Postagens com as tags: acidente voltar para a home

Ônibus com crianças cai de ponte dentro de rio em Teresópolis, no RJ Ônibus com crianças cai de ponte dentro de rio em Teresópolis, no RJ

Um ônibus escolar com pelo menos 19 passageiros, a maioria crianças entre 10 e 14 anos, caiu de uma ponte de mais de cinco metros de altura e foi parar dentro de um rio na manhã deste sábado (8) em Teresópolis, na Região Serrana do Rio. O acidente foi por volta das 10h30 no Km 70 da BR-116, na localidade Holiday, no bairro Três Córregos.

Ônibus escolar caiu no rio na localidade de Três Córregos (Foto: Blog Claucio Mizael Repórter)

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel José Ricardo Leal, o motorista perdeu o controle ao tentar acessar a ponte e o fato do rio estar com o nível baixo pode ter contribuído para que não houvesse risco maior aos passageiros.

Ainda segundo os bombeiros, quatro crianças foram atendidas e liberadas no local e outras crianças chegaram a ser socorridas por populares. A assessoria do Hospital das Clínicas Constantino Ottaviano (HCTCO) informou que 13 crianças, a diretora da escola e o motorista deram entrada na unidade de saúde.

Acidente aconteceu por volta das 10h30 de sábado
em Teresópolis (Foto: Blog Claucio Mizael Repórter)

Ainda de acordo com o hospital, no momento, uma delas está com pedido de internação no Centro de Tratamento Intensivo (CTI); outra foi internada pela neurologia e uma terceira pela ortopedia. As demais estão em atendimento e observação para encaminhamento.

Os bombeiros detectaram uma rachadura na ponte, mas não souberam informar se ela surgiu no momento do acidente, ou se já existia, podendo ter acarretado na perda do controle da direção.

G1.com

Padre e duas catequistas morrem em acidente no noroeste do Paraná Padre e duas catequistas morrem em acidente no noroeste do Paraná

Três pessoas morreram em um acidente no começo da tarde deste sábado (8), na PR-180, entre Goioerê e Moreira Sales, no noroeste do Paraná. Entre as vítimas, estava o padre José Sidnei Calderan, da Paróquia São João Batista, de Moreira Sales, além de duas catequistas da igreja.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente foi entre um carro e um caminhão guincho que levava outro automóvel, próximo ao trevo de acesso a Moreira Sales. Até as 16h15, a polícia ainda estava em atendimento ao acidente e não tinha novas informações.

Segundo informações da igreja, o padre tinha 37 anos. Uma das catequistas, Elianete Hasegawa, de 41 anos, que também estava no veículo, era esposa do vereador Sérgio Hasegawa (PPS). A outra catequista era Marlene Cirino, que também participava de projetos da igreja.

O velório dos três mortos será realizado na Igreja Matriz de Moreira Sales.

Automóvel onde estavam o padre e as catequistas bateu de frente contra um caminhão guincho que levava outro carro (Foto: Claudinei Souza/ Arquivo Pessoal)

 

G1.com

‘Muita gente gritando’, diz pescador sobre acidente que matou 7 na Bahia ‘Muita gente gritando’, diz pescador sobre acidente que matou 7 na Bahia

O acidente que matou 7 pessoas e deixou 28 feridas em Itapebi, sul da Bahia, na noite de sexta-feira (7), comoveu moradores da região. Três pescadores que trabalhavam próximo ao local em que o ônibus caiu presenciaram os momentos de desespero dos passageiros. “O pessoal todo desesperado em cima do ônibus gritando, a gente quebrou o vidro e nós salvamos a vida das pessoas. Foi tenso, foi filme de terror. Se eu tivesse coração fraco não tinha resistido não. Muita gente gritando, a mãe com uma criança que estava morta e ela não queria sair de cima. Deu trabalho para tirar ela”, contou um dos pescadores.

Para a professora Nadilza Nunes, o acidente foi um choque para a população. Duas irmãs dela estavam no ônibus, uma sobreviveu e está internada, mas a outra não resistiu aos ferimentos provocados pela queda. “Foi um choque muito grande pra gente. Uma tragédia imensa, uma dor muito forte que a gente está sentindo”, conta emocionada. Entre os sete mortos está o motorista do ônibus, identificado como José da Silva Santos. Segundo a empresa de ônibus, uma das pessoas que comprou o bilhete, não embarcou.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu após a tentativa de ultrapassagem da kombi, que bateu no fundo do ônibus e provocou a queda do veículo no rio Jequitinhonha.

O ônibus chegou a ser arrastado pela correnteza por uns 30 metros. “É muito importante frisar que esse acidente, essa tragédia, foi provocado sim por uma ultrapassagem irresponsável, em local proibido, e nós temos uma testemunha ocular que eu conversei e ele narrou como foi que aconteceu”, revela Cláudio Santos, da PRF.

Agentes da delegacia de Eunápolis, no extremo sul da Bahia, informaram que o motorista da kombi será apresentado neste sábado (8), na sede da Coorpin de Eunápolis. O suspeito está detido na delegacia de Itapebi.

Acidente
Segundo informou a polícia na manhã deste sábado, de acordo com a lista de passageiros, 35 pessoas estavam dentro do ônibus que caiu no rio Jequitinhonha, no km 660, da BR-101, na região da cidade de Itapebi, na noite de sexta-feira (7). Ainda de acordo com a polícia, sete pessoas morreram, entre elas uma criança de seis anos, e 28 ficaram feridas. Dessas feridas, 24 foram encaminhadas para o Hospital Regional de Eunápolis, 2 para o Hospital de Porto Seguro, 1 no Hospital de Itapebi e 1 no Hospital de Itagimirim.

O ônibus, que seguia de Ilhéus para Porto Seguro, é da empresa Rota Transportes Rodoviários Ltda, de Itabuna. Em nota, a empresa informou que está “mobilizada para prestar assistência a todas as vítimas, providenciando o urgente e necessário atendimento médico hospitalar”. Ainda por meio de nota, a Rota lamentou o trágico acidente e manifestou solidariedade às famílias das vítimas.

A Itapebi Geração de Energia, responsável pela operação da Usina Hidrelétrica (UHE) de Itapebi, localizada no rio Jequitinhonha, informou que paralisou as três turbinas que estavam em atividade para contribuir com a operação de resgate de vítimas. Em nota, a empresa relatou que também colocou à disposição do Corpo de Bombeiros a equipe de brigadistas, treinados para atuar em situações de emergência na área da usina.

 

G1.com

Criança morre em acidente com carro do Conselho Tutelar na MS-134 Criança morre em acidente com carro do Conselho Tutelar na MS-134

No início da tarde desta quinta-feira (06), um acidente de trânsito com um carro do Conselho Tutelar da cidade de Anaurilândia deixou dois menores feridos e um deles veio a óbito horas depois. O fato ocorreu na rodovia MS-276, a aproximadamente 14 quilômetros da cidade de Batayporã.

Carro do Conselho Tutelar de Anautilândia capotou Foto Márcio Rogério/Nova News

O Fiat Palio Weekend, ocupado pelo motorista e tendo como passageiros dois irmãos, sendo um garoto de 09 anos e uma garota de 14 anos, residentes na Vila Quebracho, em Anaurilândia, retornava da cidade de Dourados, onde os menores realizaram exames médicos quando, no trecho entre Batayporã e Anaurilândia, ocorreu o acidente.

Segundo o próprio condutor, que não se feriu, ele teria dormido ao volante e perdido o controle do carro, que saiu da pista e capotou. Devido à violência do impacto, o garoto de 09 anos sofreu lesões na região da cabeça e apresentava sinais de desorientação, com possibilidade de traumatismo craniano.

Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros até o Hospital Regional Francisco Dantas Maniçoba, em Nova Andradina, de onde foi transferido para a cidade de Dourados, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a óbito durante a viagem. A criança foi identificada como Leonardo Santos Moreira Pires.

Já a adolescente de 14 anos, que estava menos ferida, recebeu os primeiros atendimentos e foi colocada dentro do veículo de um condutor que parou no local, para ser protegida do sol, até a chegada de uma ambulância do município de Anaurilândia.

Com o acidente, o veículo ficou bastante danificado. O condutor disse que todos os ocupantes usavam cinto de segurança. Além do Corpo de Bombeiros, a ocorrência foi atendida pela Polícia Militar Rodoviária (PMR), que interditou completamente a pista durante os procedimentos de resgate.

Após os trabalhos no local, a MS-276 ficou com tráfego liberado em apenas meia pista até que os trabalhos de remoção do automóvel fossem concluídos. (Colaborou Márcio Rogério). *Matéria editada às 17h36 de 06/11/2014 para atualização de informações.

Com Informações Nova News
Condutor de Gol morre em acidente na BR-262 Condutor de Gol morre em acidente na BR-262

Clodoaldo Mourão Arantes morreu em acidente entre dois carros, nesta quarta-feira (05), no quilômetro 440 da BR-262, próximo ao Posto Corrente, em Dois Irmãos do Buriti (MS).

Após sair da pista, condutor do Gol bateu em uma árvore
(Foto: Karlão / Buriti News)

De acordo com o site Buriti News, os veículos VW/Gol, conduzido por Clodoaldo Mourão Arantes, e VW/Voyage, dirigido por José Claudio Marcelino, vinham no mesmo sentido (Campo Grande/Aquidauana).

O Voyage tocou na traseira do Gol, e os dois condutores perderam o controle de direção. José saiu da pista, mas escapou ileso, assim como os passageiros do Voyage. O Gol também saiu da pista, e acabou batendo em uma árvore.

Clodoaldo não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Equipes dos bombeiros levaram mais de uma hora para retirar o corpo dele das ferragens do Gol. As polícias Rodoviária Federal e Civil também apoiaram no atendimento no trecho, onde foi registrado um congestionamento de mais de seis quilômetros.

Ainda segundo o Buriti News, o corpo de Clodoaldo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Aquidauana. Os ocupantes do Voyage prestam esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil de Dois Irmãos do Buriti.

O PANTANEIRO
Após tragédia com 13 mortos, laudo diz que carreta estava na contramão Após tragédia com 13 mortos, laudo diz que carreta estava na contramão

O Instituto de Criminalística de Araraquara (SP) concluiu que o motorista da carreta envolvida na colisão com um ônibus, que deixou 13 mortos no dia 27 de outubro, em Ibitinga (SP), estava na contramão. Segundo o laudo divulgado nesta segunda-feira (3), o caminhão tanque estava na faixa contrária da Rodovia Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), no quilômetro 370, quando o acidente aconteceu. Contudo, ainda não foi identificado o motivo pelo qual o motorista mudou de pista.

O laudo, que ficou pronto em apenas uma semana, deve ser enviado para o delegado de IbitingaCarlos Alberto de Oliveira, que está à frente do caso, que é investigado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Caminhão pegou fogo após o acidente envolvendo ônibus em Ibitinga (Foto: Alan Schneider/ G1)

Segundo o documento, o caminhão invadiu a pista contrária e o motorista do ônibus tentou desviar para a esquerda, mas não conseguiu e parte do veículo foi destruída na colisão. O ônibus trafegava a 84 km/h, acima do que é permitido no trecho, que é de 60 km/h por conta de obras na pista, conforme indica a foto de uma placa que estava no local. Ainda segundo o laudo, não havia sinalização no asfalto. Já a velocidade do caminhão é desconhecida, porque o tacógrafo foi danificado pelo fogo.

Jabotur e DER
O advogado da Jabotur, Leandro Galicia de Oliveira, informou que um laudo particular também apontou que o caminhoneiro estava na contramão. Ele disse ainda que o levantamento apontou que o ônibus estava a 82 km/h e que a placa com velocidade máxima de 60 km/h se refere ao trecho seguinte da pista.

Sobre a falta de sinalização, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que enquanto não terminar a obra de pavimentação, o local vai continuar sem a pintura no chão, mas ressalta que existem placas verticais com todas as indicações.

O caminhoneiro segue internado na Unidade de Tratamento de Queimados, em Catanduva (SP), e não autorizou a divulgação do boletim médico.

Outra versão
O laudo contradiz a versão apresentada por um caminhoneiro, em entrevista à TV TEM no dia 31 de outubro.  Segundo o homem, que não quis se identificar, o motorista do ônibus teria entrado da faixa contrária e causado o choque. A testemunha seguia em um caminhão logo atrás da carreta envolvida no acidente.

Ele afirma ainda que o ônibus estava em 45 graus parado na pista contrária, a da esquerda, onde seguia o caminhão e não tinha sinal que o veículo tinha sido arrastado. “Consegui chegar no ônibus. Ele estava 45 graus, mas presta bem atenção: na mão da carreta. Não tem sinal dele ter sido arrastado. Ele bateu e cortou, e carreta foi embora”, completa. O caminhoneiro também contou que chegou a conversar com o motorista do ônibus.

“Falei, o tio, o que o senhor aprontou? Ele meio dopado, com a cabeça fora de si por causa da tragédia. Ele desceu, a gravata dele não tinha nada, a roupa não tinha sinal nenhum de sangue. Ele desceu e foi para baixo junto com as meninas que estavam aglomeradas na baixada. Foi onde eu passei do outro lado e vi o resultado da tragédia”.

O acidente
Os estudantes da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto participavam de uma excursão à cidade de São Paulo (SP). Eles haviam saído da cidade de Borborema (SP) em três ônibus para conhecer pontos turísticos na capital paulista.

No retorno, um dos ônibus foi atingido por uma carreta na SP-304, no trecho entre Ibitinga e Borborema. O impacto arrancou a lateral do ônibus, arremessando os passageiros que se encontravam na fileira atingida. Ao todo, 11 morreram no local e duas pessoas no hospital. Em seguida, a carreta, que transportava óleo vegetal, pegou fogo e ficou totalmente destruída.

Sete estudantes e três professores morreram no local do acidente, além da diretora da Escola Municipal Ana Rosa, que acompanhava dois filhos no passseio. Dois estudantes morreram no hospital. Outras 24 pessoas ficaram feridas e foram levadas para as Santas Casas de Ibitinga e Borborema.

Além dos 13 mortos, 24 pessoas ficaram feridas. Três delas continuam internadas, duas na Santa Casa de Ibitinga e o quadro de saúde delas é estável, e o motorista do caminhão, Leandro Basalea, que está no Hospital Padre Albino em Catanduva e a família não autorizou a divulgação de informações sobre o estado de saúde dele.

Investigações
Em entrevista  no dia 31 de outubro, o delegado Carlos Alberto de Oliveira afirmou que “aparentemente seria o motorista do caminhão que teria invadido a pista contrária com a pista do ônibus e possivelmente o ônibus, na tentativa de se desviar, tentou desviar, mas mesmo assim acabou ocorrendo a colisão”. Ele ressaltou que as investigações continuam e os envolvidos serão ouvidos nos próximos dias. Ele também afirmou que não pode passar mais detalhes da investigação para não atrapalhar o andamento dos trabalhos.

Sobre as condições da rodovia, o Departamento de Estrada de Rodagem, informou, em nota, que o local está em obra e há sinalização dos trabalhos na pista em todo o trecho, que compreende os km 352,3 ao km 406,7, entre Ibitinga e Borborema. A nota informa ainda que a velocidade máxima permitida no local é de 60 km/h para garantir a segurança dos motoristas. O local passa por recape e, por isso, não há sinalização do solo. De acordo com DER, esse trabalho só é feito no final do recapeamento.

Volta às aulas
Os estudantes da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, em Borborema (SP), voltaram às aulas nesta segunda-feira (3), após quatro dias de luto pela tragédia abalou a cidade, que tem cerca de 15 mil habitantes. O acidente tirou a vida de oito estudantes e três professoras da unidade de ensino, além de uma diretora de outro colégio e de uma fotógrafa que acompanhava a excursão do grupo a São Paulo.

A Diretoria Regional de Ensino mobilizou uma equipe de 24 profissionais – entre psicólogos e assistentes sociais – para prestar auxílio a alunos e professores.

De acordo a representante da Diretoria Regional de Ensino, Leda Maria Zanardi Miguel, a equipe pedagógica optou por promover atividades lúdicas com os alunos, principalmente da sala 3º A, onde estudavam cinco estudantes que morreram no acidente.

“Todas as salas receberam monitores com o objetivo de confortar todos os alunos e professores. Nesta semana eles trabalharão formas de vivenciar esse luto, de colocar para fora toda a tristeza e saudade que eles estão sentindo. Por isso, convocamos a quantidade de profissionais da rede, professores com formação em psicologia para fazer esse trabalho”, explica.

Segundo ela, os profissionais permanecerão na escola durante toda a semana.

 

G1.com

Nave espacial da Virgin Galactic se acidenta em voo teste nos EUA Nave espacial da Virgin Galactic se acidenta em voo teste nos EUA

A nave SpaceShipTwo, da empresa Virgin Galactic, sofreu uma “anomalia em voo” nesta sexta-feira (31) e se acidentou no Deserto de Mojave. Segundo um porta-voz da polícia local citado pela agência Reuters, o co-piloto morreu e o piloto conseguiu abandonar o veículo antes de cair, sendo resgatado com ferimentos graves.

Imagem de destroço da nave Spaceship Two no deserto (Foto: AP)

Uma testemunha contou à agência AP que viu a SpaceShipTwo explodir no ar e, em seguida, cair no deserto. A autoridade de aviação americana disse que o contato com a nave foi perdido logo depois de se soltar da nave mãe WhiteKnightTwo, que a ajuda a decolar.

Imagens de televisão mostram destroços da nave no deserto e equipes de resgate trabalhando em solo. A SpaceShipTwo é um modelo de nave que deverá ser usado em voos suborbitais de turismo espacial. Ela fazia um teste nesta sexta.

“A SpaceShipTwo sofreu uma anomalia em voo. Um comunicado e informações adicionais serão divulgados em breve”, diz a mensagem da empresa a respeito, sem dar mais detalhes. A aeronave partiu do Deserto de Mojave, na Califórnia.

A nave WhiteKnightTwo, que levava a SpaceShipTwo até uma determinada altura propícia para a decolagem, pousou em segurança, segundo a Virgin Galactic.

Imagem de TV locla mostra equipe de resgate levando uma pessoa em maca perto do local do acidente da SpaceShipTwo (Foto: AP)

A Virgin Galactic, empresa fundada pelo magnata Richard Branson, pretende levar turistas ao espaço com suas naves. Por enquanto o esquema ainda está em teste, mas a empresa já vende a reserva de bilhetes para voos suborbitais comerciais com alguns minutos de duração, apesar de ainda não haver uma data para o início de suas operações.

Em seu site, a companhia propõe um preço de US$ 250 mil para que um interessado passe a fazer parte de “uma comunidade de mais de 600 futuros astronautas”. Além de Branson, celebridades, como o astro de Hollywood Leonardo DiCaprio, já reservaram um bilhete.

 

Colisão entre dois trens causa derramamento de óleo em Cubatão Colisão entre dois trens causa derramamento de óleo em Cubatão

Uma colisão entre dois trens, na manhã desta sexta-feira (31), causou o derramamento de pelo menos 8 mil litros de óleo no sistema de drenagem de águas pluvais de Cubatão (SP). O acidente aconteceu por volta das 7h45, na Vila São José, quando uma das composições saiu do trilho e colidiu com uma outra que estava parada. Um maquinista foi encaminhado em estado de choque para o Pronto Socorro da cidade e não corre risco de morte.

Veículo ficou encurralado entre o canteiro central e o trem (Foto: Roberto Strauss/G1)

Segundo o engenheiro da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) Enedir Rodrigues, os vagões estavam carregados de milho e o vazamento de óleo diesel foi causado por um rompimento no tanque de combustível de uma das locomotivas. “Foram 8 mil litros de óleo que vazaram. Esse vazamento atingiu o sistema de drenagem de águas pluviais da avenida Nove de Abril. Esse sistema é responsável por recolher a água da chuva e levá-la para uma galeria subterrânea”, explica.

Segundo Rodrigues, esse vazamento teria capacidade para contaminar a água de várias partes da região, já que a galeria desagua em alguns rios, mas a Cetesb trabalha com agilidade para evitar que a substância se espalhe para fora do bairro. “Estamos colocando barreiras de contenção e providenciando um caminhão a vácuo para fazer a remoção desse óleo diesel. Se o produto ficar confinado ele vai volatizar e criar uma atmosfera inflamável. Pode acontecer um incêndio, uma explosão e, por isso, vamos fazer o trabalho o mais rápido possível. A operação deve levar o dia todo e a segurança dos moradores está garantida”, afirma.

Com o forte impacto da batida, um dos vagões acabou indo parar no meio da rua e atingiu um veículo de passeio que passava pelo local. Já outro carro foi acertado pelos fios da rede elétrica que caíram após a colisão. Um dos lados da avenida precisou ser interditado por conta de vazamento de óleo no local.

O soldador Cristiano Leandro Felipe Roque é motorista do carro preto atingido pelo trem e disse que estava a caminho do trabalho quando se assustou com o acidente. “Hoje eu resolvi passar por aqui. Vinha na faixa da direita e escutei uma batida muito forte. Um rapaz que estava andando, com a batida, pulou para a rua. Quando prestei atenção eu vi que a frente do trem já estava saindo do trilho, joguei o carro para faixa da esquerda e pisei no freio. Soltei o cinto, abri a porta, os cabos desceram e bateram nas minhas costas. Depois disso eu saí correndo”, relata.

Sem luz
O ator Lourimar Vieira é morador do bairro e contou ter escutado, no momento do acidente, um forte barulho próximo de casa. “Tremeu tudo por aqui e fez um barulhão. Além dos vagões terem invadido a pista, três postes de energia também foram derrubados. Parece que foi sorte ninguém passar por ali naquele momento”, diz. Agentes da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) que estão no local confirmaram que pelo menos 2 mil usuários do bairro estão sem energia elétrica.

Em nota, a ALL, responsável pelos trens, informa cinco vagões foram afetados e que está apoiando a MRS Logística, concessionária que administra o tráfego no trecho, para averiguar as causas da ocorrência e tomar as providências necessárias no local o quanto antes. A responsável pelo trecho esclarece que, após análise inicial dos registros de sinalização e de comunicação no trecho indicou que não houve qualquer anomalia no sistema de controle de tráfego ou na via férrea e que seguirá nas investigações do ocorrido.

G1.com

Vítimas de acidente entre caminhão e caminhonetes em rodovia são identificadas Vítimas de acidente entre caminhão e caminhonetes em rodovia são identificadas

O acidente corrido nesta manhã na MS 306, envolvendo três veículos, foi provocada devido a uma ultrapassagem da S -10, dirigida pelo senhor Manoel Dias Batista, que seguia de Cassilândia sentido para Chapadão do Sul, que colidiu de frente com o Fiesta de Chapadão do Sul e posteriormente em outra S-10 de Paranaíba. Segundo o motorista da carreta, após a colisão a S-10 de Manoel subiu a uma altura de 5 metros de altura e caiu sobre a outra S-10.

O acidente envolveu três veículos na MS 306 Foto: Divulgação Cassilândianews

““Freei a carreta, dei sinal de luz e ainda acenei com as mãos para tentar impedir aquela ultrapassagem”, disse José Augusto.”

Na S-10 prata de Cassilândia, estava Manoel Dias de Assis, de 82 anos, e sua funcionária Magda Aparecida De Jesus, de 42 anos. Os dois faleceram no local.

No Fiesta de Chapadão do Sul, que tinha três pessoas, identificadas como José Maria de Sousa de 50 anos, e Nicolina dos Reis Leal Sousa, de 56 anos, moradores da rua Costa Rica, no Parque União, que faleceram no local. O passageiro foi identificado como e Anderson Luiz Faria Carlos, de 32 anos.que teve fratura no braço direito. Informações é que eles estavam indo para Paranaíba fazer cotação de preço para materiais de construção.

Na S-10 preta, placas OOG-3445,de Paranaíba, estava o casal, Waldenir Cardoso da Silva, de 59 anos e Eny Aparecida De Souza Silva, de 43 anos, que estavam indo para Paranaíba. Há informações extraoficiais, que eles são donos do motel de Chapadão do Sul. O Casal teve fratura exposta nas pernas e braço e estão sendo atendidos na santa casa de Cassilândia

Com Informações ocorreionews
Acidente mata 10 e deixa 30 feridos em rodovia em SP Acidente mata 10 e deixa 30 feridos em rodovia em SP

Uma batida entre um ônibus e um caminhão, em Ibitinga, região de Bauru, no interior de São Paulo, deixou pelo menos 10 mortos e 30 feridos na noite de segunda-feira (27). O acidente aconteceu na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP 304). A maioria das vítimas tinha entre 15 e 17 anos.

Lateral do ônibus foi arrancada em colisão
(Foto: Divulgalção/G1)

O ônibus estava lotado de estudantes da escola estadual Dom Gastão Liberal Pinto, da cidade de Borborema, que voltavam de uma excursão em São Paulo. Entre os mortos estão seis estudantes, três professores e uma diretora, como informou o Bom Dia São Paulo. Os feridos foram levados para hospitais de Borborema e Ibitinga.
De acordo com testemunhas, a carreta, que transportava óleo vegetal, invadiu a pista contrária, provocando o acidente. O motorista do ônibus ainda tentou desviar, mas não conseguiu evitar a colisão. A lateral do ônibus ficou destruída. A mãe de uma estudante que sobreviveu ao acidente contou que grupo deixou Borborema no domingo (26).

A secretaria de Educação, Maria Ângela de Martins, contou que três ônibus participavam da excursão. Dois deles já tinham chegado ao destino final. “Essa empresa de ônibus sempre fazia as viagens [organizadas pelas escolas]”, observou a secretária.

A secretária contou que os feridos mais graves foram levados para um hospital em Ibitinga. Os feridos leves foram para Borborema. “A cidade está procurando dar maior assistência aos familiares, mas é um momento muito difícil”, disse.

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares