Postagens com as tags: assassinada voltar para a home

Pernambucana é assassinada a caminho do trabalho em Angélica Pernambucana é assassinada a caminho do trabalho em Angélica

Uma trabalhadora de 20 anos foi assassinada com quatro facadas, na madrugada de hoje, em Angélica, quando seguia para o trabalho. Ela trajava o uniforme de uma usina e carregava uma bolsa contendo marmita e ferramentas.

Trabalhadora morta a facadas
foto – Foto:Sucrilho/Ivinoticias

O crime aconteceu, por volta das 4h45, na Rua 12 de Outubro no bairro Antonio Mota Ramos, em frente a uma casa sem número.

Conforme apurou o Site Ivinoticias, a jovem Auelida Lacerda de Souza Melo foi atingida com facadas com uma facada no peito, duas nas costas e outra no abdome.

Segundo informações de populares, a jovem natural de Araripina (Pernambuco) estava morando em Angélica há cerca de quatro meses. Ela teria familiares em Vila União de Deodapolis.

A polícia está no encalço do suspeito.

Dourados Agora
Mulher é assassinada a facadas pelo marido em Bela Vista Mulher é assassinada a facadas pelo marido em Bela Vista

Lucilene Freitas Florenciano, de 32 anos, foi assassinada na noite de ontem (6), com vários golpes de faca, em uma casa na Rua Barão de Melgaço, em Bela Vista (MS).

O socorro chegou a ser acionado, mas a mulher já estava morta. Ela apresentava marcas de faca na virilha, região do abdômen e na cabeça.

Uma terceira pessoa estava na casa e também acabou ferida pelo suspeito. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada par o hospital local.

Segundo a Polícia Civil, o principal suspeito é o marido da vítima, identificado como Salvador Valfrido Vieira, de 49 anos. Ele está foragido.

 

 

Adolescente assassinada em Bataguassu foi ameaçada pelo ex-namorado Adolescente assassinada em Bataguassu foi ameaçada pelo ex-namorado

O ex-namorado da adolescente Jaqueline Oliveira da Silva, de 17 anos, morta a facadas na tarde deste domingo (23), em Bataguassu, já respondia a duas queixas policiais registradas contra ele pela vítima, sendo, uma por ameaça e outra por incendiar o carro do atual namorado da garota.

ítima teria sido ofendida e ameaçada de morte pelo ex-namorado (Foto: Rádio Portal News)

Na noite da última sexta-feira (21), o suspeito teria ido até a residência de Jaqueline com a intenção de reatar o namoro, porém, como ela não aceitou, ele começou a ofendê-la e ameaçá-la dizendo que pretendia vender sua motocicleta e, com o dinheiro, iria comprar uma arma e matar ela e o seu atual namorado.

Corpo da vítima foi encontrado em terreno baldio Foto: João Carlos/Portal News

Movido por ciúmes, o ex-namorado da adolescente teria ainda, na madrugada de domingo (23), comprado gasolina em um posto de combustíveis e ateado fogo no carro rapaz que atualmente namorava com a moça, um GM Vectra, que ficou danificado. Segundo o Rádio Portal News, o suspeito, identificado como Jorge Luís Xavier de Oliveira, de 21 anos, continua sendo procurado pelas autoridades policiais. Informações sobre o seu paradeiro podem ser repassadas à polícia pelo 190.

O caso

Na tarde deste domingo (23), uma adolescente de 17 anos, identificada como Jaqueline Oliveira da Silva, foi encontrada morta em um terreno baldio localizado na saída para Campo Grande, na cidade de Bataguassu.

O corpo da mulher foi encontrado por volta das 17h com diversas perfurações provocadas por golpes de faca, porém, a hora exata em que o crime ocorreu ainda deverá ser apurada pelas autoridades competentes. O Núcleo de Perícias de Nova Andradina foi acionado para atender a ocorrência.

Após os levantamentos necessários, o corpo da adolescente foi removido por uma funerária e a ocorrência encaminhada para a Delegacia de Polícia de Bataguassu

Nova News
Jovem indigena de 19 anos é assassinada após briga em festa Jovem indigena de 19 anos é assassinada após briga em festa

A indígena Cleia Quevedo, de 19 anos, foi encontrada morta na manhã deste domingo, na casa onde vivia com o marido de 24 anos, na aldeia Bororó, nas proximidades da Vila Olímpica.

Irmão encontrou a vítima morta pela manhã Foto Divulgação

Na madrugada de sábado, a vítima estava em uma festa na região, acompanhada do marido, quando os dois iniciaram uma briga.

Após a confusão, o casal deixou o local e foi embora para a casa. Pela manhã, o irmão de Cleia foi até a residência dela, onde a encontrou morta no chão, com um fio enrolado ao pescoço.

O marido foi detido pela Força Nacional de Segurança e alegou que a mulher havia se matado, entretanto, o perito Walmor Garcia, da Polícia Civil de Dourados, relatou que pelas circunstâncias, o crime se trata de homicídio e não suicídio. O suspeito foi levado para a delegacia.

Dourados Agora
Após briga de vizinhos por som alto, mulher é assassinada com 2 tiros Após briga de vizinhos por som alto, mulher é assassinada com 2 tiros

Uma mulher de 40 anos morreu depois de ser baleada com dois tiros, durante briga ocorrida em um pequeno conjunto residencial localizado na Rua General Osório, na Vila Erondina ll, em Dourados. A vítima Santa Eli da Silva Vilalba chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu e morreu.

Santa Eli foi baleada no olho esquerdo e no peito Foto Sidnei Bronka

Segundo informações da polícia, por volta das 23 horas de terça-feira (31), Fabiano Mariano da Silva, de 32 anos, promovia uma festa na casa em que mora, quando o vizinho Adervani Luiz Martins, de 30 anos, apareceu para tirar satisfações a respeito do volume do som que estaria alto.

Os dois iniciaram uma séria discussão e começaram a se agredir. Testemunhas contaram para a polícia que durante a briga Adervani acabou sendo agredido por pauladas na cabeça. De acordo com registro policial, no meio da confusão, Fabiano, o dono da casa, teria efetuado disparos de arma de fogo.

Santa Eli, que estava no local, acabou sendo atingida no olho esquerdo e no tórax. Ela foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros e a Alfa Samu, mas morreu enquanto recebia atendimento hospitalar. A Polícia Civil investiga o crime que aconteceu no último dia do ano de 2013.

94fmdourados
Mulher é assassinada a pauladas, amarrada e jogada em lagoa Mulher é assassinada a pauladas, amarrada e jogada em lagoa

Uma jovem foi encontrada morta no final da tarde desta segunda-feira, em uma lagoa na fazenda cristal, localizada no município de Itaporã. A vítima, que não portava documento, segundo a polícia, foi assassinada com uma paulada na cabeça e torturada antes de ser jogada na água.

A vítima foi assassinada com uma paulada na cabeça e torturada antes de ser jogada na água (Foto: Dourados Agora)

A jovem foi encontrada por alguns indígenas que estavam na lagoa tomando banho e perceberam o corpo boiando. Ela aparenta ter aproximadamente 20 anos e foi encontrada com os pés, as mãos e a boca amarrados. As policias civil e militar foram acionadas para investigar o crime. Bombeiros de Dourados retiraram o corpo do lagoa.

Segundo constatou a polícia, a vítima trajava um short do hospital Municipal de Naviraí, uma mini blusa da cor bege e possuía três tatuagens com mensagens diferentes. No braço esquerdo é escrito ‘Gandieli’; na perna esquerda ‘Fim do c’ e, no braço direito, ‘Vio’.

A jovem foi encontrada por alguns indígenas que estavam na lagoa tomando banho e perceberam o corpo boiando Foto: Dourados Agora

O corpo da jovem foi encaminhado ao Instituto médico Legal (IML) de Dourados. A polícia constatou que ela foi morta e depois jogada na água, já que na beira da lagoa foi encontrada uma mancha de sangue. Ainda não há informações da autoria e os motivos do crime.

Dourados Agora

‘Amor à Vida’: Tia de Aline vai ser assassinada por Ninho hoje ‘Amor à Vida’: Tia de Aline vai ser assassinada por Ninho hoje

Vilão dá uma tesourada em Mariah, que cai morta na sala de casa

Rio – Mariah (Lúcia Veríssimo) tenta fazer Aline (Vanessa Giácomo) desistir da vingança contra César (Antonio Fagundes) ao perceber que não foi o médico que provocou o acidente que matou sua irmã e a deixou sem andar. No entanto, Aline quer tirar todo o dinheiro do marido de qualquer jeito. “Que se dane! Eu quero ver se você consegue me impedir!”, dispara, esfregando a procuração na cara da tia.

Aline vê a tia morrer no chão de sua casa
Foto: Divulgação

Mariah arranca o documento das mãos de Aline e pega uma tesoura para cortá-lo. Mas Aline pede ajuda a Ninho (Juliano Cazarré), que luta com Mariah e enfia a tesoura em sua barriga. A tia de Aline cai no chão e morre ali mesmo. A procuração fica ensanguentada e César quer saber qual o motivo de tantos gritos.

Aline arruma uma desculpa, mas o médico quer se certificar de que a procuração ainda está no cofre. Ele encontra a folha branca que Aline colocou no local para enganá-lo e se dá por satisfeito. “Não duvida mais de mim. O que será de nós dois se você duvidar de mim?”, pergunta Aline. A cena vai ao ar nesta quinta-feira.

O DIA
Mulher é assassinada com facadas no rosto e pauladas na cabeça em Dourados Mulher é assassinada com facadas no rosto e pauladas na cabeça em Dourados

A polícia civil de Dourados abriu inquérito pra apurar a morte da adolescente Beatriz Almeida, de 19 anos, que foi assassinada na madrugada deste domingo na Aldeia indígena Bororó. A vitima foi agredida, com vários golpes de faca no rosto e pauladas na cabeça.

A vitima foi morta a facadas e pauladas Foto Sidnei Bronka

Testemunhas contaram para a polícia, que por volta das 02h da madrugada ouviram gritos vindos da casa da vitima. Já pela manha a jovem foi encontrada no interior da casa onde ela vivia com o amásio Sérgio Benites, de19 anos.

Segundo a policia, ele está foragido e é o principal suspeito de ter cometido o crime. Vizinhos do casal contaram que sempre o suspeito batia na esposa. Peritos da Polícia Civil de Dourados Valmor Garcia compareceram ao local para fazer os levantamentos de praxe.

Segundo a pericia a vitima foi agredida com 5 golpes de faca no rosto e varias pauladas na cabeça. Ainda segundo a pericia, a vitima foi agredida durante e madrugada e foi deitar na cama a onde permaneceu até morre.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Dourados, onde foi submetido a exame de necropsia. A polícia procura pelo marido da vitima que é o principal suspeito de ter cometido o assassinato.

94Fmdourados
Mãe de menor suspeita por morte de colega diz que filha está ‘arrependida’ Mãe de menor suspeita por morte de colega diz que filha está ‘arrependida’

A mãe da menina de 17 anos, suspeita de assassinar a facadas a universitária Bianca Mantelle Pazinatto, 18 anos, em Jataí, no sudoeste de Goiás, afirma que não tinha conhecimento sobre qualquer envolvimento amoroso da filha com a vítima. “Nunca soube de nada em relação as duas”, disse a mulher, que pediu para não ser identificada, em entrevista à TV Anhanguera. De acordo com a mãe, a filha está ressentida com o caso. “Ela me pediu perdão e está muito arrependida”.

Bianca estudava biomedicina na UFG
(Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

Segundo a mãe da suspeita, o crime abalou a família. “Estou acabada. Ela era minha companheira e agora tudo acabou”, lamentou a mulher.

A adolescente teria contado com a ajuda de uma amiga de 16 anos para matar Bianca, na segunda-feira (29). Segundo a mãe da suspeita, a amizade entre a filha e a colega, que também foi apreendida por envolvimento no crime, não era vista com bons olhos. “Eu não aprovava. Ela teve muitas amizades boas, mas eu não gostava dessa menina. No entanto, minha filha não me obedecia”, afirmou.

O corpo de Bianca foi encontrado na casa da suspeita, embrulhado em sacos plásticos debaixo da cama do quarto da adolescente. Em entrevista, a garota contou que a motivação do assassinato seria a recusa da vítima em manter um namoro. “Ela não ia ficar comigo. Não queria que ficasse com mais ninguém também”, declarou.  Segundo a menina, Bianca tentou lutar antes de ser morta. “Ela se debateu e queria gritar. Ficou muito desesperada”.

Relacionamento
Como a mãe da suspeita, a família de Bianca também nega que a jovem tivesse qualquer relacionamento homoafetivo com a adolescente. “Ela [a sobrinha] não queria envolvimento com essa jovem. Bianca era perseguida por ela”, contou Júlia Pazzinato, tia da vítima. “A adolescente estava sempre procurando por Bianca, tocando a campainha da casa. Tanto que, quando via pelas câmeras que se tratava da suspeita, ela nem atendia”, explicou a tia.

Os pais da estudante ainda não falaram sobre o crime. No entanto, um tio da jovem garante que ninguém tinha conhecimento sobre o interesse amoroso da menina por Bianca. “Não sabíamos nem da tal carta em que a garota se declarou. Se havia a vontade de um relacionamento, era por parte da menor, pois minha sobrinha nunca correspondeu. Ela até tinha um namorado”, afirmou João Pazinatto.

A vítima teria sido morta às 10h30 da última segunda-feira, mas só foi encontrada às 19h. O delegado responsável pelo caso, André Fernandes, explicou que, ao sair de casa, a vítima esqueceu o telefone. Quando os policiais chegaram à residência dela, inspecionaram o aparelho e encontraram uma troca de mensagens pelo aplicativo WhatsApp em que ela combinava de se encontrar com a amiga de 17 anos.

Suspeitas
As duas adolescentes estão na Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), em Goiânia. Elas foram transferidas na terça-feira (30), após um pedido do Conselho Tutelar de Jataí, que temia que a integridade física delas não pudesse ser resguardada na cidade, já que há uma forte comoção popular com o crime.

As duas dividem a mesma cela na Depai. A titular da delegacia, Nadir Cordeiro, disse que conversou informalmente com as garotas e que as duas “não demonstram arrependimento e apresentam comportamento frio e calculista”. As garotas podem ficar na Depai por, no máximo, cinco dias, segundo determinação do Estatuto da Criança e do Adolescente.

O delegado André Fernandes começou a ouvir testemunhas sobre o caso na quarta-feira (31).

 

G1.com
Mulher defende filha de ser esfaqueada e morre atropelada Mulher defende filha de ser esfaqueada e morre atropelada

Por volta das 18h20 desta sexta-feira (28), uma confusão acabou em uma tragédia no bairro Triguinã em Ivinhema, próximo a creche municipal onde uma carreta atropelou uma mulher.

Caminhoneiro que matou Teresinha fugiu do local Foto: Ivi Notícias

O Corpo de Bombeiro chegou no local e constatou o óbito de Teresinha Salvallagio Ricken, de 52 anos.

Segundo a polícia a vítima morreu ao tentar defender a filha Valquíria Ricken de seu ex-genro Valesco Aparecido de Oliveira.

Testemunhas relataram para a polícia que a filha de Teresinha havia se separado do marido há pouco tempo, no entanto, ele não aceitava a separação, nem o novo relacionamento de sua ex com outro homem, identificado apenas pelo nome de Cristiano.

Valquíria estava em casa na companhia da mãe na Rua Uruguai, quando chegou no local o namorado conduzindo um caminhão. A mulher então entrou no veículo para conversar, momento em que surgiu no local Valesco com uma faca, ameaçando matar a filha de Teresinha.

A vítima ouviu a ameaça, correu em direção ao veículo e subiu no estribo. Ela foi puxada pelo ex-genro e caiu, momento em que Cristiano arrancou com o caminhão, passando por cima do corpo de Teresinha. O condutor fugiu do local.

O caso foi lavrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Com Informações Ivi Notícias

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares