Postagens com as tags: BR-163 voltar para a home

Mulher grávida e dois filhos mortos em acidente na BR-163 são Identificados Mulher grávida e dois filhos mortos em acidente na BR-163 são Identificados

Roseli Silvano Paiva, de 38 anos, que estava grávida de 2 meses, e os filhos dela, D.S.P., de 12 anos e A.S.P. de 7 anos, são as vítimas fatais do grave acidente ocorrido as 07h50 desta sexta-feira (20), próximo a ponte do Riacho Claro, na BR-163, em Rio Verde.

Foto Reprodução/Facebook

Aurélio Aparecido de Paiva, de 40 anos, seguia com a esposa e os filhos para Jundiaí-SP em um Chevrolet Blazer, placas JZY-2086 de Juscimeira-MT, quando perdeu o controle do veículo, rodou na pista e acabou sendo atingido  por um caminhão baú, placas HTP-7914 de São Gabriel do Oeste-MS, conduzido por Leandro Ferreira de Brites, de 32 anos.

Com o impacto, o veículo foi parar às margens da pista contrária e pegou fogo em seguida. Populares que passavam pelo local conseguiram retirar Paiva e Roseli, mas não houve tempo de retirar as crianças que estavam no banco traseiro do veículo. As posições das crianças indicam que elas tentaram do sair do carro, mas, infelizmente, não conseguiram e morreram carbonizados.

Foto Angela Bezerra

Paiva foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, encaminhado para o Hospital Regional Álvaro Fontoura em Coxim, mas devido complicações em seu estado de saúde ele será transferido para Campo Grande.

Roseli, que morreu com o impacto, assim como os filhos foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Coxim. Nossa reportagem entrou em contato com familiares das vítimas que confirmaram as identificações.

No local, Brites relatou que as portas do caminhão travaram e ele não conseguiu sair para ajudar a família. Em estado de choque, o motorista não se conformava de ter assistido a tragédia, acompanhado de seu ajudante, Rodrigo Nunes, de 18 anos, sem poder ajudar.

Edição de Notícias
Crianças morrem carbonizadas em grave acidente na BR-163, em Rio Verde Crianças morrem carbonizadas em grave acidente na BR-163, em Rio Verde

Duas Crianças morreram carbonizadas em um grave acidente envolvendo um veículo de passeio e um Caminhão Baú, por volta das 07h50 desta sexta-feira (20),próximo a ponte do Riacho Claro na BR-163, em Rio Verde.

Foto Angela Bezerra

As primeiras informações são de que as crianças estavam no banco traseiro de um Chevrolet Blazer, placas JZY-2086 de Juscimeira-MT. Com o impacto uma mulher que provavelmente seria mãe das crianças foi arremessada para fora do veículo e morreu na hora.

Leandro Ferreira de Brites, de 32 anos, motorista do caminhão Baú, placas HTP-7914 de São Gabriel do Oeste, contou a nossa reportagem que seguia de São Gabriel para Sonora quando a Blazer que seguia no sentido contrário, freou bruscamente para não colidir com um veículo que seguia na frente, perdeu o controle, rodou na pista e acabou atingida pelo caminhão.

Com o impacto da colisão o veículo acabou saindo da pista, momento em que pegou fogo. No caminhão que estava carregado de leite também estava o ajudante Rodrigo Nunes da Silva, de 18 anos. Ele e Brites saíram ilesos.

O motorista do carro foi socorrido e encaminhado para Coxim e durante o caminho sofreu uma parada cardíaca, neste momento os bombeiros estão tentando reanimá-lo. Mais informações a qualquer momento.

Edição de Notícias
CCR vence leilão da BR-163 com deságio de 52,74% e pedágio será R$ 4,38 CCR vence leilão da BR-163 com deságio de 52,74% e pedágio será R$ 4,38

A Companhia de Participações em Concessões (CPC, parte do grupo CCR) arrematou nesta terça-feira (17) a concessão do trecho da BR-163 que corta Mato Grosso do Sul com um preço de pedágio 52,74% menor que o máximo fixado pelo governo.

A BR 163, em MS (Foto: Tatiane Queiroz, Do G1 MS)

A empresa ofereceu uma proposta de tarifa de R$ 0,04381 por quilômetro (ou R$ 4,381 para cada 100 quilômetros rodados). O valor representa um deságio (desconto) de 52,74% em relação ao teto de R$ 0,0927 fixado pelo edital – o maior teto entre os 4 leilões de rodovia federal já realizados neste ano.

Seis grupos participaram da disputa, que é o penúltimo leilão de trecho rodoviário realizado pelo governo em 2013.

O trecho que será transferido para a iniciativa privada tem 847,2 quilômetros da BR-163. O segmento vai da divisa entre MT e MS, ao norte, e a divisa MS e PR, ao sul. Ele passa por 20 municípios de Mato Grosso do Sul e, ao longo dele, serão instaladas 9 praças de cobrança de pedágio.

A concessão será pelo prazo de 30 anos. Nesse período, o governo estima que a concessionária deverá arrecadar cerca de R$ 18,8 bilhões.

A BR-163 é uma das principais vias de escoamento da produção de grãos das regiões Centro-Oeste e Norte. O trecho da rodovia em Mato Grosso já foi leiloado e arrematado pelo grupo Odebrecht. A aposta é que a duplicação da estrada em toda a sua extensão aliviará o atual movimento de cargas que percorrem a rodovia e seguem em direção aos portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR).

Quarto leilão de rodovia do ano

O leilão da BR-163 faz parte do Programa de Investimento em Logística (PIL), lançado pelo governo em agosto do ano passado e que prevê a concessão de 9 lotes num total de 7,5 mil quilômetros de rodovias federais.

Desde setembro, o governo já leiloou três trechos: da BR-050, entre Goiás e Minas Gerais; da BR-163 no Mato Grosso, e um lote com trechos das BRs-060/153/262, entre Brasília e Betim (MG). Nestes três, o deságio das propostas de pedágio vencedoras ficou, respectivamente, em 42,38% a 52,03%, 42,13% em relação aos valores máximos fixados pelo governo.

Nos trechos concedidos anteriormente, a tarifa de pedágio para cada 100 quilômetros rodados ficou em R$ 4,534 (BR-050), R$ 2,638 (BR-163/MT) e R$ 2,851 (BRs-060/153/262).

Investimentos

A previsão do governo é que sejam investidos cerca de R$ 5,69 bilhões no trecho da BR-163/MS, ao longo do período de concessão.

A concessionária terá que duplicar praticamente todo o trecho concedido. Dos 847,2 quilômetros que serão administrados pela iniciativa privada, 806,3 quilômetros são de pistas simples que terão que ser duplicadas num prazo máximo de 5 anos.

Pela regra do leilão, a cobrança de pedágio, em toda a extensão da rodovia, só pode começar depois de concluídos 10% das obras de duplicação (80,6 quilômetros).

Além disso, o concessionário também será obrigado a fazer uma série de obras de melhorias no trecho, que incluem 35,3 quilômetros de vias marginais, a construção de 3 acessos e de pelo 16 passarelas. Terá ainda que investir na implantação de um sistema de controle de tráfego (com sensoriamento de pista, painéis de mensagens, câmeras de vigilância e controle de velocidade, entre outros), e um sistema de atendimento aos motoristas, prevendo atendimento médico, socorro mecânico e a instalação de pontos de apoio e parada.

A vencedora
A Companhia de Participações em Concessões (CPC) é controlada pela CCR.

O Grupo CCR é uma empresa de concessão de infraestrutura e atua nos segmentos de concessão de rodovias, mobilidade urbana e serviços e afirma ter valor de mercado de R$ 32,2 bilhões.Tem a concessão de 2.437 quilômetros de rodovias em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Paraná. Também tem uma participação na operadora dos meios eletrônicos de pagamento Sem Parar e Via Fácil.

O grupo já participou de outras disputas por outros tipos de concessões. Tem participação na ViaQuatro, que opera a Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, e na Controlar, que faz a inspeção veicular na capital paulista.

Em outubro, o grupo venceu uma licitação do governo da Bahia para construção e exploração comercial do metrô de Salvador. O contrato assinado entre governo e a companhia CCR tem duração de 30 anos.

Propostas apresentadas no leilão

O número de concorrentes no leilão da BR-163/MS, realizado nesta terça-feira, na BM&FBovespa, em São Paulo, foi maior que o do último leilão – de trechos das BRs-060/153/262 –, quando 5 grupos e empresas participaram propostas. Nos dois primeiros leilões entregaram ofertas 8 e 7 grupos, respectivamente.

Confira os 6 grupos que entregaram propostas para a BR-163/MS:
- Companhia de Participações em Concessões (CPC)
- Consórcio Queiroz Galvão Infraestrutura
- Consórcio Rota do Futuro – formado por Ecorodovias Infraestrutura e Logística S/A; Coimex Empreendimentos e Participações Ltda; Rio Novo Locações Ltda; Tervap Pitanga Mineração e Pavimentação; Contek Engenharia S/A; A. Madeira Indústria e Comércio Ltda; Urbesa Administração e Participações Ltda.
- Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A. (Invepar)
- Odebrecht Transport S.A.
- Triunfo Participações e Investimentos S.A.
Próximos leilões

No dia 27 de dezembro o governo realiza o quinto e último leilão de rodovias do PIL de 2013. Será oferecido o trecho da BR-040 entre Brasília e Juiz de Fora (MG).

Restarão, portanto, 4 dos 9 trechos originais do programa e apenas um deve ser concedido em 2014: o da BR-153, entre GO e TO. Em entrevista ao G1, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmou que é “uma grande probabilidade” que o governo desista de conceder à iniciativa privada os outros 3 lotes. São eles: BR-262 (entre ES e MG), BR-101 (BA) e BR-116 (MG).

Segundo o ministro dos Transportes, César Borges, a prioridade do governo para rodovias em 2014 é a concessão do trecho da BR-153 que liga Anápolis, em Goiás, à Palmas, no Tocantins. O desejo do governo é realizar o leilão no primeiro semestre do ano que vem.

G1
Seis grupos vão participar de leilão de trecho em MS da BR-163 Seis grupos vão participar de leilão de trecho em MS da BR-163

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou nesta sexta-feira (13) que 6 empresas e grupos vão disputar o leilão do trecho de Mato Grosso do Sul da BR-163. O leilão está marcado para a próxima terça (17), às 10h, na BM&FBovespa, em São Paulo.

Nesta sexta, os investidores interessados puderam entregar suas propostas para a concessão da rodovia. (Veja a lista das empresas mais abaixo). 

O trecho em Mato Grosso do Sul da BR-163 será o quarto a ser concedido pelo governo à iniciativa privada dentro do Programa de Investimento em Logística (PIL). No dia 27 de dezembro, ocorrerá o quinto e último leilão de rodovias em 2013, envolvendo a BR-040, entre Brasília e Juiz de Fora (MG).

Lançado em agosto do ano passado, o PIL prevê a concessão de 9 trechos rodoviários, num total de 7,5 mil quilômetros. Mas em entrevista exclusiva ao G1 na semana passada, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmou que é “uma grande probabilidade” que o governo desista de conceder à iniciativa privada 3 dos 4 lotes restantes. São eles: BR-262 (entre ES e MG), BR-101 (BA) e BR-116 (MG).

Regras do leilão da BR-163/MS

Vence o leilão do trecho em Mato Grosso do Sul da BR-163 o grupo que propor o menor valor de pedágio a ser cobrado dos motoristas. Esse valor tem que ficar abaixo do teto fixado pelo governo para a tarifa, que é de R$ 9,27 para cada 100 quilômetros.

O concessionário fica responsável pela administração de um trecho de 847,2 quilômetros de rodovia, onde terão que ser feitas obras de duplicação, recuperação, manutenção e implantação de melhorias. Estão previstas 9 praças de pedágio no segmento que começa na divisa com o estado de Mato Grosso e termina na divisa com o Paraná, atravessando 20 municípios em Mato Grosso do Sul.

O número de interessados na BR-163/MS é maior do que o do último leilão — de trechos das BRs-060/153/262 –, quando 5 grupos e empresas participaram propostas.

Confira os 6 grupos que entregaram proposta para o leilão de terça-feira:

- Companhia de Participações em Concessões (CCR)

- Consórcio Queiroz Galvão Infraestrutura

- Consórcio Rota do Futuro – formado por Ecorodovias Infraestrutura e Logística S/A; Coimex Empreendimentos e Participações Ltda; Rio Novo Locações Ltda; Tervap Pitanga Mineração e Pavimentação; Contek Engenharia S/A; A. Madeira Indústria e Comércio Ltda; Urbesa Administração e Participações Ltda.

- Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A. (Invepar)

- Odebrecht Transport S.A.

- Triunfo Participações e Investimentos S.A.

G1
Carro com irmãos capota na BR-163 e jovem de 20 anos morre no local Carro com irmãos capota na BR-163 e jovem de 20 anos morre no local

Diene Ferreira da Silva de 20 anos morreu e o irmão dela, Maike Ferreira da Silva, 21 anos, ficou ferido após a capotagem de um veículo na tarde desta quarta-feira (11) na BR-163, próximo a Anhanduí, distrito de Campo Grande.

Foto Luiz Alberto/mdiamax.com

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os irmãos estavam em um veículo Chevrolet Prisma, quando Maike teria perdido o controle do veículo, saído da pista, capotado e descido a ribanceira às margens da rodovia. A polícia suspeita que o condutor estivesse em alta velocidade.

De acordo com o delegado Camilo Kettenhuber Cavalheiro, uma equipe da perícia esteve no local para ajudar na apuração das causas do acidente.

Segundo ele, o veículo em que as vítimas estavam seguia de Nova Alvorada do Sul para a capital. Os irmãos voltam de Dourados, onde teriam ido fazer compras para a loja de Maike. No veículo havia itens infantis como mamadeiras e chupetas que seriam comercializados.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. Maike foi socorrido por uma ambulância até o distrito de Anhanduí, e depois, foi levado pelo Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) para Campo Grande.

Motociclista morre ao colidir em carreta na BR-163 Motociclista morre ao colidir em carreta na BR-163

Um motociclista morreu no início da manhã deste sábado (7) após colidir a motocicleta em que conduzia contra uma carreta, na BR-163, entre os municípios de Rio Brilhante e Nova Alvorada do Sul.

De acordo com as primeiras informações a vítima chegou a ser socorrida por uma ambulância, porém morreu a caminho do hospital.

Agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) estão no local realizando os levantamentos e organizando o trânsito.

Dourados News
Trabalhador é decapitado em explosão de cilindro na BR-163 em Campo Grande Trabalhador é decapitado em explosão de cilindro na BR-163 em Campo Grande

O técnico de pintura Leandro Carvalho, 34 anos, morreu próximo ao macroanel rodoviário na BR-163, saída para São Paulo, em Campo Grande, por volta das 11h desta quinta-feira (5), após um cilindro de tinta, que estava em cima de um caminhão, explodir.

Caminhão com cilindros de tinta às margens da rodovia (Foto: Gabriela Pavão/G1 MS)

Segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, a vítima trabalhava na demarcação da faixa viária no momento em que foi atingida na cabeça por um dos pedaços do objeto. O trabalhador foi decapitado na explosão e a cabeça foi para a 400 metros do corpo.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), por meio de assessoria de imprensa, que aparentemente o trabalhador tentou abrir o cilindro pressurizado sem remover a pressão, antes, o que seria o procedimento correto, conforme o órgão.

Ainda segundo a corporação, Leandro trabalhava há cinco meses para a empresa Supervia, que é de Minas Gerais e presta serviços ao Dnit. Ele estava há duas semanas em Campo Grande trabalhando na pintura das faixas da BR-163.

O acidente aconteceu em uma parte da pista que está sendo recuperada, no trecho entre as saídas de Três Lagoas e São Paulo.

Militares do Corpo de Bombeiros foram deslocados ao local, porém, a vítima não resistiu ao ferimento. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está na via para monitorar o trânsito e orientar os motoristas.

Homem morre carbonizado em acidente entre Corsa e carreta na BR-163 Homem morre carbonizado em acidente entre Corsa e carreta na BR-163

Edimárcio Jose de Almeida, 37 anos, morreu carbonizado após um acidente de trânsito no começo da tarde desta quarta-feira (04), envolvendo o veiculo GM/Corsa Classic, com placas de Naviraí que ele dirigia e uma carreta carregada de soja, com placas do Paraná.

magem mostra o que sobrou dos veículos. Foto: Portal do MS

O acidente aconteceu na rodovia BR-163 entra as cidades de Naviraí e Itaquirai, em uma baixada, próximo a entrada da Fazenda Mestiço.

Segundo informações de um amigo de Edimárcio, que vinha em outro veiculo um pouco atrás, eles retornavam da cidade de Mundo Novo, quando no local em que aconteceu o acidente, Edimárcio tentou fazer uma ultrapassagem a outros veículos, porem não conseguiu vindo a bater de frente com a carreta que vinha no sentido contrario da rodovia.

Com o impacto o carro que Edimárcio conduzia foi arrastado pela carreta por cerca de 40 metros, até os veículos saírem da pista e cair de uma altura de aproximadamente 4 metros. O carro de Edimárcio estava com o tanque de combustível cheio e explodiu, com as chamas atingindo a cabine da carreta e também parte da carroceria. O motorista da carreta morador em Santa Catarina, com a ajuda de outros motoristas que passavam na hora, conseguiu sair ileso de dentro da cabine do caminhão antes que o fogo tomasse conta de tudo.

Edimárcio morreu carbonizado e prensado em meio às ferragens do veiculo que ele conduzia. O veículo ficou todo retorcido, não possível de identificar qual seria o modelo do automóvel.

O fogo se alastrou em meio a vegetação, sendo contido pela equipe do Corpo de Bombeiros de Naviraí que tiveram ajuda de um caminhão Pipa de uma Usina. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) esteve no local orientando o trânsido que ficou parcialmente interrompido em uma parte da pista. A equipe da Pericia de Naviraí também esteve no local do acidente.

Os bombeiros tiveram que usar de um aparelho de desencarcerador, para cortar as ferragens e remover o corpo de Edimárcio. Segundo informação a pouco mais de cinco meses, que Edímarcio que é natural da Bahia, estava morando e trabalhando em Naviraí. Ele não tem nenhum parente em Naviraí.

Ta na Mídia Naviraí

 

 

Três grupos têm interesse em leilão da BR-163 entre Mundo Novo e Sonora Três grupos têm interesse em leilão da BR-163 entre Mundo Novo e Sonora

Marcado para o dia 17 de dezembro, o leilão da BR-163, no trecho de Mato Grosso do Sul, deverá ter pelo menos três grupos participantes, conforme entrevista do diretor geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Batos, ao jornal Estado de São Paulo.

Concessão prevê nove praças de pedágio em MS Foto: Divulgação

Segundo o diretor, os mesmos três grupos inscritos para o leilão da BR163/MS devem disputar a BR-060/153/262 no leilão de hoje. De acordo com o diretor, se alguma dessas empresas arrematar a rodovia, é possível que uma delas deixe a disputa pela BR-163.

Na semana passada, o governo leiloou o trecho da BR-163 em Mato Grosso, rodovia vista como de forte potencial de lucro, uma vez que serve de escoamento da produção de milho, soja, algodão entre outras culturas em direção aos portos no norte do País, que ainda precisam de modernização. A licitação, que contou com sete interessados, foi vencida pela Odebrecht Transport, com um desconto de 52% sobre a tarifa máxima estabelecida pelo governo para o pedágio.

Pedágios

Será concedido todo o trecho de 847 km dessa estrada dentro do Mato Grosso do Sul. Serão nove praças de pedágio, sendo a primeira em Mundo Novo e a última em Sonora.

O governo decidiu fixar a tarifa teto em R$ 9,27 por cada 100 km. Vence quem oferece a menor tarifa teto e nos leilões mais recentes os vencedores têm dado desconto médio de 40% sobre o preço limite.

Concessões

A BR-163/MS é uma das nove rodovias federais que o governo colocou no programa de concessões, lançado em agosto do ano passado. O governo já realizou a concorrência da BR-050 (MG/GO).

Carreta carregada com carne tomba na BR-163, em Rio Verde Carreta carregada com carne tomba na BR-163, em Rio Verde

Uma carreta Mercedes Benz Axor, placas NBS-4593 de Campo Grande, tombou por volta das 09h40 desta sexta-feira (29), no quilometro 713 da BR-163, em Rio Verde.

Foto PC de Souza

O condutor do veículo, Carlos Alberto Dearo, de 56 anos, contou que a carreta estava carregada com carne embalada e seguia de Rondonópolis-MT para Santa Angelo-RS. Ele também contou que perdeu o controle do veículo em um desnível da rodovia e acabou tombando.

O motorista saiu ileso do acidente. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) esteve no local registrando o acidente.

Carreta carregada com carne tomba na BR-163, em Rio Verde

Edição de Notícias

 

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares