Postagens com as tags: afogado voltar para a home

Corpo de pescador que morreu afogado é encontrado por bombeiros de Três Lagoas Corpo de pescador que morreu afogado é encontrado por bombeiros de Três Lagoas

A equipe de resgate do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas (MS) encontrou, na manhã de hoje (5), o corpo de José Alves de Brito, de 59 anos.

O homem estava desaparecido desde a última sexta-feira (28).

Brito teria se afogado no Rio Verde, perto da ponte entre Três Lagoas e Brasilândia, às margens da BR-158.

Corpo de homem que morreu afogado no Rio Paraná foi encontrado Corpo de homem que morreu afogado no Rio Paraná foi encontrado

O corpo de Marcos Adão Pereira, de 32 anos, foi encontrado no fim da tarde de ontem (3) por uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Naviraí (MS), região sul do Estado.

A vítima se afogou na tarde do último domingo Foto: Arquivo Pessoal

A vítima havia se afogado por volta das 14 horas do último domingo (2) no Rio Paraná, em Itaquiraí (MS).

Amigos de Marcos disseram que ele se divertia na água e de repente desapareceu. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Naviraí e levado posteriormente para Itaquiraí, onde será velado e sepultado.

Pais saem para ver vizinha morta e filho morre afogado na piscina da casa Pais saem para ver vizinha morta e filho morre afogado na piscina da casa

Uma criança de 9 anos, com síndrome de down, morreu afogada na piscina de casa depois que os pais o deixaram sozinho para verem o caso de uma mulher de 47 anos encontrada morta ontem (5), por volta das 17h na casa da frente, no bairro Coophavila II, em Campo Grande.

Foto Ilustrativa

Segundo relatado pela mãe à polícia, ela deu mamadeira ao menino, e o deixou no quarto e foi para a sala com o marido e os outros filhos. Em seguida, uma prima chegou na casa dela, a chamando para ver uma movimentação policial na rua, por conta de uma mulher encontrada morta na casa da frente, aparentemente por causas naturais.

A mãe relatou à polícia que ficou por cerca de 5 minutos na frente da casa e neste meio tempo, o menino acabou caindo na piscina de casa, na Rua Enseada.

Ele foi socorrido pelo pai e encaminhado ao posto de saúde do Coophavila. Depois, foi levado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o HU, onde morreu.

A mãe informou que a criança não sabia andar, apenas engatinhava, e que o portão que dá acesso à piscina sempre fica fechado. Ela acredita que o filho tenha ido até a porta e balançado até conseguir abrir.

O caso foi registrado como morte a esclarecer.

Rapaz morre afogado ao tentar desenroscar anzol Rapaz morre afogado ao tentar desenroscar anzol

Francisco Junior Pereira Kramer, de 17 anos, morreu afogado na tarde do último domingo (8), na comunidade Santa Tereza, no município de Figueirão.

Segundo informações de testemunhas, o incidente ocorreu por volta das 15h30min, quando Francisco pescava em uma lagoa e teve o anzol enroscado. Ele entrou na água para tentar desenroscá-lo e se afogou.

Testemunhas relataram que a vítima retornou à superfície duas vezes, mas depois desapareceu. O corpo do adolescente foi encontrado momentos depois por pessoas que estavam no local.

IDEST 
Padrasto tenta salvar, mas enteado de 20 anos morre afogado em lago Padrasto tenta salvar, mas enteado de 20 anos morre afogado em lago

Cássio Leonardo Rodrigues Moreira, de 21 anos, morreu afogado na tarde deste domingo numa lagoa localizada em uma pedreira desativada, entre os distritos de Vila Vargas e Panambi, município de Dourados.

Cássio passou mal e se afogou Foto: Douradosagora

O morador na Vila Barros estava na companhia do padastro, da mãe e amigos quando decidiu dar um salto num dos paredões da pedreira e fazer a travessia. Ele e o padrasto pularam nas águas, mas Cássio passou mal, não conseguiu nadar e afundou.

O padrasto contou que tentou levar a vítima até a margem, puxando-a pelo cós da bermuda, mas faltando cerca de cinco metros para chegar a uma das margens, ela afundou.
Os bombeiros foram acionados e retiraram o corpo da lagoa.

De acordo com os amigos, a diversão do fim de semana era para ser realizado em Fátima do Sul, no entanto, todos resolveram ir para a lagoa, por ser um local tranquilo, com pouca visitação de pessoas.

Cantor gospel morre afogado em mar de Ihéus durante folga na turnê Cantor gospel morre afogado em mar de Ihéus durante folga na turnê

Morreu afogado, nesta quarta-feira (29), em Ilhéus, na região sul da Bahia, o cantor gospel Cleiton Frack, 29 anos, ex-vocalista da banda ArtPela, vencedora do programa de calouros “Astros”, do SBT. O corpo do artista foi encontrado por volta das 13h40, na praia São Miguel, orla norte da cidade.

O Corpo de Bombeiros, que prestou assistência ao caso, afirma que ele foi retirado do mar pela equipe de salva-vidas municipal, dentro de um cais, após uma arrebentação.

Cleiton Frack postou foto no Bataclan, famoso cabaré no sul da Bahia (Foto: Reprodução/Facebook)

Segundo relatos de testemunhas, informados pelos bombeiros, Cleinton de Oliveira Francisco estava na praia com uma pessoa e se afogou repentinamente.

Antes, ele tinha feito uma refeição “pesada”, disse os bombeiros. O Samu também foi acionado e, quando chegou ao local, ele já tinha morrido. O Corpo de Bombeiros informa que o mar da praia de São Miguel é perigoso porque tem buracos e correnteza. Além disso, a maré estava enchendo quando ocorreu o afogamento.

Cleiton Frack (Foto: Divulgação/Site)

Segundo um amigo do cantor, ele estava na Bahia para uma miniturnê em Salvador e Feira de Santana e, como tinha dois dias vagos na agenda, aceitou o convite para cantar em duas igrejas em Ilhéus.

Ele postou muitas fotos da passagem dele no estado nas redes sociais. No Twitter, há um dia, o artista postou um salmo biblíco: “Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre. Salmos 125:1″.

Ainda segundo informações do amigo, Cleiton partiria na terça-feira (28) para São Paulo, mas a sua passagem foi remarcada para às 15h desta quarta-feira (29). Ele era de São Paulo e estava divulgando o seu primeiro trabalho em carreira solo.

 

G1.com

Ecoesporte colide em Fusca ‘afogado’ e mata criança de sete anos Ecoesporte colide em Fusca ‘afogado’ e mata criança de sete anos

Lucas Eduardo Ferreira, de sete anos, morreu em um acidente na madrugada deste sábado (26), por volta das 4 horas, a 15 quilômetros de Campo Grande, na MS-060, saída para Sidrolândia. Ele estava em um Fusca conduzido pelo seu pai, Edmundo Ramos de Oliveira, 35 anos.

Fusca ficou destruído com o impacto Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

O Fusca que Lucas foi atingido na traseira por um Ecoesporte cujo motorista era Igor Trelha da Silva 34 anos que, submetido ao bafômetro, apresentou sinais de embriaguez.

O Pai de Lucas foi lançado a 10 metros de distância do veículo na hora da colisão. Ele fraturou o fêmur e teve ferimentos pelo corpo, foi socorrido e encanminhado para a Santa Casa de Campo Grande.

No Fusca estavam ainda a mãe de Lucas, Sueli Ferreira de Mendonça, Cirene Ramos de Oliveira e uma outra pessoa identificada apenas como Felipe.

A família da criança seguia de Campo Grande para o Assentamento Santa Mônica em Sidrolândia.

Sueli contou à polícia que após fazer o retorno, o Fusca afogou e os passageiros desceram para empurrar, deixando apenas a criança dormindo no banco de trás do carro. Os passageiros empurravam o carro no acostamento quando a Ecoesporte colidiu na traseira do Fusca e a criança, que estava no banco traseiro e usando o cinto de cintura, sofreu o violento impacto, não restiu e morreu.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) atendeu a ocorrência. Quatro viaturas do Corpo de Bombeiros e duas do Samu (Serviço Móvel de Urgência) atenderam a ocorrência.

Homem morre afogado no rio Paraguai; é a 4ª morte em menos de um mês em Corumbá Homem morre afogado no rio Paraguai; é a 4ª morte em menos de um mês em Corumbá

Um indígena identificado como Airton, de 23 anos, morreu afogado ontem (18), no Rio Paraguai. O corpo foi encontrado nas proximidades da prainha Vermelha, na região do Porto Geral, em Corumbá. Segundo informações, a vítima estava em um bar, quando correu e se jogou no rio.

Corpo foi resgatado pelos bombeiros no início da noite de sexta Foto Fernando Licetti/Jornal Correio de Corumbá

Em menos de um mês, esta foi a quarta morte por afogamento em Corumbá. No dia 20 de setembro, o comerciante Moacir Rodrigues da Silva, 31, estava pescando, quando a embarcação virou. O corpo dele foi encontrado três dias depois. No dia 7 de outubro, o trabalhador rural Durvalino Ramos Rodrigues, 32, desapareceu quando tentava pegar uma lancha do outro lado do rio, na região do Paiaguás. Os bombeiros localizaram o corpo dele no dia seguinte.

A terceira morte por afogamento foi a de Rafael Locatelli Pereira, 23, na noite do dia 11 de outubro. O Corpo de Bombeiros de Corumbá já contabiliza sete mortes por afogamento ao longo de todo este ano. O total supera os cinco registros contabilizados em 2012.

Indígena afogado em lagoa pode ter sido assassinado Indígena afogado em lagoa pode ter sido assassinado

A Polícia Civil investiga a morte do indígena caiuá Admilson Rossati, de 45 anos. Ele foi encontrado morto na “Lagoa do Luciano”. As buscas começaram por volta das 11h30 de ontem (18) e o corpo foi resgatado por volta das 12h20.

Bombeiros resgataram corpo por volta das 12h30 de ontem, conforme noticiado pelo Douradosagora
Foto – Douradosagora

A polícia foi informada que uma liderança ouviu gritos quando ele foi atirado nas águas e investiga a participação de rapazes na morte de Admilson.

Ele tinha saído de casa para buscar lenha e não retornou. Segundo a polícia, durante o trabalho, ele havia consumido bebida alcoólica e teria se deitado às margens da lagoa, ao lado de um monte de madeiras que havia juntado.

O pastor Luciano Arévalos, ex-líder comunitário, que acionou os Bombeiros, reclamou da falta de segurança na região e apontou como principais problemas a venda de bebidas alcoólicas e a distribuição de drogas.

Luciano também pediu para que as autoridades olhem com mais atenção para os jovens da reserva indígena, e que promovam palestras e oriente-os sobre violência.

douradosagora
Peão cai em poço, é atacado por piranhas e morre afogado no Pantanal Peão cai em poço, é atacado por piranhas e morre afogado no Pantanal

Um peão de 25 anos que fazia parte de uma comitiva que atravessava uma fazenda na região do Pantanal morreu após cair em um poço e se afogar. Wellington Carlos Mosciário seguia a cavalo na tarde de ontem (17) quando caiu em um poço e machucou a cabeça.

Foto Capital do Pantanal

Conforme apurou o site Capital do Pantanal, o peão era responsável por abrir caminho para a comitiva que saiu da Fazenda Palmeiras e seguia com destino a Modelo, a 130 quilômetros de Corumbá.

O poço onde Wellington e o cavalo caíram não podia ser visto por conta da cheia que toma parte do Pantanal.

Outros peões tentaram retirar a vítima do poço, mas ele se afogou e não resistiu aos ferimentos.

Além do afogamento, piranhas mutilaram parte do corpo do peão. A Polícia Civil de Corumbá foi até o local e realizou a perícia.

O corpo de Wellington foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Corumbá.

Com Informações Capital do Pantanal

 

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares