Postagens com as tags: acusado voltar para a home

Acusado de atropelar e matar motociclista alega briga no trânsito Acusado de atropelar e matar motociclista alega briga no trânsito

Ricardo André Rodrigues, 28 anos, acusado de matar o motociclista na Rua Catiguá, no Jardim Canguru

Ricardo André Rodrigues, 28 anos, acusado de matar o motociclista Lucas Silveira Leite Ortiz, de 19 anos, no dia 16 de julho, prestou depoimento na manhã desta terça-feira (22), na 5ª Delegacia de Polícia.

Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado
Ricardo André Rodrigues, 28 anos, acusado de matar o motociclista na Rua Catiguá, no Jardim Canguru

O advogado dele, Abadio Rezende disse que foi contratado ontem (21) à noite. Ricardo contou a ele que “parece” que dois motociclistas que o autor não conhecia o perseguiam e, assustado, atropelou um deles.

Ricardo, segundo o advogado, seria primário e sem nenhuma passagem pela polícia. Ele foi até a delegacia acompanhado da esposa e do filho do casal, de 9 meses.

Ainda de acordo com o advogado, Ricardo não teve a intenção de matar o motociclista. Segundo ele, houve uma briga de trânsito porque Lucas se irritou ao ser fechado num cruzamento e começou a perseguir Ricardo. O autor tentou despistar a vítima, que manteve a perseguição e, ao se aproximar, deu chutes na porta do carro do acusado.

O motociclista foi embora e Ricardo desceu para verificar o estrago no veículo, quando percebeu que a vítima voltava. O motorista então arrancou e tentou mais uma vez despistar Lucas e outros dois motociclistas, que se juntaram na perseguição. “Quando chegou próximo ao posto Bonatto achou que tinha despistado, mas não tinha. Foi quando arrancou o carro e atropelou a vítima.”

Correio do Estado
Acusado de assaltos e que se exibia no Facebook é morto ao reagir à prisão Acusado de assaltos e que se exibia no Facebook é morto ao reagir à prisão

Ao ser cercado depois de perseguição pela região do Bairro Parati, em Campo Grande, Joel Willian Reis da Silva Cruz, 18 anos, teria atirado contra os policiais, sendo baleado. Levado para Santa Casa, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. O fato ocorreu na noite de ontem (18).

Joel chegou a se exibir no Facebook com arma e dinheiro roubado

A vítima, segundo Boletim de Ocorrência, é acusada de horas antes de ter participado – em companhia de dois comparsas – de assaltos na região.

De acordo com a polícia, Joel estava em companhia outros dois homens em um Fiat Uno. Eles roubaram uma pizzaria, uma conveniência e também renderam uma pessoa para roubar uma moto.

A Polícia Militar foi avisada e passou a fazer ronda até localizar o veículo que trafegava pelo Bairro Parati. Foi quando teve início à perseguição. Em dado momento, o motorista do veículo parou em uma rotatória e tentou fugir, sendo preso em seguida. O passageiro, identificado como Joel, desceu e atirou, sendo baleado.

O condutor do veículo disse aos policiais que o terceiro assaltante estava indo para a casa da mãe com a moto roubada. Ele também acabou sendo preso momentos depois.

Facebook

Em abril deste ano, Joel foi preso por integrar um grupo que assaltava motoristas e roubava carro que pretendia levar para o Paraguai. Eles agiam nas proximidades do Shopping Norte-Sul Plaza.

No Facebook Joel chegou a postar foto, armado, e mostrando dinheiro.

Luciano Huck é acusado de incentivar turismo sexual Luciano Huck é acusado de incentivar turismo sexual

Luciano Huck acabou se envolvendo em uma polêmica daquelas nas redes sociais ao criar um quadro para turbinar o ‘Caldeirão’, da TV Globo, na Copa do Mundo.

Internautas detonaram apresentador nas redes sociais Foto: Divulgação TV Globo

O apresentador publicou um texto no site da atração, em seu perfil no Twitter e no Facebook recrutando jovens interessadas em arrumar um namorado estrangeiro.

‘Carioca? Solteira? Louca para encontrar um príncipe encantado entre os ‘gringos’ que estão invadindo o Rio de Janeiro durante a Copa? Chegou a sua hora. Mande fotos e porque você quer um gringo ‘sob medida”, postou, com um e-mail para as moças entrarem em contato com a produção.

Internautas não gostaram nada da ideia e detonaram Huck nas redes sociais. Muitos acusaram o marido de Angélica de estar incentivando o turismo sexual na Copa do Mundo.

‘Se é leniência eu não sei, mas se idiotice fosse crime o Luciano Huck pegava perpétua’, criticou um internauta.

Outro seguidor do famoso chegou a lembrar o apresentador sobre o artigo 227 do Código Penal, que fala sobre ‘induzir alguém a satisfazer a lascívia de outrem’.

A repercussão negativa da ideia acabou fazendo com que Huck apagasse a mensagem de seu perfil no Facebook. Isso, contudo, não significa que a produção desistiu de levar a ideia adiante. A mensagem continua no ar no site da atração.

FAMOSIDADES
Preso viciado acusado de matar e atear fogo ao corpo de homem para roubar Preso viciado acusado de matar e atear fogo ao corpo de homem para roubar

Carlos Gonçalves, de 22 anos, acusado de matar o comerciante Luis Alberto Rogeski, 59, foi preso na noite de ontem (24), em Alto Taquari (MT). Policiais civis de Costa Rica (MS), onde o jovem estava com mandado de prisão em aberto, se deslocaram até Mato Grosso para buscá-lo.

Carlos Gonçalves foi capturado em Alto Taquari Foto: Divulgação

O acusado será apresentado em coletiva de imprensa às 10h. Carlos é conhecido no meio policial como “homem-aranha”, pois, em seus crimes, escala alturas aparentemente impossíveis. Ele já foi preso cinco vezes por delitos na cidade.

Foto Eu Conto Tudo

De acordo com a Polícia Civil, Carlos foi surpreendido pelo proprietário do mercado no momento em que praticava mais um de seus crimes. Para garantir a impunidade, ele matou a vítima de forma cruel e depois ateou fogo em seu corpo. Em seguida, o acusado fugiu do município. Conforme o delegado Cleverson Alves dos Santos, Carlos é usuário de drogas.

Com informações do Eucontotudo.com

Acusado de provocar incêndio para matar ex-mulher é preso e nega crime Acusado de provocar incêndio para matar ex-mulher é preso e nega crime

O mecânico Claudio Inácio Simões, de 40 anos acusado de atear fogo em uma casa com oito pessoas no bairro Mário Covas, em Campo Grande, teria planejado o crime horas antes.

Cláudio f oi preso no sábado Foto Minamar Junior

Segundo a delegada Franciele Candoti, responsável pelas investigações, Cláudio, que foi preso no sábado (21), retirou a gasolina de uma motocicleta, pulou o portão da casa e ateou fogo em um colchão encostado no imóvel de lona e madeira.

O caso aconteceu no dia 30 de maio, após uma briga do casal. Claudio foi preso pelo crime de tentativa de homicídio. Ele foi encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher).

De acordo com as investigações, após a briga do casal, a vítima foi até a casa da amiga para passar uns dias. A mulher alega que o marido sempre foi violento com ela, porém ela temia pela gravidez.

No período da tarde, Claudio foi até o imóvel e como não conseguiu fazer as pazes com a esposa, ele utilizou a gasolina da motociclista do marido da amiga dela para fazer um coquetel molotov e jogou sobre um colchão que estava em um dos cômodos da residência.

O fogo se alastrou e as oito pessoas ao tentaram sair da casa, perceberam que o imóvel estava trancado pelo lado de fora, tendo que fugir pela janela. Além disso, uma das crianças que tem deficiência cerebral acabou se queimando.

O Acusado nega ter ateado fogo no local. “Eu fui lá com o carro do meu amigo para buscar o colchão e o resto de algumas coisas minhas que estavam na casa. Não sei o que aconteceu, mas assim que cheguei, começou o fogo”, disse o suspeito. Questionado sobre ameaças e agressões contra a ex-mulher, ele disse que não a espancava. “Eu apenas a agredi algumas vezes”, garantiu.

Ele responderá por tentativa de homicídio e pelo dano causado a cada uma das oito vítimas. Ele já tinha antecedente por roubo, receptação, violência doméstica, abandono de incapaz e lesão corporal dolosa.

Homem é preso acusado de abusar de criança de 6 anos Homem é preso acusado de abusar de criança de 6 anos

Um homem de 41 anos, morador na rua Araxá, no bairro Jockei Clube a 225 quilômetros de Campo Grande, foi preso na noite de ontem acusado de abusar sexualmente de um garoto de 6 anos de idade.

Segundo o boletim de ocorrência, o menino, vizinho do acusado, brincava em frente de casa na companhia de colegas. Quando ele entrou para casa foi banhar-se com a ajuda da mãe, de 26 anos, que constatou sangramento na roupa e no corpo do filho.

Levado para o hospital, médicos contataram que o menino havia sofrido abuso sexual. Para uma delegada de plantão, o garoto disse que teria sido o vizinho e que essa seria a quarta vez. Disse também que o homem teria ameaçado matar a mãe e o pai dele, caso contasse para alguém.

Acusado de atropelar e matar ciclista se apresenta à polícia Acusado de atropelar e matar ciclista se apresenta à polícia

Aluísio Both Neto, 19, acusado de atropelar e matar o ciclista Davi Rosa da Silva, 19, na madrugada do dia 31 de maio se apresentou e presta depoimento nesta manhã, no 2º Distrito Policial de Dourados.

Davi morreu na hora ao ser atropelado – Foto: Osvaldo Duarte

Na semana passada o jovem foi indiciado por homicídio doloso após o delegado Marcelo Batistela, ouvir testemunhas e concluir as investigações.

O acidente ocorreu na avenida Marcelino Pires quando, segundo apurado pela polícia, o rapaz disputava um ‘racha’ com o condutor de outro veículo ainda não identificado.

Aluísio é estudante do curso de Agronomia e no dia transitava com uma caminhonete Ford F-1000 bordô.

O CASO

Na madrugada do dia 31 de maio, Davi trafegava pela avenida Marcelino Pires em direção ao trabalho, quando, entre as ruas Maria de Glória e Coronel Ponciano, Aluísio o atropelou.

O jovem seguia pela via em uma Caloi Poti, de cor roxa. No momento do acidente, testemunhas disseram que a bicicleta da vítima foi arremessada para uma árvore e o jovem parou na beirada do asfalto.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegou ao local o ciclista já estava morto.

Dourados News
Jurados acatam tese de legítima defesa e absolvem acusado de crime Jurados acatam tese de legítima defesa e absolvem acusado de crime

O acusado de um assassinato ocorrido em fevereiro de 2013, em Campo Grande, foi absolvido em júri popular realizado na quarta-feira (11).

Os jurados acataram a tese de legítima defesa, apresentada pela Defensoria Pública, e o juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, absolveu o réu e determinou expedição de alvará de soltura.

Segundo informações divulgadas pelo TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) nesta quinta-feira (12), a denúncia do MPE (Ministério Público Estadual) diz que a vítima foi morta a facada, por motivo fútil, em razão de discussões decorrentes da ingestão de bebida alcoólica.

Na sessão de julgamento, o MPE pediu a condenação do acusado pelo crime de homicídio simples, com o reconhecimento do privilégio do domínio de violenta emoção.

Já a Defensoria Pública sustentou a tese de negativa de autoria, legítima defesa e ratificou a tese do promotor de homicídio privilegiado com o afastamento da qualificadora de motivo fútil.

Advogado preso pelo Gaeco é acusado de tráfico de influência e corrupção Advogado preso pelo Gaeco é acusado de tráfico de influência e corrupção

Um advogado foi preso na manhã desta quinta-feira (5) durante uma ação policial realizada em Dourados pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

O advogado foi preso por tráfico de influência e corrupção ativa contra o poder judiciário.

“Ele teria recebido dinheiro de pessoas para obter decisões judiciais favoráveis, mas faltam peças na história, os envolvidos na corrupção passiva”, disse o o promotor público aposentado, Upiran Gonçalves, que acompanha a visita dos policiais no município.

Também está sob suspeita o proprietário de uma empresa de peças usadas, que teria recebido favorecimento no caso. Por volta das 12h30, os policiais vistoriavam o local a procura de irregularidades contra os envolvidos.

Em nota divulgada à imprensa, o MPE/MS (Ministério Público Estadual) informou que a operação, comandada pela 6ª e 7ª Promotorias de Justiça Criminais de Dourados é destinada ao cumprimento de um mandado de prisão preventiva e de quatro mandados de busca e apreensão, três em Dourados e um em Ivinhema.

Todos os documentos foram expedidos pelo Juiz de Direito da 3ª Vara Criminal, em substituição. O nome do advogado preso não foi divulgado.

Mais de nove meses de investigações sobre a acusação dos três crimes que pesam sobre o advogado foram necessários para que os mandados fossem expedidos pela Justiça. Quatro Promotores e 15 policiais militares do Gaeco participam da operação.

Polícia pede prisão de estudante acusado de atropelar ciclista Polícia pede prisão de estudante acusado de atropelar ciclista

O delegado Marcelo Damasceno, do 1º DP de Dourados, pediu a prisão temporária do estudante de agronomia Aluizio Both Neto, de 19 anos, acusado de ter atropelado e provocado a morte do ciclista Davi Rosa da Silva, também de 19 anos. A vítima seguia para o trabalho quando foi atingida por uma camionete F1000, conduzida aparentemente por Aluizio, que supostamente participava de um racha.

Davi morreu após ser atropelado no sábado, na avenida Marcelino Pires, próximo a rua coronel Ponciano

Após analisar imagens de câmeras de segurança de empresas próximos ao local do acidente, na Cabeceira Alegre, policiais identificaram a camionete de Aluízio. Segundo a polícia, no dia do acidente, o acusado deletou a página na rede social Facebook, dele e da namorada, e até hoje encontra-se “desaparecido”.

O delegado disse que o pai do acusado foi informado que Aluizio deveria comparecer na delegacia até às 9h de hoje para prestar esclarecimentos, já que ele está sendo apontado como o principal suspeito do acidente.

Como o acusado não compareceu até o horário estipulado, foi expedido contra ele a prisão temporária. Ainda de acordo com o delegado, o estudante de agronomia, que mora numa república localizada no Jardim Universitário, encontra-se foragido.

Em razão dele deixar de frequentar as aulas na faculdade, não aparecer na república e nem na casa dos pais, a polícia acredita que isso possa reforçar ainda mais a suspeita contra Aluizio.

O pai do rapaz disse á polícia que o filho encontra-se desaparecido. No entanto, ao ser questionado pelo delegado se ele iria prestar queixa de desaparecimento, ele preferir não responder.

O delegado ainda aguarda a finalização do laudo pericial para constatar se Aluizio realmente participava do suposto racha. Segundo testemunhas, a camionete seguia em alta velocidade na companhia de outro veículo quando ocorreu o acidente.

O acidente

Segundo populares, a F1000 participava de um suposto racha na avenida Marcelino Pires quando atingiu Davi, que foi arrastado por 37 metros até o corpo ser arremessado contra uma árvore. A vítima seguia de bicicleta quando foi atropelado próximo ao cruzamento com a rua Coronel Ponciano, na Cabeceira Alegre.

Dourados Agora

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares