência francesa acabou deixando guardadas as fotos do corpo de Che por décadas (Foto: AFP)

Investigação

Arteaga disse que a sua família tinha nenhuma simpatia especial por Che ou suas causas, e por isso as imagens acabaram esquecidas por décadas.

“Não demos muita importância”, disse Arteaga.

Anos se passaram até que a morte padre abalou emocionalmente o sobrinho que, pensando em seu tio, lembrou das fotos de Che que ele algumas vezes tinha ouvido falar em discussões familiares.

“Perguntei para minha tia se ela lembrava onde estavam”, relata Arteaga, que é vereador em sua cidade natal.

Arteaga começou a fazer uma pesquisa para descobrir o paradeiro das fotos como uma homenagem ao seu tio.

Ele procurou na Internet e, com um fotógrafo do jornal local “El Heraldo de Aragón”, consultou um especialista em fotografia.

Entre as fotografias, várias são do corpo de Che. Elas parecem ter sido tiradas em momentos diferentes.

Em algumas, ele aparece a jaqueta ainda no corpo sujo e em outras o corpo aparece limpo e parece posicionado para ser exposto.

Há também uma foto de Tamara Bunker, conhecida como Tânia, a companheira de Che na Bolívia.

Arteaga acredita que as fotos que conseguiu sejam de autoria de Marc Hutten, jornalista francês da Agence France Presse (AFP), que morreu em março de 2012.

Ele diz que as fotos têm diferentes texturas e que parece que umas foram feitas com filme colorido, mas foram reveladas em preto e branco.

O espanhol acredita que Hutten pediu a seu tio para tirar essas fotos caso algo acontecesse, já que sabia que ele retornaria a Espanha em breve.

Marc Hutten

Correspondente da AFP, Marc Hutten estava presente quando as autoridades bolivianas mostraram o cadáver de Che em Vallegrande.

Apesar de ser repórter, Hüttel repórter também tirou fotos de Che nesse dia histórico.

Depois de negociar cinco das fotos que estavam com Arteaga, Eric Baradat, editor–chefe de fotografia da AFP contatado pela BBC, disse que essas não são as que a agência têm em arquivo.

Mas Baradat também explica que muitas das fotos que Hutten fez naquele dia foram perdidas.

No total, Hutten teria usado “quatro ou cinco filmes naquele dia”, Baradat explica. Mas a agência de fotografia só mantém um deles.

O repórter enviou todas as fotos para a agência, mas por razões inexplicáveis, a AFP não publicou as fotos de Hutten por décadas.

“Elas estiveram aqui por muitos anos antes de serem distribuídas”, explica Baradat.

“Distribuímos só em 2002″, diz o editor-chefe da AFP. “Hutten tinha suas fotos em cores, enquanto na época fotógrafos profissionais quase sempre usavam o preto e branco.”

Foram fotos coloridas de Che Guevara em que ele aparece com um ar de “mártir” que influenciaram o presidente dos Estados Unidos Barack Obama a decidir não mostrar o corpo de Bin Laden, segundo o que diz o jornal Financial Times no obituário de Hutten.

Arteaga, que diz que falava diariamente por telefone com seu tio, nunca perguntou sobre a origem e autoria de imagens de Che.

“Foi uma das conversas que ficaram faltando”, diz ele, com tristeza.

G1.com

Militares encontram corpo de ex-jogador desaparecido no rio Paraguai Militares encontram corpo de ex-jogador desaparecido no rio Paraguai

Militares da Marinha localizaram o corpo do ex-jogador de futebol de salão, Marcos Martins Navarro, o “Abobrinha”, de 51 anos. Os militares estavam no navio-patrulha Penedo, que ajudava nas buscas, quando viram o corpo boiando, preso a camalotes, a uns 20 metros de onde havia desaparecido.

Ex-jogador pescava próximo a região do Tagiloma, com o genro e a filha Foto: Reprodução Facebook

Marcos desapareceu no Rio Paraguai, na tarde de ontem (28), em Corumbá. A Central de Operações do 3º Grupamento de Bombeiros recebeu o pedido de ajuda por volta das 14h.

A informação é que o ex-jogador pescava próximo a região do Tagiloma, com o genro e a filha. O local fica distante 20 minutos de barco do Porto Geral.

Com a chuva e vento no início da tarde, eles tentaram chegar à margem do rio, mas foram atacados por abelhas e os três pularam na água. Marcos desapareceu, enquanto o casal foi resgatado e levado para Corumbá, sendo encaminhado por equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao pronto-socorro.

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares