Postagens com as tags: Corumbá voltar para a home

Asfalto cede e ônibus com 15 pessoas fica “preso” em Corumbá Asfalto cede e ônibus com 15 pessoas fica “preso” em Corumbá

Um ônibus da Viação Canarinho foi “engolido” pelo asfalto na esquina das ruas Firmo de Matos e Cabral na manhã desta sexta-feira, 04 de abril. O incidente aconteceu com um veículo que faz linha para a parte alta da cidade. O ônibus seguia no sentido Centro – Bairro quando o asfalto cedeu deixando as rodas do lado esquerdo do veículo – onde fica o motorista – parcialmente afundadas no asfalto. O ônibus que fazia o itinerário Centro – Nova Corumbá foi retirado e já acontecem obras de reparo na via. O trecho está interditado.

O asfalto cedeu e ônibus foi “engolido” na Firmo de Matos Foto Reprodução Facebook

Asfalto ceder em Corumbá e deixar ônibus “presos” não é tão incomum. Outros três casos entre 2010 e 2013 já foram registrados. O primeiro deles foi em 20 de junho de 2010, no bairro Popular Nova, mais precisamente na rua Edu Rocha entre Minas Gerais e São Paulo. Um ônibus, também da linha Nova Corumbá, foi “engolido” pelo asfalto.

A outra situação ocorreu no dia 09 agosto daquele ano, na rua 21 de Setembro, quase esquina com a Monte Castelo, no bairro Nossa Senhora de Fátima. Novamente um veículo da linha Nova Corumbá ficou preso após o asfalto ceder.

O caso mais recente, antes do de hoje, aconteceu em 09 janeiro de 2013. Após uma forte chuva, à noite, o asfalto cedeu no momento em que um ônibus passava pela rua Firmo de Matos, entre as ruas Colombo e América. O veículo ficou com a roda dianteira esquerda presa no buraco. Para sair teve de ser guinchado por uma escavadeira. Outra vez, o incidente envolveu um veículo da linha Nova Corumbá.

No incidente desta sexta-feira, estavam no veículo cerca de 15 passageiros e ninguém ficou ferido. Uma gestante, no 8º mês de gravidez, foi levada para o Pronto-Socorro devido ao susto. Ela recebeu atendimento médico e foi liberada.

A Assessoria de Comunicação Institucional da Prefeitura de Corumbá, informou que a Sanesul realiza no local uma obra de distribuição de água do PAC 2 e a Secretaria de Infraestrutura irá notificar a empresa pelo acidente, já que a rua estava liberada para o tráfego de veículos.

O gerente regional da Sanesul, Sérgio Philbois, informou que a execução do serviço é de uma empreiteira contratada pela Secretaria de Obras do Estado, que também é responsável pela fiscalização. O gerente informou que vai repassar a notificação aos responsáveis pela obra.

Diarionline
Corumbá tem 3 mortes confirmadas por gripe H1N1 Corumbá tem 3 mortes confirmadas por gripe H1N1

Três mortes por gripe H1N1 foram confirmadas em Corumbá, a 444 km de Campo Grande, no ano de 2014, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES). O órgão estadual descartando possibilidade de surto do vírus Influenza, porém, a população do município está apreensiva. Nas farmácias, o álcool gel e máscaras de proteção começam a faltar.

Mesmo sem um laudo que aponte a gripe H1N1 como a causa da morte de uma mulher de 35 anos, esse já é considerado o terceiro óbito pela doença confirmado em Corumbá, somente em 2014. Ela morreu no fim de janeiro no Hospital de Caridade.

Para a SES, o vínculo epidemiológico com a mãe, de 61 anos, confirma o diagnóstico. É que a idosa, que morreu uma semana depois da filha, foi o primeiro óbito confirmado pela gripe H1N1. O laudo foi feito pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo. Mãe e filha, que conviviam diariamente, apresentavam os mesmos sintomas, o que deixa toda a família preocupada.

Inicialmente, no atestado de óbito de mãe e filha, consta uma pneumonia bacteriana como a causa das mortes. Secreções nasais da idosa foram analisadas pelo Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Lacen/MS), mas o exame deu negativo para H1N1. Um resultado possível, já que a coleta foi feita depois do prazo considerado aceitável.

Foto Ilustrativa

A outra confirmada pelo vírus Influenza foi de uma pessoa que morreu no dia 24 de fevereiro e que não teve a identidade revelada. A confirmação foi feita pela prefeitura de Corumbá, que também recebeu o laudo do Instituto Adolfo Lutz, no último fim de semana.

As mortes registradas na cidade mudaram a rotina da população. Nas farmácias e drogarias, o álcool gel, produto usado para higienizar as mãos, já começa a faltar. Máscaras de proteção também estão entre os produtos mais vendidos. Até mesmo o Oseltamivir, medicamento mais conhecido como Tamiflu, usado no tratamento da gripe H1N1, também tem sido procurado, mas está em falta nos estabelecimentos. Clínicas particulares de Corumbá e de Campo Grande ofereceram cerca de mil doses da vacina na cidade.

A prefeitura chegou a pedir para o Ministério da Saúde uma antecipação da campanha de vacinação. Entretanto, para o ministério, como não há risco de uma epidemia de gripe A H1N1, a campanha de vacinação está mantida e deve começar no dia 14 de abril.

Atualmente, há oito pacientes internados no Hospital de Caridade com quadro de pneumonia. Segundo a prefeitura, exames desses oito pacientes deram negativo para H1N1.

Equipes da SES e do Ministério da Saúde estão em Corumbá analisando todas as suspeitas da doença.

Com Informações TV Morena
Corumbá registra segunda morte por H1N1 em 2014 Corumbá registra segunda morte por H1N1 em 2014

Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, teve a segunda morte confirmada por gripe H1N1 em 2014. Segundo a assessoria da prefeitura corumbaense, a pessoa, que não teve a identidade divulgada, estava internada na Santa Casa e morreu no dia 24 de fevereiro.

A confirmação da morte pelo vírus Influenza, de acordo com a assessoria, veio após segundo exame feito pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, que deu positivo. O primeiro teste, feito pelo Laboratório Central (Lacen), deu negativo.

A população está com medo e busca na rede particular a vacina que previne a gripe H1N1. As 200 doses disponíveis em uma clínica de Corumbá acabaram rápido. No fim de semana, duas clínicas particulares de Campo Grande mandaram equipes para a Cidade Branca e montaram postos de venda e aplicação da vacina. As pessoas fizeram fila para se imunizar.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá, a campanha da vacinação contra a gripe H1N1 começa no dia 14 de abril. As doses vão ser destinadas aos grupos de risco: crianças menores de 2 anos, mulheres grávidas e também aquelas que tiveram bebê há pouco tempo, indígenas, idosos, obesos e doentes crônicos.

Ainda de acordo com a secretaria, Corumbá não vive uma epidemia da doença e não há motivo para que todas as pessoas tomem a vacina.

G1
Após morte por H1N1, prefeito de Corumbá nega risco de epidemia Após morte por H1N1, prefeito de Corumbá nega risco de epidemia

Entrevista coletiva no Paço Municipal, ontem (13), a Prefeitura de Corumbá confirmou a morte de uma mulher, em janeiro, em decorrência da gripe H1N1. O resultado positivo do exame, feito em São Paulo, foi confirmado às autoridades de Saúde do Município na noite de quarta-feira (12). Participaram da coletiva o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte; a secretária de Saúde, Dinaci Ranzi, o médico infectologista, Rivaldo Venâncio; o médico-chefe do CTI do Hospital, Manoel João de Oliveira; o responsável pelo Pronto-Socorro Municipal, médico Rogério Bento e o presidente da Junta Interventora da Santa Casa, Cristiano Xavier, que também é presidente da Associação Médica corumbaense.

As autoridades esclareceram que o primeiro exame feito no Laboratório Central de Mato Grosso do Sul, sediado em Campo Grande, deu “não reagente” para a doença, ou seja negativo. Mas uma biópsia, feita em São Paulo, a pedido da Prefeitura, confirmou a morte por H1N1. Das quatro mortes ocorridas em circunstâncias semelhantes, duas foram totalmente decartadas para a doença e outros dois casos, estão sendo analisados no laboratório do Instituto Adolfo Lutz.

As autoridades reforçaram que não se trata de um surto de H1N1 na região, mas recomendaram à população que mantenha os cuidados básicos com a higiene pessoal e dentro de casa.

O prefeito Paulo Duarte rechaçou boatos de que a Prefeitura esteja omitindo informações de um possível surto na cidade. “Lamentamos profundamente as mortes e é interesse absoluto da Prefeitura continuar investigando e tudo será devidamente divulgado para a Imprensa e a população. A Prefeitura e os médicos estão trabalhando com transparência, profissionalismo e ética, o que tem faltado a alguns”, disse ao ratificar que o Município só soube da confirmação de um caso de H1N1 na noite de quarta-feira.

Diário Online
Dupla em motocicleta mata homem com 4 tiros em Corumbá Dupla em motocicleta mata homem com 4 tiros em Corumbá

Cley Farias de Souza, de 48 anos, foi assassinado a tiros na noite de domingo (09) na rua 21 de Setembro esquina com a Joaquim Wenceslau de Barros, próximo ao Fórum, na parte alta de Corumbá.

Cley Farias de Souza foi atingido por quatro disparos, segundo os bombeiros, e morreu no local do crime Foto Reginaldo Coutinho

 

A vítima estava em um bar, quando dois homens chegaram em uma moto Biz, de cor vermelha, o passageiro desceu e fez vários disparos. Em seguida, a dupla fugiu. 

Equipes dos bombeiros e do Samu foram acionadas, mas quando chegaram, Cley já estava morto.

De acordo com a Central de Operações do 3º Grupamento, quatro tiros atingiram a vítima: dois na cabeça, um no peito e um no abdômen. O crime ocorreu por volta das 20h10.

A Polícia Militar, investigadores e peritos da Polícia Civil também estiveram no local para apurar as circunstâncias do homicídio, que foi registrado no 1º Distrito Policial (BO nº 1574/2014).

Diário Online
Vídeo: Polícia investiga duas hipóteses para morte de Folião esfaqueado ao sair de festa Vídeo: Polícia investiga duas hipóteses para morte de Folião esfaqueado ao sair de festa

A morte do funcionário da Vale Mineradora, Jonathas Campos de Oliveira, de 32 anos, é investigada pela polícia com duas hipóteses: latrocínio e homicídio, uma vez que, ao contrario do que foi divulgado em informações preliminares, nada foi roubado da vítima. O celular, que supostamente teria sido levado, foi encontrado por populares na faixa de pedestres.

O fato aconteceu por volta das 23h30 desta quarta-feira (26), na rua Frei Mariano, esquina com a Delamare, no Centro de Corumbá. A vítima estava acompanhada da namorada, de 29 anos, quando foi surpreendida pelo assaltante, que o golpeou no pescoço e no abdômen.

https://www.facebook.com/photo.php?v=37230387290981

Quem tiver informações sobre o caso deve entrar em contato com a delegacia. O número é 3234-7100.

Crime

A vítima e a namorada estavam no desfile do bloco Sandálias de Frei Mariano e, minutos antes de ser atacado, o rapaz chegou a postar várias fotos do evento em uma rede social.

Atingido por duas facadas fatais que acertaram o pescoço e a região abdominal, Jonathas chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de chegar ao Pronto-Socorro Municipal. A namorada ficou em estado de choque. (Com informações Diário Corumbaense)

Folião morre após ser esfaqueado no pescoço por assaltante em Corumbá Folião morre após ser esfaqueado no pescoço por assaltante em Corumbá

Jonathas Campos de Oliveira, de 32 anos, funcionário da mineradora Vale, foi morto com dois golpes de faca na noite de quarta-feira (26), na rua Frei Mariano esquina com a Delamare, Centro de Corumbá.

Crime aconteceu na esquina das ruas Frei Mariano com a Delamare Foto Diário Corumbaense

O crime ocorreu pouco depois das 22h30. Segundo informações iniciais que foram apuradas pela Polícia Militar, a vítima estava acompanhada da namorada, de 29 anos, e se dirigia para o carro, quando foi surpreendida por um homem, que o golpeou no pescoço, atingindo a jugular, e outro golpe no abdômen.

Foto Reprodução Facebook

O ladrão fugiu em seguida levando o telefone celular de Jonathas. Nas redes sociais, há informações que o bandido queria roubar uma corrente de ouro e arrancou a joia com a faca, mas isso não foi confirmado pela Polícia Civil, que investiga o caso registrado como roubo seguido de morte.

Também nas redes sociais circula que o socorro demorou a chegar e Jonathas teria ficado agonizando na calçada por cerca de 30 minutos, sendo ajudado por populares. Já a Central de Operações do 3º Grupamento in forma que a chamada entrou às 23h05 com a equipe dos bombeiros e Samu se deslocando em seguida para a ocorrência.

Um jovem que passava pelo local disse que ainda tentou ajudar Jonathas usando uma camiseta para estancar o sangue.

O crime aconteceu logo após a passagem de um dos blocos carnavalescos mais tradicionais da cidade.

Diário Online
Corumbá propõe redução de ISS por medidas de preservação ambiental Corumbá propõe redução de ISS por medidas de preservação ambiental

As empresas de turismo que trabalham com barcos hotéis poderão ter redução do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) caso aceitem a proposta de preservação ambiental feita pelo prefeito Paulo Duarte. A ideia é incentivar a vinda de turistas para praticar a pesca esportiva na região pantaneira, consumir o peixe aqui mesmo e não transporte o produto para outras regiões do Brasil.

Foto Divulgação

“Estamos propondo aos proprietários dos barcos hotéis que trabalham na área da pesca esportiva que, se eles aderirem a esta medida de preservação ambiental, poderemos reduzir o ISS em até 50%. A alíquota é de 5% e, neste caso, pode cair para até 2,5%”, ressaltou. Quem vai dialogar com os empresários será a diretora-presidente da Fundação de Turismo, Hélènemarie Dias Fernandes.

“Não se trata de imposição, mesmo porque a cota é estabelecida por leis estadual e federal. O que vamos buscar é, por meio do diálogo, adesão das empresas a esta proposta, extremamente importante para a preservação do nosso estoque pesqueiro”, observou o Chefe do Executivo.

Reduzir pressão

A iniciativa do prefeito é reforçar a importância da prática do pesque e solte, modalidade que ganha força em várias regiões brasileiras em também no exterior. Um dos exemplos é a Argentina que desenvolve este sistema, o que aumentou consideravelmente o turismo da pesca no país vizinho.

“A ideia é trazer mais turista para Corumbá. Fazer com que a nossa cidade seja um destaque em termos de conservação e preservação ambiental. Isto já ocorre em várias regiões e queremos fazer o mesmo aqui”, comentou Duarte. “É uma proposta que estamos encaminhando, por meio do diálogo com as empresas de turismo. O turista pode pescar, consumir dentro da própria embarcação, sem levar o pescado como ocorre normalmente”, comentou.

O prefeito lembra que, pela legislação, o pescador tem direito à cota de 10 quilos, além de um exemplar de qualquer espécie, mas tudo dentro das medidas exigidas. “Em 2013 tivemos 42 mil turistas praticando a pesca esportiva no nosso Município. Desses, 16 mil em barcos hotéis. Se todos tivessem levado peixe, isto representaria 160 mil quilos retirados de nossos rios, sem contar o exemplar que cada um tem direito, em apenas oito meses de temporada. Com a proposta isto deixaria de ser retirado dos rios e estaríamos preservando o nosso estoque, aumentando inclusive, o que atrairia mais turista para Corumbá”, disse.

Pesquisa

A Fundação de Turismo está encarregada de dialogar com os empresários e apresentar a proposta. “Poderemos reduzir o ISS, mas tem que ter compensação ambiental por parte das empresas”, reforçou Duarte, para lembrar que a Prefeitura tem feito um trabalho especial em torno do turismo, buscando o desenvolvimento de forma sustentável do setor

“Criamos o Observatório de Turismo que tem feito um trabalho criterioso, científico, inclusive com pesquisas. A ideia é, a partir de agora, fazer também uma pesquisa ouvindo o turista para saber a opinião dele sobre a pesca esportiva. Se ele vem para pescar e levar o peixe, ou se prefere pescar, soltar, consumir o peixe aqui mesmo em nossa região”.

Corumbá elege a  Musa Gay do Carnaval Corumbá elege a Musa Gay do Carnaval

No Ginásio do Riachuelo, Ayeska Lambertine conquistou o título de Musa Gay do Carnaval de Corumbá 2014. Integrante da escola de samba Mocidade Independente da Nova Corumbá, somou 536,5 pontos nos quesitos desenvoltura na passarela, samba no pé e fantasia, durante o concurso que teve oito concorrentes.

Ayeska Lambertine disse que título de Musa Gay do Carnaval foi sonho realizado

Entre as dezenove integrantes do corpo de juradas, a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márica Rolon, e a primeira-dama e diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico, Maria Clara Scardini, avaliaram o desempenho de cada candidata que se apresentaram em dois momentos: com a camiseta oficial do evento e shorts; e com fantasia.

“Para mim, foi surpresa porque achei que tinha muito candidata boa, que merecia o título. Além de ser uma emoção, também é uma responsabilidade representar esse carnaval de Corumbá, que é um dos melhores do Brasil”, disse a nova Musa Gay do Carnaval ao comentar que o seu gingado e samba no pé vêm de família, herança de sua mãe, dona Selma.

A personagem Maria Quitéria, interpretada pelo ator Arce Correia, animou a festa que ainda contou com apresentações de performances; da Miss Gay Plus Size MS, Claudia Thompson; e da bateria da escola de samba Império do Morro.

A coroa e a faixa foram repassadas para Ayeska Lambertine por Daniele Oliveira, Rainha Gay do Carnaval de Corumbá 2013. O posto de vice-campeã ficou com Monique Brunelly, com 532,5. A terceira colocada foi Larissa Snarghs, da escola de samba Império do Morro, que contabilizou 528 pontos.

Em 2012, primeiro ano do Concurso, a vencedora foi Thayla Andreazzi, que defendeu as cores da escola de samba Vila Mamona. No próximo ano, 2013, a competiação aconteceu no Ginásio do Corumbaense Futebol Clube, onde a campeã foi Daniele Oliveira, da escola de samba Império do Morro.

ALL coloca saúde da população em risco e pode ter alvará cassado em Corumbá ALL coloca saúde da população em risco e pode ter alvará cassado em Corumbá

A empresa, conforme a prefeitura, não fez a limpeza da faixa de domínio da rede ferroviária

Quarenta e oito horas. Esse é o prazo para a América Latina Logística Malha Oeste S. A. (ALL) efetuar a limpeza da faixa de domínio de sua responsabilidade dentro da área urbana de Corumbá. Caso isto não ocorra, a concessionária sofrerá sanções previstas nos Códigos de Postura e Tributário do Município, inclusive com a cassação do Alvará de Funcionamento.

Em estado de abandono, ferrovia representa risco à saúde pública Foto: Marcos Boaventura

A empresa foi notificada pela prefeitura na última sexta-feira, 24, por não cumprir o que determina os artigos 34 e 35 do Código de Postura. O documento foi entregue à ALL pela Superintendência de Receita e Administração Tributária da Secretaria de Fazenda e Planejamento do Município e o prazo entrou em vigor na sexta-feira.

“Estamos desenvolvendo uma intensa ação na cidade, de limpeza, para evitar uma epidemia de dengue. É um trabalho que exige esforço de todos, do Poder Público, da população, das empresas que aqui estão instaladas, enfim, de todos os segmentos da sociedade para não sofrermos uma epidemia de dengue. Infelizmente, existem empresas que não estão fazendo a sua parte e, contra elas, vamos tomar medidas duras”, informou o prefeito Paulo Duarte.

A Prefeitura tentou, por meio do diálogo, fazer com que a empresa ALL limpasse toda a faixa de domínio da rede ferroviária, o que não ocorreu. A falta de limpeza coloca em risco a saúde da população.

“Já estive pessoalmente na sede da empresa em Curitiba e vi que a diferença de tratamento é absurda. O local é todo limpo e bem cuidado. No entanto eles insistem em tratar Corumbá como se fosse um quintal mal cuidado da casa deles”, observou Duarte. “Não vamos mais admitir isso, agora será tolerância zero. Se eles não cumprirem com a sua responsabilidade, vamos, inclusive com base no Código Tributário, cassar a licença de funcionamento da empresa aqui na cidade”, completou.

Legislação

A decisão da Prefeitura está fundamentada nos artigos 34 (proprietários ou responsáveis por imóveis não edificados, lindeiros e vias ou logradouros públicos, dotados de calçamento ou guias e sarjetas, são obrigados a mantê-los limpos, capinados, desinfetados e drenados, com portão do acesso em perfeita ordem) e 35 (é proibido depositar ou descarregar qualquer espécie de detrito, inclusive resíduos industriais, em terrenos localizados na área urbana e de expansão urbana deste município, mesmo que referidos terrenos não estejam devidamente fechados, ficando a guarda dos mesmos por conta dos proprietários ou responsáveis a qualquer título).

Em 2013, a empresa causou o mesmo problema na cidade e foi necessária a intervenção do Ministério Público Federal para que limpasse a faixa de domínio da malha ferroviária. Agora, a decisão tomada pelo município será levada à ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e ao próprio Ministério dos Transportes.

Informação e Contato

O Jornal MS é focado em conteúdo de notícias gerais, políticas, policiais, automotivas, tecnológicas, serviços, entretenimento, esportes, além de vídeos compartilhados.

Notícias do Mato Grosso do Sul e do mundo!

Redes Sociais

Categorias mais populares